Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hoje, a airosa volta de Maçainhas.

Quarta-feira, 08.02.12

cavaca 1

Participaram nesta fresca e airosa volta, uma das que podemos englobar nas  belas voltas da nossa região,,, Pedro Santos, Fernando Caetano, José Cavaca, e o já efetivo Tiago Abrantes. Mais tarde, como já vem sendo hábito juntou-se o amigo Zé Carlos.

 

cavaca

(Perfil da volta)

Percurso: Covilhã, Orjais, Vale Formoso, Valhelhas, Famalicão, Fernão Joanes, Corujeira, Barragem Caldeirão, Maçainhas, Guarda(centro), Barracão, Aldeia Ruiva, Ramela, Benespera, Gaia, Orjais e Covilhã.

 

cavaca 2

O desporto espanta o frio melhor que qualquer manta, por isso toca a pedalar!

 

cavaca 3

E nada melhor que começar uma boa subidinha,,, esta é a de Famalicão.

 

cavaca 4

Encosta algo fria, mas depressa atingimos o cume.

 

cavaca 5

Zona de rara beleza, esta de Fernão Joanes.

 

cavaca 7

Fernão Joanes, com uma altitude aproximadamente de 1020m e a 15 km da Guarda, está localizada em pleno Parque Natural da Serra da Estrela. Com cerca de 200 habitantes, é na agricultura que a grande maioria da população trabalha, destacando-se ainda o pequeno comércio apenas suficiente para satisfazer as necessidades básicas da população.

 

cavaca 8

O nome Fernão Joanes, terá surgido a partir de um pequeno núcleo de casas ou de uma quinta na tutela de um senhorio \ povoador, muito provavelmente chamado Fernão Joanes ou Fernão João, nos fins do séc. XII, inícios do séc. XIII, há semelhança de muitas outras freguesias que devem o seu nome ao seu senhor ou povoador.

 

cavaca 9

Seguia-se a agradável descida para a Barragem do Caldeirão.

 

cavaca 11

Descida algo arriscada, mas fotografar e descer é ainda mais turbulento.

 

cavaca 3

A meio da encosta, mais uma bonita panorâmica desta atraente paisagem.

 

cavaca 10

Perto da Corujeira.

A agricultura em Portugal é a arte de assistir impassível ao trabalho da natureza.

 

cavaca 12

E na aldeia de Corujeira, um cãozinho que já é hábito cumprimentar-nos, quase nos faz cair.

 

cavaca 13

A nossa passagem na Barragem do Caldeirão.

O projecto de construção foi feito em 1988 e a barragem foi inaugurada em 1993. Tem como objectivo o abastecimento de água e a produção de energia.

 

 cavaca 14

 Adoro a natureza,  está em toda a parte como emoção, mas também nos recompensa.

 

 cavaca 15

E cá estamos nós em Maçainhas.

 

cavaca 16

Com uma área total de, aproximadamente, 15 Km2, a freguesia de Maçainhas localiza-se na zona serrana, distando cerca de 4Km da cidade da Guarda, sede de concelho e capital de distrito.

 

cavaca 17

Seguiu-se a cidade da Guarda. Fundada no século XII pelo segundo rei de Portugal, D. Sancho I, Guarda insere-se na paisagem montanhosa da Serra da Estrela e é considerada a cidade mais elevada do país, impondo-se a uma impressionante altura de 1056 metros. A Torre é o pico mais elevado da Serra (1993 metros), bem como o mais alto de Portugal continental, e acolhe a famosa estância de esqui do Parque Natural da Serra da Estrela.

 

cavaca 18

Já com temperaturas bastante agradáveis, começamos a descida. Aqui é a famosa Ramela.

 

cavaca 19

Benespera

Localiza-se num vale bastante acentuado, como que num poço, rodeado por serras que lhe limitam a profundidade da linha do horizonte. Tudo à sua volta é serra.
 
cavaca 20
Já com a companhia do amigo Zé Carlos, pedalava-se agora rumo à Covilhã.
Cada um seguia agora seu caminho. As despedidas também são necessárias, para avivar o encontro da proxima volta,,, é algo inevitável se somos amigos de verdade.
 
SÁBADO, UMA GRANDE MÍTICA!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 06:17


2 comentários

De PEDRO SANTOS a 08.02.2012 às 19:36

FOI UMA QUARTA FEIRA FRIA MAS COM AMBIENTE MUITO QUENTE E DE BOA COMPANHIA E A MINHA CONDICAO FISICA A MELHORAR GRACAS AO ACOMPANHAMENTO DOS ESPECIALISTAS QUE ME VAO DANDO AS DICAS.UM ABRACO A TODOS EM ESPECIAL AO SR JOSE CAVACA QUE TEIMA EM QUERER SER MEU PADRINHO TROCANDO O MEU NOME

De José Cavaca a 08.02.2012 às 20:22

Ó Pedro Santos, estas trocas e baldrocas é da emoção da vossa companhia, e de toda esta pequena, mas muito grande manhã, de momentos que sem que os amigos se apercebam, eu os vivo intensamente.

Um grande abraço, e hoje gostei muito do teu "saber gerir" as energias, bem como a tua notória progressão e facilidade na rotação das pernas. Parabéns e continua.

José Cavaca

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.