Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rota do Javali... assombro.

Quarta-feira, 04.12.19

cavaca 1.jpg

Esta lindíssima Rota permitiu vislumbrar a paisagem humanizada com vista panorâmica sobre a Vila de Manteigas, cruzar o interior de florestas magníficas, subir ao topo da ribeira de Leandres e sentir a cascata do “Poço do Inferno”.

 

cavaca 2.jpg

Início do percurso: junto ao bairro de Santo António, em Manteigas.

 

cavaca 4.jpg

Primeiras "pedaladas".

 

cavaca 3.jpg

No decorrer do percurso surgem estruturas de relevante interesse, como a Casa do Guarda-florestal dos Carvalhais ou o Viveiro Florestal das Moitas.

 

cavaca 6.jpg

A Administração Florestal da Serra da Estrela (Perímetro de Manteigas), criada em 1888, constitui um dos primeiros perímetros florestais de serras, desempenhando os Serviços Florestais um papel fulcral na sua arborização e gestão.

 

cavaca 7.jpg

Face à degradação a que chegara o coberto vegetal e os problemas de erosão do Concelho de Manteigas, a Câmara Municipal, em sessão de 13 de Outubro de 1888, decidiu ceder para arborização aos Serviços Florestais os baldios que ainda possuía.

 

cavaca 8.jpg

Estes espaços naturais contribuem para o desenvolvimento da vegetação local e permitem contemplar uma bela mancha florestal que enche os horizontes de cor – tons suaves de castanho no Inverno/Primavera, verde com flores brancas no Verão, amarelo e laranja que se fundem na folhagem de Outono.

 

cavaca 9.jpg

Neste percurso várias espécies autóctones estão presentes, tais como o castanheiro, o freixo, o carvalho-negral, o salgueiro e o amieiro-negro.

 

cavaca 10.jpg

Merecem especial destaque a gilbardeira, que possuiu estatuto de conservação, o vidoeiro e a tramazeira.

 

cavaca 15.jpg

O equilíbrio existente entre espécies de folhosas e resinosas, aliadas à presença das linhas de água e de zonas de matos, tornam esta área num dos habitats preferenciais para diversas espécies animais.

 

cavaca 11.jpg

O traçado da Rota do Javali apresenta habitats frequentados pelo coelho-bravo, pela raposa, pelo javali e pelo ouriço-cacheiro. Das aves de rapina, destacam-se o tartaranhão-caçador e o peneireiro.

 

cavaca 14.jpg

Quanto aos répteis, pode encontrar-se a cobra-de-água-de-colar e o lagarto-de-água. A lontra é também um dos animais que habita esta zona. A sua presença é detectada pelas pegadas em forma estrelada.

 

cavaca 27.jpg

No decorrer do percurso é de salientar a paisagem provocada pelo fenómeno das cascalheiras.

 

cavaca 17.jpg

Depósitos de fragmentos rochosos grosseiros, normalmente localizados em pendentes de inclinação moderada a forte, gerados por crioclastia (fender das rochas com a transição da água do estado líquido para o estado sólido).

 

cavaca 20.jpg

No que reporta a linhas de água, destaca-se a Ribeira de Leandres, que corre rápida por entre escarpas e vales encaixados e o Poço do Inferno, uma cascata natural de 10 metros de altura.

 

cavaca 25.jpg

cavaca 26.jpg

cavaca 31.jpg

cavaca 28.jpg

cavaca 29.jpg

cavaca 30.jpg

Merece repetição... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 15:04