Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por Salvaterra e Zarza la Mayor, una vuelta de e para campeónes.

Sábado, 05.10.19

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo José Gouveia, Antonio Santos, Ignacio Berrio Sanchez, Duarte Dias e Henrique Manso, pessoas a sorrir, pessoas em pé, bicicleta e ar livre

Los protagonistas, Marco Ribeiro, Miguel Ângelo, Antonio SantosIgnacio Berrio Sanchez, José Payo, Henrique MansoVictor Victor Guerra LourençoJosé Cavaca e Gabriel Travasso últimos 40 km.
208 km de lujo !!!!!!!!

 

A imagem pode conter: pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, céu, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca partia da Covilhã rumo a Espanha às 7:15 com 6 graus e algum nevoeiro.
Que Grande dia de Ciclismo nos esperava.

 

A imagem pode conter: bicicleta, ar livre e natureza

À passagem pela Capinha e com 21 km pedalados, o nevoeiro seguia na nossa roda.

 

A imagem pode conter: bicicleta, céu, ar livre e natureza

Sempre Contigo amigo...

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, céu e ar livre

...rumo a Espanha...
Não lamentamos... Só agradecemos!
 

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, árvore, bicicleta, céu, planta, ar livre e natureza

...porque quando se trabalha em grupo, não existe meio termo...

 

A imagem pode conter: céu, árvore, planta e ar livre

Aldeia de João Pires viu-nos pedalar pelas 9:00.

 

A imagem pode conter: bicicleta, céu, árvore, ar livre e natureza

Pelotão a pedalar na Zebreira,,, Salvaterra era já ali.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, céu, montanha, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca em Salvaterra do Extremo.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, céu, montanha, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca a dar entrada em Espanha, Rio Erges faz de Fronteira, mas amigos, vai sequinho.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, céu, estrada, ar livre e natureza

A pedalar já em boas carreteras, España.

 

A imagem pode conter: bicicleta, montanha, céu, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca perto da localidade de Zarza la Mayor, a mais setentrional do Parque Natural do Tejo Internacional, fazendo fronteira a oeste com Portugal. Visível o Castelo Penafiel. 

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, bicicleta, árvore e ar livre

Já em Zarza la Mayor... revelou-se um ponto estratégico nas rotas do contrabando na Raia. Muitas foram as famílias que se dedicaram à troca de produtos como única forma de subsistência num meio de latifúndios, propriedade de concelhos como Mesta, ordens como Alcântara ou famílias nobres e fidalgos.

 

A imagem pode conter: ar livre

Aqui, em Zarza la Mayor, paragem para os cafezinhos, e meus amigos, do melhor café que já bebemos, opinião unânime, cafe puro de Cuba!!!

 

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo José Pereira, Silvério Correia e Antonio Santos, pessoas a sorrir, pessoas em pé e interiores

Cafezinhos no Bar Restaurante Penafiel foram oferta de Vitor Victor Victor Guerra Lourenço.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, céu, ar livre e natureza

O sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo... chegamos lá, agora há que dar aos pedais para Portugal.

 

A imagem pode conter: bicicleta, céu e ar livre

Me encanta España, desde niño... Os nossos vizinhos ficaram em primeiro num ranking dos países mais saudáveis do mundo, enquanto Portugal ficou no 22º; eles subiram cinco lugares, nós descemos um... hehehehe, só problemas e nós a entrar neles!!! 

 

A imagem pode conter: céu, bicicleta, montanha, ar livre e natureza

Penha Garcia... uma povoação típica espraia-se pela encosta da serra. A sua posição privilegiada de defesa terá sido um dos motivos da fixação neste lugar de um povoado neolítico, mais tarde transformado num castro lusitano e, depois, numa povoação romana.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, montanha, céu, árvore, ar livre e natureza

Pelotão à passagem por Monsanto, uma aldeia invulgar de Portugal, nunca se sabe bem se a casa nasceu da pedra ou se foi a pedra que nasceu para a casa. A verdade, é que a vila caracterizada como a “mais portuguesa das portuguesas”, desde 1936, já conta com tantos anos de história que é quase uma questão de adivinhar quem nasceu primeiro, o ovo, ou a galinha.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca à passagem pela aldeia de Aranhas.
Pedalados 158 km, faltavam 50... maravilha!

 

A imagem pode conter: árvore, bicicleta, céu, planta e ar livre

Passagem pela Capinha... cheirava a final de um grande dia de ciclismo.

 

A imagem pode conter: céu, bicicleta, ar livre e natureza

Covilhã à vista, significa que Lisboa é já ali !!!
Um muito obrigado ao amigo Ignacio Berrio Sanchez, José Payo e Victor Victor Guerra Lourenço pela sempre genuína companhia e tudo o que fizeram para partilhar connosco o melhor que podemos retirar deste benéfico desporto, Ciclismo!!!!
Bem Haja a todos!

 

Pelotão Cavaca ordenado após mais uma Internacional Etapa.

 

Amanhã às 8:30 nos Arcos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 18:27