Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por Monforte, Minfraco...

Sábado, 02.04.16

Manhã sofrida, algo me fez mal,,, mas cumpri a volta, nunca pensei!
175 km só possíveis com um grupo do qual cada vez me orgulho mais... esta manhã fora eles, Nuno Ribeiro, Samuel Pereira, Luis Filipe Selidónio Oliveira, Vasco Santos, Filipe Costa, Miguel Ângelo, João Deus, Ricardo Morais, José Carriço, Licinio Martins, Henrique Manso e eu José Cavaca.
Simplesmente exemplares, muito grato.

 

Partida da Covilhã com muito frio, 2 graus.

 

Passagem no Fundão.

 

Alto da Gardunha.

 

Estradinha para a Orca.

 

Pelotão à passagem pela Orca.

 

Entrada na Idanha a Nova.

 

Lindíssima estrada entre Idanha e Ladoeiro.

 

Entrada no Ladoeiro.

 

Terra do nosso amigo carlos Pereira.

 

À saida virou-se à direita para Monforte.

 

Monforte da Beira à vista.

 

A nossa entrada na aldeia de Monforte.

 

Monforte tem como origem etimológica as palavras monte e forte. Trata-se de uma referência a um antigo castro, cujas ruínas se encontram ainda hoje num alto perto da aldeia, à espera de mais estudos e investigaçőes.

 

Situada no extremo sul do concelho, Monforte da Beira encontra-se a cerca de 27 quilómetros da sede do concelho, na margem direita da ribeira de Aravel. Dentro do município, é delimitada em quase toda a sua extensăo pela grande freguesia de Malpica do Tejo. Fora de Castelo Branco, rodeia-a o concelho de Idanha-a-Nova.

 

Pelotão Cavaca a dar entrada em Castelo Branco.

 

Centro de Castelo Branco.

 

Passagem em Alpedrinha.

 

E com muito sacrifício lá cheguei à Covilhã.

 

Pelotão Cavaca ordenado após etapa por Monforte da Beira.
A registar a subida ao 11º lugar de Licinio Martins.
Ricardo Morais subiu de 16º para 15º lugar.
Samuel Pereira subiu de 21º para 19º lugar.
Entrada de José Carriço para o 42º lugar.
Entrada de Nuno Ribeiro para o 56º lugar.
Restantes mantêm posições.

 

Amanhã vento e alguma chuva, não há ciclismo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 16:26