Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tranquila manhã velocipédica.

Sábado, 17.08.13

Apresentaram-se à partida para uma descontraída manhã velocipédica, Toni FerreiraMarco Daniel AlvesArmando OliveiraLuis FilipeSérgio M. PinheiroAntónio Lebre e José Cavaca. 

Pedalamos por Covilhã, Peroviseu, Capinha, Alto da gardunha, Fundão, Pesinho, Peso, Vales do Rio, Dominguiso, Tortosendo e Covilhã, totalizando 71km.


Partida da Covilhã como sempre à hora marcada.


Passagem na Capinha.


Subida da Gardunha pelo lado dos Enxames.


Depois de passar o Fundão, pedalava-se agora rumo ao Pesinho.


E a chegar ao Pesinho começamos a ver vestígios da tragédia que assolaram a região.


Centro da Aldeia do Pesinho.


Continuamos a nossa volta rumo aos Vales do Rio, mas esta era a imagem negativa da volta.


Depois das bebidas oferecidas pelo amigo Marco na aldeia do Peso, seguimos para a Covilhã.


E às portas da Covilhã algo que não posso deixar passar em branco.

Olhamos para o lado esquerdo da via e vimos no chão um homem que sangrava da boca e do nariz, provávelmente caíu e bateu em alguma pedra.


Agora o mais insólito...

Estivemos nós ciclistas, e mais alguns vizinhos do ferido a ligar para o 112 mais de 40 minutos a explicar o que estava a acontecer,,, chegaram-nos a dizer para nós o tranportarmos ao hospital.

Com tanta pergunta e tanta burocracia, lá chegou uma ambulância passados 45minutos.

(Lembro que estavamos a 1km da Covilhã)


PERGUNTO EU, E SE FOSSE CASO DE VIDA OU MORTE???

 

Deixo-vos com o nossa castelo de amigos.

 

 

AMANHÃ HÁ MAIS CICLISMO

 

PARTIDA DOS ARCOS ÀS 8H.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 12:48


3 comentários

De António Lebre a 17.08.2013 às 18:58

INEM ou seja Instituto Nacional Espera Muito, Espera Muito, Espera Muito... ou desespera...

LEBRE

De Antonio Jeronimo a 17.08.2013 às 22:10

O inem nao tem capacidade logistica para socorrer tantos pedidos de auxilio,no entanto temos que lamentar.

De Antonio Lebre a 18.08.2013 às 01:48

A grande questão é o tempo (no fim de tudo foi cerca de meia hora) perdido a "passarem" a chamada dum lado para outro e depois para outro e ainda (depois de um inquérito que enfim nem vou classificar) a doutora chegar á conclusão que a situação não era emergência e devíamos nós chamar uma ambulância (a pagar claro) ou transportar-mos nós a pessoa para o hospital. Mas para a próxima já sei como responder ao "inquérito" de modo a que a situação seja "emergência", porque afinal estão é preocupados com os "gastos" que curiosamente somos nós todos que pagamos com o que nos "tiram" em "Impostos".

LEBRE

Comentar post






pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Ciclismo, uma paixão.