Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais uma sra volta, esta pela Sra da Povoa.

Domingo, 20.01.13

Juntaram-se na Sra do Carmo, Guilhermino Pais, João Laires, Luis Filipe, Francisco Romão, Pedro Santos, Armando Oliveira(totalista), Fernando Caetano, Fernando Prata, e José Cavaca. Logo a seguir juntou-se José Carlos e Sebastião Aparício, mais tarde foi a vez de Fernando Santos.

Pedalamos por, Covilhã, Sra do Carmo, Peroviseu, Capinha, Escarigo, Sra da Povoa, Terreiro das Bruxas, Casteleiro, Inguias, Belmonte, Orjais e Covilhã, totalizando uns Santos 113km.

 

Muito espírito para esta volta, anda tudo farto de ficar em casa!

 

E o clima até ajudou, a Covilhã apresentava-se soleada à partida.

 

 

Em Peroviseu, e com bom tempo, o temperamento era energético.

 

Com chuva à vista para os lados do Fundão, decidimos e bem virar para os Três Povos.

 

No Escarigo o amigo Prata ofereceu os cafézinhos para aquecer o pelotão.

 

Novamente a pedalar, agora rumo ao Santuário da Sra da Povoa.

 

Entrada no Santuário.

Até hoje nada há publicado, que saibamos, sobre a sua fundação e, por isso, limito-me a descrever a origem tal como os nossos mais idosos conterrâneos a contam e repetem há séculos.


Andavam dois pastorinhos, em tempo que não se pode precisar, a apascentar os seus rebanhos. Os cães que lhe serviam de protecção e auxílio, arremeteram subitamente contra um silvado que vicejava junto a uma fonte, hoje destruída pelo minar do tempo. Admirados, ávidos de conhecer a causa do chamamento dos fiéis animais, os pastores dirigiram-se para o local. Ficaram estupefactos. Entre as duas silvas, brilhava uma pequena imagem da Virgem Santíssima, rodeada por uma auréola resplandecente. Maravilhados, correram à povoação a participar o caso. Não tardou que o povo organizasse uma procissão e conduzisse solenemente a radiante imagem para a Igreja da freguesia. A Virgem imaculada, porém, como que querendo eternizar o aprazível lugar, desapareceu do templo, para pouco depois reaparecer no silvado. O povo, vista a vontade insuperável da Virgem Maria, resolveu construir-lhe uma pequena ermida no local do aparecimento, até que, em 1784, com o produto de avultadas esmolas que a Senhora recebia, se construiu a actual capela onde ainda hoje se venera com toda a pompa e luzimento, a milagrosa Virgem Imaculada Senhora da Póvoa.


Seguiu-se a Santa subida para o Terreiro das Bruxas.


E à passagem no Casteleiro... estes samáforos só não confundem...


... este tipo de viaturas!!!


Passagem na Estação da CP em Belmonte.


E em Belmonte começaram a cair as primeiras pingas que nos acompanharam até à Covilhã.


Covilhã que, à nossa chegada nos recebia com um ar bem mais triste... muita chuva, e gelada. 


 

ORDENADOS OS AMIGOS APÓS A 6ª ETAPA

 

 

MAIS CICLISMO NA PRÓXIMA QUARTA FEIRA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:59


5 comentários

De GMP a 20.01.2013 às 16:05

NEM VOU CONSEGUIR DORMIR POR CAUSA DA CLASSIFICAÇAO.

De GMP a 20.01.2013 às 16:08

CAVACA JA FIZ OS MEUS CALCULOS.

De José Cavaca a 20.01.2013 às 19:52

É tudo controlado por PC e com a ajuda do Excel...falhas, só nas presenças nas voltas!!!

Abração

José Cavaca

De sebastiao aparicio a 20.01.2013 às 19:12

Sim é verdade!...eu tinha que comentar, grande volta companheiros.
Com alguma chuva sim, já não tinha memória deste sentimento pelo prazer de fazer o que gosto com a chuva a refrescar nos o rosto...!
Receio no início prazer no final!

De José Cavaca a 20.01.2013 às 19:54

Aparício aparece!!! É sempre assim, quando pode lá aparece, mas não sei que se passa na tua cama que ficas sempre mais um pouco!!!

Grande abração!!!

Comentar post






pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Ciclismo, uma paixão.