Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hoje, de Covilhã por Proença-a-Velha.

Sábado, 29.10.11

cavaca 1

Coisas do destino,,, e ele, o destino, não anuncia peripécias.

Assim aconteceu, quis ele que hoje se reunissem o Guilhermino, José Cavaca, e Carlos Cavalheiro, três ciclistas que se conheceram há 25 anos numa prova em Verdelhos. Prova essa em que também conhecemos o nosso amigo João Rato.

Enfim, uma manhã com algum tempero nostálgico.

 

cavaca 17

Mas os feitos não se ficaram por aqui,,, este amigo, o Carlos Cavalheiro, saíu de Penamacor em bicicleta às 6h 45m da manhã para estar connosco nos Arcos às 8h 30m, hora da nossa saída para esta volta... e Carlos pergunta, não vem mais ninguém???

 Talvez, com este grande gesto, me suscitasse a lembrança de algumas pessoas,  pessoas e amigos que por meros motivos, renunciam a manhãs dignas desse nome, e da companhia destes amigos.  

Como têm dito,,, os ciclistas da AVIDESA são de outra têmpera!

 Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.

Bem-haja Carlos.

 

cavaca 2

Mas a estrada esperava por nós, e nós com vontade de a percorrer.

Passagem na cidade do Fundão.

 

cavaca 4

A seguir ao Fundão, a Serra da Gardunha.

 

cavaca 5

Serra da Gardunha, que há 16 anos o nosso amigo Carlos não trepava.

 

 cavaca 6

A chegar ao alto da Gardunha, uma imagem da nossa Cova da Beira.

 

cavaca 3

Passagem na freguesia da Orca.

 

cavaca 8

Chegada a Proença-a-Velha.

 

cavaca 10

Na Beira Baixa, no Concelho de Idanha-a-Nova, PROENÇA-A-VELHA é uma "Povoação com História", como quase todas, aliás, neste interior raiano.

Deixo um verso que muito gostei sobre esta aldeia...

Ó Proença pequenina
Duas coisas te dão graça
É a Torre do Relógio
E o Pelourinho da Praça.

 

cavaca 11

A seguir a Proença, uma estrada a lembrar o Alentejo em terras do interior.

 

cavaca 12

Pedrogão de São Pedro,,, boa terra, boas gentes.  Esta freguesia está situada na margem direita da ribeira de Taliscas, afluente do rio Ponsul. Dista da sua sede de concelho cerca 10,8 km.  José Manuel Landeiro, na sua obra “O Concelho de Penamacor na História, na Tradição e na Lenda”, revela que é desconhecida a época da sua fundação, bem como a origem da sua denominação. Todavia, e como indica o próprio nome da freguesia, terá, seguramente, derivado da antiga freguesia de S. Pedro, a qual , integrava, juntamente com as freguesias de Santiago e Santa Maria, o quadro de divisão administrativa da vila de Penamacor, no século XVIII, bastante alterado, em pleno século XX, dado aparecer representado através de um número de 12 freguesias.

 

cavaca 13

Seguiu-se Penamacor, daqui, ainda bem noite, saíu Carlos Cavalheiro ao nosso encontro.

 

cavaca 14

Quase tudo bom esta manhã, clima, ritmo, estradas, companhia,,,

 

cavaca 15

Tão bom ritmo que, feições são sinónimo disso mesmo.

 

cavaca 18

E o nosso Guilhermino já implorava pela "feijoada".

 

cavaca 16

Mas com 22 graus, Sol, e sem vento, o desejo era pedalar!

 

cavaca 19 

Mas esta simples, brilhante e marcante manhã, estava a terminar.

 Para sempre fica a postura de um grande homem.


cavaca 20
Neste local despedi-me do Carlos. Ele seguiu para Penamacor, eu para a Covilhã.

Foram 4 horas de bom ciclismo e boa companhia, quase tantas como eu dediquei a completar este Post, espero não ter ferido a moral de ninguém, é que neste mundo qualquer ação construtiva, costuma causar muito incómodo. 

 

Amanhã, mesmo condicionado por motivos de trabalho, vou pedalar.

 

SAÍDA DA SRA DO CARMO ÀS 8H 30M. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:55


8 comentários

De Ricardo Abreu a 29.10.2011 às 16:54

Muito Boas Companheiros

Apenas se me apraz dizer que a Humildade é um somatório de várias qualidades presentes no Homem, e que com alguma tristeza minha constato, que alguns Homens já a tiveram e neste momento, quer por influência de outros homens quer por simples abandono na dedicação ao culto da Amizade, a Humildade é uma qualidade que apenas assiste aos Homens, e estes sabemos sempre onde estão.

Mas... havia Homens de outra "tempras" que já foram tambem humildes!!! O tempo o dirá a vida dá muitas voltas, e todos chegaremos (faço votos nesse sentido) a velhos e continuaremos a dar as nossas voltinhas de bicicleta, e, talvez nesse tempo, a Humildade nos seja comum a todos.

Abraço a todos

Ricardo Abreu

De José Cavaca a 29.10.2011 às 19:59

Muito boas companheiro.
Apenas me apraz dizer, depois de ler este teu comentário, que há muita verdade nele. E é nessa verdade que basicamente assenta este post, pois como sabes, eu sou fã dos meus amigos,,, e sinto saudades daqueles que vinham! Daqueles que diziam que vinham... daqueles que aparecem a correr,,, enfim, parece que até a amizade está em crise.

Grande abraço

José Cavaca

De bcmantunes a 29.10.2011 às 18:54

Viva, meu caro amigo José Cavaca & Cª.
É de se lhe tirar o chapéu!
Sabemos que a Cova da Beira vista de qualquer ângulo proporciona impressionante contemplação.
A foto de Proença-A-Velha tem de ser destacada quanto mais não seja pelo belo verso.
É verdade, na Beira Baixa existem estradas com longas rectas.
Grande Cavalheiro! O tempo passa a amizade persiste!
Caríssimo, J. Cavaca, desejo tudo de bom. Foi um prazer visitar este espacito.
Grande abraço,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 29.10.2011 às 20:17

Meu bom amigo Belchior, é de tirar o chapeu a tão digno comentário.
Meu amigo, começo a sentir alguma dificuldade em descobrir lugares e terras por onde não tenha passado, isto no que se refere a esta região, mas vou tentando semana a semana descobrir algo de novo.
Grande Cavalheiro, posso dizer em tudo,,, pergunto-me a mim mesmo se haverá alguém aqui nesta cidade, incuindo eu, que tivesse a coragem de tal feito. São estes pequenos gestos que me acordam e me fazem recordar tempos passados, eram simplesmente mais verdadeiros, hoje é mais por interesses... A frase que muito bem o amigo escreve "o tempo passa e a amizade persiste", está em vias de extinção.
Caríssimo Belchior Antunes, foi um prazer estar consigo neste espacito, receba um forte abraço do amigo Cavaca, cá da Cova da Beira.

De bcmantunes a 29.10.2011 às 21:10

Meu bom amigo Cavaca. Tem arte e engenho para descortinar pormenores relativamente a todos sítios por mais vezes que as passagens sejam repetidas.
Que bom seria se o poste de candeeiro eléctrico fosse desviado deixando a torre do relógio, em Proença-A-Velha, desafogada. Já basta a barraquinha não poder ser desviada. Mas pode ser requalificada. Tanto o pelourinho como a torre do relógio são símbolos da Povoação.
É pena a inexistência de sensibilidade quando se pretende colocar um candeeiro, que tem importância, encostado a uma peça com tal significado.
Caríssimo, José Cavaca, não me leve a mal aproveitar este espacito para esta crítica.
Grande abraço,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 29.10.2011 às 21:30

Amigo Belchior, este espacito é todo seu, pena é que não haja muitos "Belchiors" por este País.

Pois é meu amigo, posso afirmar que há situações em que é mais complicado fazer mal, que bem. O mais caricato, é que o homem é dos únicos animais que consegue bater duas vezes na mesma pedra. Muitas fotos de aldeias que aqui público, são por vezes retocadas, incobrindo erros impensáveis tais como fios elétricos encostados a Pelourinhos, placas de transito aplicadas em museus e igrejas, Torres de igrejas servindo de suporte a isolantes de redes electricas, e tantas outras coisas que de momento não recordo.`

Mais uma vez obrigado pelo reparo que eu prórpio reparei e comentei nesta histórica aldeia de Proença-a-Velha.

José Cavaca

De Olá Cavaquinha a 29.10.2011 às 20:32

O tempo não pára! e há quem não pare no tempo, nem na estrada para acompanhar os amigos. No nosso tempo era inimaginável.

Abschied

De jmedeiros a 30.10.2011 às 10:30

Olá Cavaca,
Grande Carlos Cavalheiro, nada mais há dizer, aliás já disse tudo sobre ele no post de Covilhã-Palmela!
Abraço
Medeiros

Não quero ser como aqueles que "depois de casa assaltada, trancas à porta", mas se eu soubesse que o Cavalheiro estava na Covilhã poderia ter ido pedalar com vocês, fica para a próxima...

Comentar post