Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hoje, a airosa volta de Maçainhas.

Quarta-feira, 08.02.12

cavaca 1

Participaram nesta fresca e airosa volta, uma das que podemos englobar nas  belas voltas da nossa região,,, Pedro Santos, Fernando Caetano, José Cavaca, e o já efetivo Tiago Abrantes. Mais tarde, como já vem sendo hábito juntou-se o amigo Zé Carlos.

 

cavaca

(Perfil da volta)

Percurso: Covilhã, Orjais, Vale Formoso, Valhelhas, Famalicão, Fernão Joanes, Corujeira, Barragem Caldeirão, Maçainhas, Guarda(centro), Barracão, Aldeia Ruiva, Ramela, Benespera, Gaia, Orjais e Covilhã.

 

cavaca 2

O desporto espanta o frio melhor que qualquer manta, por isso toca a pedalar!

 

cavaca 3

E nada melhor que começar uma boa subidinha,,, esta é a de Famalicão.

 

cavaca 4

Encosta algo fria, mas depressa atingimos o cume.

 

cavaca 5

Zona de rara beleza, esta de Fernão Joanes.

 

cavaca 7

Fernão Joanes, com uma altitude aproximadamente de 1020m e a 15 km da Guarda, está localizada em pleno Parque Natural da Serra da Estrela. Com cerca de 200 habitantes, é na agricultura que a grande maioria da população trabalha, destacando-se ainda o pequeno comércio apenas suficiente para satisfazer as necessidades básicas da população.

 

cavaca 8

O nome Fernão Joanes, terá surgido a partir de um pequeno núcleo de casas ou de uma quinta na tutela de um senhorio \ povoador, muito provavelmente chamado Fernão Joanes ou Fernão João, nos fins do séc. XII, inícios do séc. XIII, há semelhança de muitas outras freguesias que devem o seu nome ao seu senhor ou povoador.

 

cavaca 9

Seguia-se a agradável descida para a Barragem do Caldeirão.

 

cavaca 11

Descida algo arriscada, mas fotografar e descer é ainda mais turbulento.

 

cavaca 3

A meio da encosta, mais uma bonita panorâmica desta atraente paisagem.

 

cavaca 10

Perto da Corujeira.

A agricultura em Portugal é a arte de assistir impassível ao trabalho da natureza.

 

cavaca 12

E na aldeia de Corujeira, um cãozinho que já é hábito cumprimentar-nos, quase nos faz cair.

 

cavaca 13

A nossa passagem na Barragem do Caldeirão.

O projecto de construção foi feito em 1988 e a barragem foi inaugurada em 1993. Tem como objectivo o abastecimento de água e a produção de energia.

 

 cavaca 14

 Adoro a natureza,  está em toda a parte como emoção, mas também nos recompensa.

 

 cavaca 15

E cá estamos nós em Maçainhas.

 

cavaca 16

Com uma área total de, aproximadamente, 15 Km2, a freguesia de Maçainhas localiza-se na zona serrana, distando cerca de 4Km da cidade da Guarda, sede de concelho e capital de distrito.

 

cavaca 17

Seguiu-se a cidade da Guarda. Fundada no século XII pelo segundo rei de Portugal, D. Sancho I, Guarda insere-se na paisagem montanhosa da Serra da Estrela e é considerada a cidade mais elevada do país, impondo-se a uma impressionante altura de 1056 metros. A Torre é o pico mais elevado da Serra (1993 metros), bem como o mais alto de Portugal continental, e acolhe a famosa estância de esqui do Parque Natural da Serra da Estrela.

 

cavaca 18

Já com temperaturas bastante agradáveis, começamos a descida. Aqui é a famosa Ramela.

 

cavaca 19

Benespera

Localiza-se num vale bastante acentuado, como que num poço, rodeado por serras que lhe limitam a profundidade da linha do horizonte. Tudo à sua volta é serra.
 
cavaca 20
Já com a companhia do amigo Zé Carlos, pedalava-se agora rumo à Covilhã.
Cada um seguia agora seu caminho. As despedidas também são necessárias, para avivar o encontro da proxima volta,,, é algo inevitável se somos amigos de verdade.
 
SÁBADO, UMA GRANDE MÍTICA!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 06:17


2 comentários

De ciclotrilhosdesantarem a 07.02.2012 às 22:51

Sou visita assídua (diária) deste seu "espacito". Leio sempre com muito interesse as animadas reportagens que o Cavaca faz das vossas saídas.
Acho interessantes os gráficos que costuma apresentar dos percursos a realizar. A altimetria , as pendentes máximas e médias, o coeficiente de dificuldade etc. são muito importantes para quem tem de se decidir por uma volta ciclística.
Para mim, que sou de longe e não conheço a região, ocorreu-me que se essa informação fosse complementada com um pequeno mapa com o percurso marcado, talvez um dia pudesse tentar fazer algum desses percursos, à minha maneira , na minha calma.
Já subi à Torre, à minha maneira, duas vezes (pela Covilhã e por Manteigas) e não me apercebi de rampas tão inclinadas como algumas que relata nos seus percursos...o que quererá dizer que há para aí umas subidinhas bem mais complicadas do que aquelas que são mais conhecidas.
PS: Pensa ir à bênção dos ciclistas a Fátima no próximo Domingo?

De José Cavaca a 08.02.2012 às 20:15

Companheiro e assíduo nosso visitante...
O nosso obrigado pelas suas visitas a este espacito, é bom sabermos que há sempre mais alguém que nos acompanha com gosto.
Meu bom amigo, quanto à sua opinião sobre a visualização da volta exposta num pequeno mapa, é sem dúvida valiosa,,, mas como o pessaol que faz estas voltinhas é 99% residente na zona, parte-se de um princípio que todos conhecem a região,,, mas já não é a primeira vez que se expõe a volta num mapa... e também é fácil o meu amigo pegar no nome das terrinhas por onde vamos pedalar, todas elas aqui bem escritas, e fazer o percurso em qualquer mapa.
Quanto às inclinações,,, pois é realmente verdade, há percentagens muito mais acentuadas em alguns locais, que na propria Serra da Estrela. Ainda hoje passamos muito perto de uma inclinação com uma pendente de 23%, é na povoação da Ramela. Quando o meu amigo cá vier, nós vamos lá todos juntos.

Não sei o seu nome, mas conheci no passado mês de Outubro, numa ída nossa a Palmela, o Sr.Tomás Morgado do Ciclotrilhosdesantarém,,, se o conhecer, agradeço que lhe transmita o meu abraço e consideração pelo gesto que teve para connosco.

Sem mais , um grande abraço cá da Covilhã, ficando a aguardar a sua visita.

José Cavaca

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.