Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Volta das Cerejeiras em Flor, brilhante!

Quarta-feira, 28.03.12

cavaca 1

Sintonia de tons, emoção bucólica e rústica, com pedaladas de cores róseas!

Esta foi uma das manhãs em que fui superado pela fragrância das flores da Cerejeira.

 

Participaram, Fernando Caetano, José Cavaca, Tiago Abrantes, e Francisco Romão.

Juntaram-se mais tarde a esta perfumada e colorida manhã, o amigo Zé Carlos, João Santos e António Santos.

 

cavaca 2

Nada há como começar, para ver como é gratificante a conclusão.

 

cavaca 3

À saída do Fundão, os primeiros presságios da nossa volta.

 

cavaca 4

À entrada do Souto da Casa viramos à esquerda para Alcongosta.

 

cavaca 6

E com o prazer doloroso das primeiras rampas, retribuía a natureza com estas imagens.

 

cavaca 7

Flores são vida, flores são fragrâncias, são beleza, enfim, um presente da Mãe Natureza.

 

 cavaca 8

Beleza e rigor de mãos dadas. 

 

cavaca 5

A par com a subida, aumentava a panorâmica da bonita Cova da Beira.

 

cavaca 15

Como que hipnotizados, Alcongosta ía agora despertar-nos.

 

cavaca 10

Sem o perfume das flores, os paralelos de Alcongosta eram mais ásperos.

 

cavaca 11

Se tudo que é bom dura pouco, estas rampas nunca vão morrer...felizmente!

 

cavaca 12

A subida para a Casa do Guarda também teve os seus atrativos.

 

 cavaca 14

Cá do alto da Gardunha, as paisagens eram celestiais.

 

cavaca 13

Ao fundo avistava-se a Covilhã, mais à esquerda o Fundão, e aqui em baixo Alcongosta.

 

cavaca 25

Gratos pela receção.

 

cavaca 16

Tocou o despertador, e de novo na estrada. Agora rumo ao Alcaide, Enxames...

 

cavaca 18

Já na estrada dos Três Povos, e um pouco mais "frescos", tenho algo a dizer...

Amigo Francisco, coragem é a primeira virtude do ciclista, a capacidade de sofrimento que hoje vi na sua pessoa está em vias de extermínio, são pessoas como o amigo Francisco Romão que enriquecem as nossas estradas. Estamos gratos pela companhia de um companheiro que tem a coragem de acreditar na sua mente e coração.

 

cavaca 17

Quanto ao nosso Fernando Caetano, ainda o vamos ver na Vuelta!

 

cavaca 19

Aqui, iniciava-se a rampita do Salgueiro para o Monte do Bispo.

 

cavaca 20

E no alto dos Três Povos, juntaram-se Zé Carlos, João Santos e António Santos.

 

cavaca 21

Passagem frente à Quinta dos Termos... mas aquilo é água. 

 

cavaca 22

Esta é a imagem melhor para registar a nossa passagem nesta zona de bom vinho.

 

cavaca 24

Passagem em Belmonte.

 

cavaca 23

Nesta manhã tão envoltos em flores, esta é a melhor imagem para nos despedirmos.

Muito gratos estamos aos que nos acompanham  na estrada, e aqui neste espacito.

 

 

SÁBADO A MÍTICA DE ESPANHA

(Em sentido contrário com passagem em VILLAMIEL)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:49


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Ciclismo, uma paixão.