Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hoje, a volta dos duros.

Sábado, 18.08.12

.cavaca 1

E os duros da volta foram, Marco Alves, Tiago Abrantes, Luis Filipe, Francisco Romão, João Laires, José Miguel, Gonçalo Rito, Kevin Sá, José Cavaca, Zé Domingos, Paulo Rodrigues, Vasco santos, Filipe Roberto, e Pedro Santos.

Só faltaram mesmo os pusilânimes.

 

cavaca 2

À passagem pelo alto da Portela, a visão do ponto alto da Estrela, a Torre.

 

cavaca 5

Passagem por Unhais da Serra.

 

cavaca 3

Em Unhais não devem gostar de Bttistas,,,

 

cavaca 6

Mas hoje temos que tirar o "pedal" a este amigo. Escolheu a volta dos duros para a estreia.

Sem sombra de dúvida, marcará para sempre a sua coragem, parabéns Gonçalo Rito.

 

cavaca 7

Manhã perfeita para o ciclismo, a estrada era só nossa.

 

 cavaca 9

José Miguel também regressa, e logo na volta dos duros.

 

cavaca 8

As boas vindas também ao nosso amigão Paulo Rodrigues, vem mais pesado, vem  papá!

 

cavaca 10

Rolava-se com ritmo alegre e comum a todos,,, ou todos se economizavam.

 

cavaca 11

No alto das Pedras Lavradas, alguns tinham visões,,, uma loira???

 

cavaca 12

Agora descia-se para Vide.

 

 cavaca 13

Em Vide, um rápido abastecimento líquido.

 

cavaca 14

De imediato pés nos pedais,,,

 

cavaca 15

... porque o início da subida, 29km até à Torre, esperava por nós.

Para quem não conhece fica a informação... neste ponto estamos a 298 metros de altitude, nos próximos 29km subimos até aos 1950 metros.

 

cavaca 16

Gerir o esforço nos primeiros 10km, é segredo para os restantes 20.

 

cavaca 18

Confesso que em momento algum me senti esgotado,,, a companhia em toda a subida, e o ritmo muito regular do Zé Domingos muito contribuiram... 5 *****.

 

cavaca 17

Algumas "motas", subiram confortávelmente a seu ritmo.

 

cavaca 19

Kevin e Zé Domingos,,, também se passearam na Estrela.

 

cavaca 20

Para trás ía ficando o serpentiado da estrada conquistada ao milímetro.

 

cavaca 21

 Aqui, já na N231, pedalavam-se os ultimos 8km a subir até ao cruzamento para a Torre.

 

cavaca 22

Mas antes da Torre, o abastecimento sólido do nosso amigo Zé Carlos que se deslocou prepositadamente para o caso. Habituou-nos a estas doçarias, e há que louvar a actitude de um "duro" nestas andanças,,,

 

cavaca 23

Desde a água aos deliciosos bolinhos, deixa uma vez mais a marca de quem é aliado.

Não conheço igual...

Obrigado Padaria Dias & Pereira dos Santos.

 

cavaca 24

Com a boca mais doce,,, de novo a pedalar, a Torre está ali à frente.

 

cavaca 25

Restava a descida para a Covilhã...  reparem naqueles dois observadores.

 

Mais uma vez, gratos estamos todos pela companhia de todos.

Confesso que não contava com tantos duros para esta voltita, é sinal de que estamos cá.

 

Bom descanço, e bom Fim de Semana para todos.

(Por motivos de trabalho, amanhã não há volta.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:36


9 comentários

De Invejoso a 18.08.2012 às 17:15

Lindo, deixa água na boca a quem não foi. Gostei de vos ver na estrada. Estarei presente na de Moraleja.

Parabens companheiros.

De Significado a 19.08.2012 às 22:32

Caro amigo das duas rodas.
Compreendo que queira usar uma linguagem culta e palavras caras....mas ao utilizar o termo PUSILÂNIMES referente a amigos seus...alto lá. Acho que no grupo do senhor Cavaca não há fracos, poltrões, temeroso, cobarde ou destituidos de coragem, sim é este o significado o palavrão acima referido.
Sem mais.
Boas voltas.

De Invejoso a 19.08.2012 às 23:10

Até posso responder pelo amigo Cavaca se me é permitido, mas este sr Significado é mesmo um pusilânime, nem coragem tem para se identificar como eu- só há uma diferença é que no grupo sabem bem quem eu sou.

De José Cavaca a 20.08.2012 às 08:42

Companheiros, parece que alguém de conciência pesada ficou melindrado com o termo utilizado por mim a titulo de divertimento, referente a dois amigos que não estiveram presentes nesta volta,,, o nosso amigo Guilhermino e o nosso amigo António Sá de que tanto falamos enquanto subiamos. O sentimento de "forte" impera dentro dos poucos que nunca mais nos acompanharam, talvez por apenas tentarem serem diferentes, e que todos estranhamos o facto, pois há muitos colegas que mais cedo ou mais tarde sempre acabam por dar uma voltita cá com os fracos. Soa a estranho essa atitude, confusa eu diria, mas nada complicada de entender.
Não levem isto nada a peito, estou novamente a divertir-me com palavres caras!!!

Grande abração para todos, mas mesmo para todos!

José Cavaca

De Significado a 20.08.2012 às 09:15

Alguns tentam justificar o injustificável!!!
Palavras,Palavras, parole, parole, parole. Lembram esta canção.
Essa de no grupo todos me comecem "invejoso" já não é nova,há outros que utilizam a mesma táctica.
Boas voltas.

De José Cavaca a 20.08.2012 às 10:46

Ó Vent... isto realmente andava muito calminho, té eu tentei dar algum seguimento e fervor aos comentários,,, mas há um senão, eu pensava que o "invejoso" eras tu, agora fazes-me ir a verificar IPs. Grande abraço cá dos paroles.

José Cavaca

De pauloalex49@hotmail.com a 20.08.2012 às 10:03

Sr. Cavaca & APPPP,
uma vez mais, um excelente passeio.
Um abraço a todos,
PRodrigues

De José Cavaca a 20.08.2012 às 10:48

Paulo Rodrigues, pena é que eu não tenha a tua pedalada, desse modo fazia-te mais companhia,,, mas quem sabe um dia!!!

Um grande abraço para ti e bjs para a restante família.

É sempre um prazer ter-te na nossa companhia.

José Cavaca

De pauloalex49@hotmail.com a 20.08.2012 às 11:57

Oh Sr. Cavaca, na diga isso.
A mim, com muita pena, falta-me é tempo (".") para fazer-lhes companhia.Boa ida à Volta, o abastecimento pelo que vi é no Sabugal.
Abraço

Comentar post