Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Manhã notável, cortês e alegre.

Domingo, 30.10.11

cavaca 1

A este pequeno grupo juntaram-se ainda o Sérgio Rodrigues, Zé Carlos, João Dias, e António Santos.

Com tantos companheiros o sofrimento é reduzido, a dor dividida, e a alegria é duplicada.

Houve aqui rostos que expandiram o meu contentamento, tais como o Alberto Martins, Helder Torres, Marco Alves, Fernando Mendes, Fernando Caetano, Steve Sá, António Silva, Bruno Fernandes, Guilhermino, Fernando Prata, António Sá, Ilidio, e Sérgio Rodrigues.  

Percurso: Covilhã, Sra do Carmo, Fundão, Alto da gardunha, Alcaide, Capinha, Três Povos, Monte do Bispo, Caria, Sra do Carmo, e Covilhã, totalizando os muito prometedores 98km.

 

cavaca 3

Manhã adequada para a pratica do ciclismo, em que a estrada foi pequena para tantos.

 

cavaca 4

Hoje, aproveitando a presença do nosso amigo Alberto, a reportagem esteve a seu cargo.

 

cavaca 5

Para trás ficava a cidade da Covilhã.

 

cavaca 6

E para trás ficavam os menos trepadores, eu também, é que os 130km de ontem notavam-se.

 

cavaca 7

Rolava-se agora para a cidade do Fundão.

 

cavaca 8

Alto da Gardunha.

Uma árvore em flor fica despida no outono. A beleza transforma-se em feiúra, a juventude em velhice e o erro em virtude.

 

 cavaca 9

Depois da bonita descida da Gardunha para o Alcaide, pedalava-se agora para a Capinha.

 

cavaca 10

Passagem sobre a Ponte Velha de Meimoa perto da Capinha.

Pensa-se que esta ponte granítica, popularmente apelidada de “Ponte Romana”, terá sido construída entre os séculos XIV e XVI.
Não obstante, segundo o saber local, aponta-se para uma construção idêntica datada do período Romano de ocupação do território, que integraria a via Capinha - Benquerença, sobre a qual a actual Ponte Medieval terá sido construída, e provavelmente, à sua imagem.
A Ponte é constituída por um tabuleiro em rampa, sustentada por nove arcos com diferentes dimensões.

 

cavaca 11

O nosso amigo Helder é já há muito um emblemático deste pelotão.

 

cavaca 13

O nosso amigo Marco Alves para lá pedala. (Brevemente foto no cabeçalho).

 

cavaca 14

E o Steve Sá, dá tudo o que pode,,, depois perde tudo o que tem!

Um verdadeiro talento.

 

cavaca 23

Há quanto tempo!!!

 Companheiro Sérgio, é fundamental que tenhas uma compreensão e uma percepção nítida do teu valor. Tens de ser tu, sem qualquer influência de outros.  Gostei de te ter novamente como companheiro.

 

cavaca 15

Pedalar também é arte.

O Hábito de pedalar pela Natureza, rompe muros invisíveis da rotina.

 

cavaca 16

Só quando perdemos o contato com o ritmo natural da vida, é que o escritório, a fábrica, o apartamento ou a casa passam a funcionar como modernas prisões.

Digam lá se não vale a pena deixar o vale dos lençois?

 

cavaca 17

Helder Torres, António Silva, Fernando Mendes, António Sá, e Steve, mostram aqui que a arte de pedalar, inclui a necessidade de manter o corpo em movimento.

 

cavaca 18

Para o cidadão moderno, os passeios em bicicleta, de uma, duas, ou três horas diárias, são exercícios eficientes de meditação e higiene mental.  Alguns alegam que não têm tempo para isso. O argumento é compreensível. O hábito de pedalar exige que se abra mão da rigidez e da imobilidade,,, e poucos possuem esse dom.

 

cavaca 19

Nestas voltinhas, o que interessa saber é se o ciclista tem coração para sentir, pernas para pedalar, e olhos para ver. Se não os tem, suas voltas são pura perda de tempo; em compensação, se os tem, poderá conseguir a maior alegria  percorrendo os campos para contemplar uma nuvem fugitiva, uma cerca, ou uma bonita rotunda solitária.

 

cavaca 20

Nos Três Povos parámos uma vez mais para cumprimentar quem nos cumprimenta sempre que por ali passamos.

A nossa FÃ nº 2,,, Ana Barbara, que ela própria diz ter quase 100 anos.

 

 cavaca 21

De novo a pedalar, agora a trepar para o Monte do Bispo.

 

cavaca 22

O convívio com os amigos, plantas e animais ensinam-nos que a inteligência universal está por toda a parte. Os pássaros também têm a sua linguagem. O vento sugere coisas. As árvores são seres evoluídos, o Cavaca e o Alberto fotografam.

 

 cavaca 24

Passagem em Caria,,, e o melhor registo tinha de ser do nosso Fernando Mendes.

 

cavaca 25

Chegamos ao ponto de Partida,,,

 

Por entre os choques da realidade, e as lições do dia-a-dia, conquistamos as vantagens da maturidade e entendemos que Tudo Valeu a Pena.

 

TERÇA FEIRA SAÍDA DA SRA DO CARMO AS 8H 30M.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:31


17 comentários

De jmedeiros a 30.10.2011 às 13:58

Bolas!!
Tantos???

De José Cavaca a 30.10.2011 às 18:59

Bolas!!! com um pouquinho de vontade podiam ser muito mais.

Abfração.

José Cavaca

De abel a 30.10.2011 às 15:14

Um pensamento aqui de Vesoul frança par vocês todos com o nosso amigo José tudo é fácil belo pelotão bela equipe grande abraço companheirão e amigo cumprimentos a familia
abel

De José Cavaca a 30.10.2011 às 19:01

Abel, uma vontade aqui de Portugal,,, gostavamos que tivesses estado presente nesta bonita manhã de Outono que mais parecia ser Primavera.

Grande abração e cumprimentos à família.

José Cavaca

De jmedeiros a 30.10.2011 às 16:45

Amigo Cavaca,
As tuas fotos sempre espectaculares e oportunas, os teus textos cada vez mais retocados e cada palavra é a mais pura das verdades, parabéns!
Já li livros tão afamados e recomendados mas que não têm nem 1/3 da beleza literária dos teus comentários, para quando um livro com as fotos e os textos desde magnifícos passeios de bicicleta???!!
,continua...
Um abraço do Medeiros

De José Cavaca a 30.10.2011 às 19:14

Companheiro e amigo Medeiros, hoje tive a ajuda preciosa do amigo Alberto. Quanto ao teu restante comentário, não tenho argumentos para responder ,,, o que posso dizer é o mesmo de quase sempre; Que tenhas muitos anos de ciclismo, perseguindo a roda da Solidariedade e a paz entre todos os amigos ciclistas... que assim seja a cada ano e para sempre!

Grande abração

José Cavaca

De Tony L a 30.10.2011 às 17:24

Boa tarde
Sem dúvida,,,, bonito de se ver... pelotão muito bem composto. Novos, menos novos e a meia idade...sempre presente....... sem dúvida adorei. Aqui e ali alguma ironia literária....Mas no vale do lençóis tasse bem, quando em boa companhia..
Boas voltas
As boas vindas aos regressados...
T.L.

De José Cavaca a 30.10.2011 às 19:30

Pois é,,, não há quem critique mais os outros, do que os preguiçosos depois de haverem satisfeito a sua preguiça!!! Irónico não é?

José Cavaca

De Tony L a 30.10.2011 às 20:42

Nada de irónico.... é mesmo certo... acertas te na "muche"...mas ainda bem que temos ironia e boa disposição...........e......muita preuiça.

T.L.

De Marco Daniel Alves a 30.10.2011 às 19:03

Sr. Cavaca, há muito que andava para pegar na minha bici e ir pedalar com vocês, foi hoje finalmente esse dia.
Tenho apenas a agradecer a simpatia e dizer que sempre que possa irei começar a pedalar com vocês com mais regularidade.

Marco

De José Cavaca a 30.10.2011 às 19:54

Companheiro Marco,o agradecimento vem muitas vezes da humildade e do reconhecimento de que sozinhos somos muito pouco ou quase nada. Atitudes são méritos, e foi isso que o amigo Marco fez, foi hoje finalmente pedalar na nossa companhia.
Quem tem que agradecer somos nós, agradecemos a tua amizade e por nos fazer sentir, que somos alguém com quem o Marco pode e poderá contar.

Grande abraço

José Cavaca

De Antonio Siva a 30.10.2011 às 20:18

Amigo Cavaca, Estou totalmente de acordo com o que o amigo Medeiros acaba de comentar.Em todos os rostos se vê um sorriso uma alegria em pedalar em conviver, não se viu ninguém contrariado, todos unidos com um único objectivo,o de pedalar e conviver, foi uma manhã magnifica. Até a Senhora que não sabe a idade teve um sorriso para connosco,5 estrelas.
Parabéns ao amigo Alberto pelas magnificas fotografias que tirou,(tem dote para fotografo).
A todos os companheiros o meu obrigado por esta magnifica manha de convívio, assim vale a pena.
Quero agradecer ao amigo Cavaca pela gentileza que teve em me trazer o cafézinho, são estes pequenos (grandes)gestos que fazem toda a diferença nas pessoas OBRIGADO.


Saudações ciclistas.


De José Cavaca a 30.10.2011 às 22:34

Amigo António, por algum motivo estive uns bons 10 minutos a pensar num título para este Post, que concluí ser o de, "Uma manhã notável, cortês e alegre", penso ter sido a melhor sintese para referenciar esta manhã, em que todos participaram de uma forma alegre e muito desportiva. Quanto à senhora, já tem toda a nossa simpatia, assim como ela, é simpática para com todos nós.
Quanto ao café amigo António, o importante não é a magnitude de nossas ações, mas sim a boa vontade nelas colocada. Muitas das ações são as melhores interpretações de nossos pensamentos.

Muito obrigado também pela sua presença nesta manhã, assim, tive o prazer de fazer algo por si.

Abraçoo do amigo Cavaca

De Helder Torres a 30.10.2011 às 21:47

Muito obrigado companheiros por mais esta magnifica manhã.Sois todos os maiores com o mestre Cavaca à cabeça.

Um abração para todos e até à próxima.

Helder Torres

De José Cavaca a 30.10.2011 às 22:50

Emblemático Helder, muito obrigado por pertencer ao grupo dos Maiores,,, são estas manhãs magníficas, são todos estes amigos participantes, são as descidas, são as subidas em que quanto mais um amigo sofre mais valor dá ao ciclismo, que nos fazem possuir uma vontade e um poder de ação, que se estende muito além dos nossos limites e capacidades. É por tudo isto, e não tenho qualquer dúvida, que por mim nenhum amigo pedala só.

José Cavaca

De Caramelo a 30.10.2011 às 22:55

Sr Cavaca, que posso dizer? simplesmente admirável. mais não posso porque fiquei sem palavras. parabéns por tudo e pelo bonito pelotão.

De carlos cavalheiro a 31.10.2011 às 09:37

Já é bonito ver um pelotão destes na net quanto mais na estrada.
Saúde e dias bonitos como o de ontem para pedalar na estrada.

Carlos Cavalheiro

Comentar post