Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hoje fomos ao Porto.

Sábado, 05.11.11

cavaca 1 

Foi mais um grande e belo dia de ciclismo, e o que importa agora é imortalizar neste espacito todos esses momentos.

Participaram em mais uma histórica voltinha, o nosso amigo Medeiros, o Sr. Palinhas condutor do carro de apoio, Guilhermino Pais, e eu o Cavaca.

 

cavaca 3

Desde a partida tudo foi vivido ao segundo, mas o mais importante foi a chegada.

 

cavaca 2

Perto de Nelas o nosso assistente Palinhas também faz de fotógrafo.

 

cavaca 21

Trabalho em que a imagem fala por si.

 

cavaca 4

E logo a seguir, o nosso amigo João Martins e Nuno de Viseu cumprem a promessa, juntam-se a nós para nos acompanhar durante varios quilómetros.

 

cavaca 5

Entrada em Viseu, com o Palácio do Gelo em frente.

 

cavaca 6

Em Viseu uma zona que particularmente gosto muito, parei para a fotografar.

 

cavaca 7

À saída de Viseu juntaram-se mais uns amigos do João Martins e do Nuno.

Tentei convence-los a vir connosco,,, devem imaginar o que perderam. 

 

cavaca 8

Chegada a Castro Daire. Aqui começava a subida que nos iría dar volta às tripas

A Serra do Montemuro.

 

cavaca 9

Foram 22km sempre a subir, muito vento de frente, muito frio e nevoeiro na parte final.

 

cavaca 10

Eis a recompensa... ao descer para Cinfães, a beleza do primeiro contacto com o Douro.

 

cavaca 12

A nossa passagem na nova ponte de Entre os Rios.

 

cavaca 11

Parei no centro para fotografar esta belíssima zona.

 

cavaca 13

Não podia passar neste local sem uma foto da reconstruida ponte Hintze Ribeiro.

Neste local algo que muito me sensibilizou,,, um senhor encostado à sua viatura,  vertia algumas lágrimas enquanto observava a ponte.

Ficou conhecida como Tragédia de Entre-os-Rios, um acidente ocorrido a 4 de Março de 2001 às 21:15 horas, que consistiu no colapso da Ponte  inaugurada em 1887, e que fazia a ligação entre Castelo de Paiva e a localidade de Entre-os-Rios. Do acidente resultou a morte de 59 pessoas, incluindo os passageiros de um autocarro e três carros que tentavam alcançar a outra margem do rio Douro.

 

cavaca

Desde Entre-Os-Rios até ao Porto em bicicleta, é de uma beleza rara e inconfundível, paisagens únicas que nos vão deixar saudades por muito tempo, não só pela tranquilidade das águas do Douro, como também pela maravilhosa paisagem circundante, que quando combinados geram o panorama ideal para momentos de tranquilidade inesquecíveis.

Já tenho saudades.

 

cavaca 14.

O Douro verde e carregado de vida, depois das vindimas, veste-se de uma harmonia exuberante em tons avermelhados e amarelos.

 

cavaca 15

E o Porto ali tão perto!

 

cavaca 16

A chegada estava mesmo ali, o percurso que nos propusemos pedalar estava concluido.

Esta chegada só foi possível graças a pequenas derrotas, elas contribuiram para a vitória.

 

cavaca 18

Sob a Ponte do Freixo, uma foto dos quatro intrépidos que tudo fizeram para estar aqui.

 

cavaca 17

E com o Por-do-Sol no nosso Douro...

 

 

cavaca 19

...umas boas barritas energéticas, e uns bons bidons de Borba de 2006...

 

 

 cavaca 20

...despedimo-nos do Porto e do Douro.

 

Mais uma vez, agradeço a todos os que de qualquer forma nos encorajaram.

 

Foi mais um grande dia de ciclismo, mesmo que as pessoas mudem ou as suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, para mais tarde compartilharem estes momentos

 

Sr. Palinhas, Guilhermino, e Medeiros, muito obrigado por me aturarem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 23:45


17 comentários

De jmedeiros a 06.11.2011 às 10:47

Magnifíco dia, magnifíca volta, magnifícos amigos, mais um dia que ficará imortalizado para sempre, mas ainda havemos de lá voltar outra vez!
As fotos do amigo Cavaca são de um profissionalismo impressionante, dizem quase tudo, mas falta o quase, esse "quase" só quem lá foi a pedalar é que pode constatar que a beleza da paisagem junto com o sofrimento e o companheirismo, ultrapassam quaisquer médias horárias, kms,condições atmosféricas!
A conclusão é: vale a pena viver até amanhã, para que seja possível lembrar o dia de ontem!
Medeiros

Obrigado amigo Cavaca,
Obrigado sr. Palinhas,
Obrigado Guilhermino
Obrigado a todos os que nos apoiaram à distância!

De jmedeiros a 06.11.2011 às 12:27

Cavaca já são 754kms em 8 voltas juntos este ano, e pensar que há 3 semanas, antes de irmos a Palmela eram só 260kms em 6 voltas!
Os 1.000 kms estão quase e o 10º lugar no topkms amigos também está muito perto!
Já tenho saudades do Porto...
Medeiros

De José Cavaca a 06.11.2011 às 21:46

Companheiro Medeiros, para quem afirma que não pratico ciclismo para evoluir e que sou uma pessoa pessimista, respondo apenas que o meu conhecimento sobre essas pessoas é de pessimista, mas a minha vontade e a minha esperança são de otimista.

Grande abraço

José Cavaca

De jmedeiros a 07.11.2011 às 14:56

Amigo Cavaca,
Poucos dias como este da ida ao Porto existem, mas felizmente são bons...
Vamos já planear mais uma jornada ciclística?
Muitos gostariam de ter participado nesta odisseia, mas do simples gostar ao empenho, sacrificio e dedicação que uma jornada destas implica vai uma grande distância!
Já agora aproveito para dizer que grande parte do gozo destas longas jornadas velocipédicas está na organização da logistíca, desde o transporte para o regresso, alimentação antes e durante, equipamento a usar, afinação da bicicleta, estudo do boletim meteorológico, enfim toda preparação necessária, o que faz que quando chega ao dia da viagem e encaixamos os sapatos nos pedais, o mais difícil já está feito e aí é é só dar ao pedal e desfrutar da paisagem e do companheirismo!
A conclusão é: vale a pena viver até amanhã, para que seja possível lembrar o dia de ontem!
Abraço do Medeiros e amigos pensem no que eu disse...
e esta viagem já ninguém nos tira...!

De jmedeiros a 07.11.2011 às 14:59

Dizer que o Cavaca não evolui?
Pois não, está em tal estado que já não há mais para evoluir!
Pessimista?
Com criticos de cinema e treinadores de bancada especificos só se pode ser pessimista em relaçao a estes!
Abraço
Medeiros

De António Caramelo a 06.11.2011 às 13:33

Invejável, muito invejável. E quem não tiver inveja destes valentes tem muito pior que isso. parabéns pela reportagem-adorei todas as fotos. imagino como seria pessoalmente.

De Carlos Cavalheiro a 06.11.2011 às 13:56

Bem isto é formidável. Esta é a minha "novela"! Todos os dias vejo este ecrã "Junta-te a nós" são as paisagens,as crónicas, o sentido de humor,os amigos diretamente envolvidos. Muito bom, se não excelente, Cavaca e intervenientes!
Agora um agradecimento especial para todos os contribuiram com este dia invejável.
É mesmo super,super!
Obrigado!
Carlos Cavalheiro

De José Cavaca a 06.11.2011 às 14:17

Meu bom amigo Carlos,,, Só há duas maneiras de viver a vida: a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse milagre. Ver este blog é facil, ver as voltas é ainda mais facil, mas por tráz de cada aventura há alguém que dá muita volta.
Adoro viver, adoro os amigos, adoro a natureza e juntar tudo, para depois passar 3 a 4 horas neste espacito e espelhar tudo o que nas voltas se pedalou.

Grande abração, e fizeste cá muita falta, principalmente naquela serra de 22km.

José Cavaca

De Ricardo Abreu a 06.11.2011 às 14:17

Mito Boas Companheiros

Ter Amigos assim... é... sei lá!!!! È Bom ter Amigos assim e pronto.

Fico muito orgulhoso destes feitos,e pena tenho que o trabalho e minha actual situação não me permita com mais facilidade fazer parte destes "desvaneios" que tão bem vão ao meu jeito, e mais orgulhoso ainda fico pelo Guilhermino que se muito bem o conheço, hoje ultrapassou uma barreira.

Treinos e metodos e isto e aquilo???? É preciso é ter vontade, e treinar mais é a mente para estes desafios.

Abraço muito forte ao Mestre Cavaca, Medeiros, Palinhas, em especial ao Guilhermino


Abraço a Todos

Ricardo Abreu

P.S.- Mestre Cavaca da próxima espero poder fazer parte, se por acaso não puder faça o favor de atender o tlm que um gajo fica preocupado..

De José Cavaca a 06.11.2011 às 22:01

Ricardinho, como sempre teus comentários têm muito de verdade, eu proprio não entendo como muitos amigos se privaram desta forma de ver e viver o ciclismo, quando eles mesmo apoiavam e participavam vivamente nestas iniciativas,,, mas, meus amigos, não abandonem as vossas ilusões, com elas podeis continuar a existir, mas deixais de as viver.

Obrigado amigo Ricardo

José Cavaca

De Marco Daniel Alves a 06.11.2011 às 15:09

Grande reportagem de uma grande aventura...
Espero continuar a treinar para poder futuramente acompanha-lo em aventuras deste género.

Muitos parabéns e um forte abraço...

Marco Daniel Alves

De José Cavaca a 06.11.2011 às 22:03

Amigo e jovem companheiro Marco, pelo que já vi está pronto para uma aventurazinha deste tipo,,, um pouquinho mais pequena, mas muito sedutora. Está atento à volta do proximo Sábado
Grande abraço

José Cavaca

De Marco Daniel Alves a 06.11.2011 às 22:14

No próximo sábado estou de folga... Se não tiver nada de ultima hora é para pedalar nesse dia.

Abraço

Marco

De helder Torres a 06.11.2011 às 19:44

Grande esforço, grandes atletas, grande reportagem,grande aventura.Os meus sinceros parabéns.

Um grande abraço

Helder Torres

De José Cavaca a 06.11.2011 às 22:07

Amigo Helder, como já referi muitas vezes, o senhor está há muito em dívida com a sua participação numa volta deste género, temos esperado muito pela sua presença numa destas aventuras,,, mas da proxima não pode falhar. Está fisica e mentalmente preparado para nos acompanhar, não vamos perdoar.


Um grande e forte abraço

José Cavaca

De Sílvio Ferraz a 07.11.2011 às 21:40

Muito bem, parabéns aos 4. Muito gostava de fazer o inverso.

Abraço

De Joao Rato a 20.11.2011 às 20:54

Esta do Porto surpreendeu-me mas foi uma excellente ideia. Creio até mais bonita e dura do que a ida a Lisboa! Fotos lindíssimas e sugestivas! Um abraço, JR

Comentar post