Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



De Covilhã por Santa Teresinha...

Sábado, 22.10.11

cavaca 1

Com firmeza e muito ânimo para suportar alguma insensibilidade que esta volta continha, apresentaram-se no Periferia às 8h e 30m, o Guilhermino, José Cavaca, e Bruno Fernandes.

 

cavaca

Perfil da Volta

 

 Fique a saber que  Casal de Santa Teresinha tem aproximadamente 20 pessoas, 80% dos quais se encontram reformados.
A população mais jovem resume-se apenas um casal com 3 filhos pequenos ainda na escola.
Recentemente houve uma melhoria na qualidade de vida com o alcatroamento da estrada, passando as descocações a serem feitas de maneira mais confortável e rápida. Tem a casa do povo, que abre esporadicamente aos dias de mais movimento. Como não há nenhum estabelecimento comercial as compras são feitas a um vendedor ambulante.
 

Pedalamos por, Paúl, Ourondo, Aldeia de São Francisco de Assis, Barroca Grande, Minas da Panasqueira, São Jorge da Beira, Casal de Santa Teresinha, Sobral de São Miguel, Pedras Lavradas, Unhais da Serra, e Covilhã.

 

cavaca 2

Saímos da Covilhã com temperaturas muito agradáveis.

 

cavaca 3

Já próximos do Paúl, a nossa Serra da Estrela como fundo.

 

cavaca 4

Vila do Paúl,  foi elevada à categoria de vila em 1989. A 24 km da sede de concelho, na vertente sul da Serra da Estrela, o Paul é uma das mais históricas e tradicionais freguesias do concelho da Covilhã e de Portugal.

 

cavaca 5

Seguiu-se Ourondo, nesta freguesia, situada na margem direita do rio Zêzere, e na margem esquerda da ribeira do Caia, se avistam os cumes da Estrela e da Gardunha, da serra da Cebola e, mais próximo, a serra da Maúnça.

 

cavaca 6

Obras na N512, e pelo que tivemos oportunidade de ver, vão deixar esta estrada muito convidativa a voltas por toda esta zona. Finalmente!

 

cavaca 7

Aldeia de São Francisco à vista. Começavam aqui as durinhas rampas desta volta. O nosso amigo Belchior já tinha avisado, se vai familiarizando connosco, ele próprio caracterizou esta volta como durinha.

Esta aldeia está situada na vertente sul da cordilheira montanhosa da Serra da Estrela, nos contrafortes sul da Serra do Açor, a uma altitude de 700 metros, tendo muito próximo o rio Zêzere. Antiga Bodelhão, a Aldeia de São Francisco de Assis, dista cerca de quarenta quilómetros da Covilhã, sede de concelho. Numa área que se aproxima dos vinte e três quilómetros quadrados, distribuem-se os lugares de Aldeia de S. Francisco de Assis , Barroca Grande e Parada.

 

cavaca 8

Mesmo a subir, depressa chegamos à Barroca Grande, é aldeia do Couto Mineiro das minas da Panasqueira mais importante, ficando aqui sitiada a sede da Beralt Wolframio.

 

cavaca 10

Parei para fotografar uma das maiores minas de volfrâmio da Europa.

A frente de prospecção está aqui na na Barroca Grande.

 

cavaca 11

E continuamos sempre a subir.

 

cavaca 14

Para finalmente descermos um pouco até São Jorge da Beira. Esta freguesia (Cebola) espraia-se na vertente da serra do Picoto de Cebola. Desconhecemos as origens de São Jorge da Beira. No entanto, pensa-se ser uma povoação antiga. Uma terra de pastores, carvoeiros, ferreiros. Terá servido de entreposto comercial de segunda categoria às rotas comerciais que pela Serra de Cebola passavam (Rota da Lã, Rota do Sal, Carvão…).

 

cavaca 15

E novamente a subir, agora rampas de 15% que antecedem a nossa Santa Teresinha.

 

cavaca 16

Bonita a nossa aldeia, como será Casal de Santa Teresinha às duas da manhã!!!

 

cavaca 17

Toda esta região,,, tão bela como dura para a pratica do ciclismo.

 

cavaca 18

Seguiu-se Sobral de São Miguel, antes era Sobral de Casegas. Passou a nominar-se Sobral de São Miguel depois do dia 27 de fevereiro de 1970 por Decreto-Lei n.º 69/70 de 27 de Fevereiro.Hoje em 2007 é uma aldeia que continua a ser agradável, com alguns jovens e menos jovens que resistem com coragem tentando guardar uma tradição. Aldeia típica de construções de xisto mesmo ao pé da serra do Açor, ideal para passeios pedestres e muito mais.

 

cavaca 19

Aqui começava a mais longa subida, agravada pelo "mau caminho" que liga esta povoação às Pedars Lavradas, nem parece que estamos no Sec. XXI.

 

cavaca 20

Alto das Pedras Lavradas. Aqui a 950 metros de altitude fazia frio.

 

cavaca 21

Passagem em Unhais da Serra. Aqui, sob forte chuvada, resolvemos ir para casa.

Manhã fabulosa de ciclismo, com uma volta totalmente sortida no que respeita a terreno.

Obrigado companheiros.

 

 

Amanhã há mais??? será que chove???

 

Na Boidobra às 8h 30m.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 06:53


8 comentários

De bcmantunes a 21.10.2011 às 22:07

Viva, amigo José Cavaca & Cª.
Esta volta parece-me curta e durinha. Acho que não conheço Casal de Santa Teresinha, ou não estive atento. Ainda há poucos anos fui a um restaurante que segundo informação fechou, no lado oposto às Minas da Panasqueira, na outra encosta da serra. Há bastante tempo que não passo na estrada entre Sobral e Pedras Lavradas. É pena que não se possa passear tranquilamente desde Ourondo, ou de Silvares pela estrada do Cabeço do Pião, percorrendo aquelas Aldeias Serranas.
Caríssimo, J. Cavaca, desejo que o passeio seja alegre, é sempre com agrado que visito este espacito.
Grande abraço,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 22.10.2011 às 21:28

Amigo Belchior, esta volta foi curta e durinha,,, o meu amigo começa a estar por dentro do assunto de metros acumulados, na maior parte das vezes é um grande indicador da dureza das voltas. Mas para o meu amigo também ficar a saber, esta pequena volta teve uma aproximação muito grande em termos de dificuldade, à nossa ída a Palmela. A diferênça esteve apenas nas horas em cima da bici.
Quanto à volta em si, é para mim uma das muito bonitas que se podem fazer na nossa região, pena é algumas estradas estarem em tão más condições, como é o caso da que liga Sobral de São Miguel às Pedras Lavradas.
Caríssimo Belchior, o meu e nosso muito obrigado pela visita a este espacito, receba um abraço destes amigos.

José Cavaca

De Joao Rato a 21.10.2011 às 22:32

Olá a todos.
Fico contente de ver esse grupo: com um Cavaca é bom, mas com dois é melhor!!

Um abraço,
Joao Rato

De Ricardo Abreu a 22.10.2011 às 17:59

Olha olha.... o Mafioso Italiano !!!!

Andas bem João ? Amanhã às 8h30 na Boidobra queremos-te cá e não há desculpas!!!! eh eh eh

Abraço Amigo

Ricardo Abreu

De abel a 22.10.2011 às 20:56

Olá amigo José que linda volta e belas paisagens volta que ainda não fizemos juntos espero que seja para a próxima vez grande abraço par vocês todos e principalmente par a família

De José Cavaca a 22.10.2011 às 21:33

Abel, estas paisagens não morrem, podem esperar por ti tempos infinitos,,, e fica certo, quando cá estiveres vamos fazer esta volta para ficares a conhecer esta região montanhosa.

Um grande abração e cumprimentos à família.

José Cavaca

De José Cavaca a 22.10.2011 às 21:37

Companheirão e amigo João, fico contente por saber que ainda nos visitas,,, é que há muito nada sabia de ti e teus familiares. Já tinha telefonado, enviado mails,mensagens e respostas negativas.

Um grande abração, e esperamos que nos faças uma visita para a dita voltinha.

Abração

José Cavaca

De jmedeiros a 22.10.2011 às 21:58

Olá Cavaca,
Deitei-me a pensar em vos fazer uma surpresa nas Pedras Lavradas, mas sinceramente não me apetecia muito sofrer na montanha e com o fio que anunciava a meteorologia!
Fui fazer turismo até à Guarda e regressei, com temperaturas de 27ºC e mesmo na Sé da Guarda estavam uns agradáveis 22ºC, a continuar assim amanhã poderá estar bom tempo, os meteorologistas nunca acertam!?
Para finalizar fica este pensamento, Fátima e Porto...
Abração do Medeiros

Comentar post