Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Covilhã, Fátima

Domingo, 25.09.11

cavaca 1

Este foi o grupo que saíu da Covilhã às 7h 30m de Sábado rumo a Fátima, e que muito me orgulho de ter feito parte. Correu tudo como planeado, nem um furo, nem uma avaria, e o mais importante, não houve quedas. Contribuiram para que fosse um fim de semana inolvidável, o nosso super animador Carlos o condutor, António Lebre, António Dias, eu o Cavaca, Zé Carlos, António Silva, e João Dias. Mais tarde juntaram-se o Raposa Velha, Medeiros e seu irmão Luis Medeiros. 

Percurso: Covilhã, Pedras Lavradas, Vide, Ponte 3 Entradas, Avô, Vila Cova de Alva, Coja, Secarias, Arganil, Gois, Portela, Ponte do Sotão, Golpilhares, Lousã, Miranda do Corvo, Meroucinhos, Cerejeiras, Cerradas, Venda das Figueiras, Freixianda, Rio de Couros, Caxarias, Mosqueiro, Vila Nova de Ourém e Fátima.

 

cavaca 2

Com o nascer do Sol, as primeiras pedaladas e um espírito inflexível de chegar a Fátima.

 

cavaca 3

Com temperaturas e Sol um pouco mais altos, a animada etapa corria de feição.

 

cavaca 4

Imagem do nosso veículo de regresso, com o nosso grande comediante e animador Carlos.

Colega que sempre participou de uma forma muito animadora e alegre na nossa aventura.

 

cavaca 5

A chegar à Ponte das 3 Entradas juntaram-se, Medeiros, Raposa Velha, e Luis Medeiros.

 

cavaca 6

O inegável registo da passagem pela Ponte das Três Entradas.

 

cavaca 7

Passagem em Avô. É considerado uma das mais belas localidades portuguesas, tendo por esse motivo sido escolhida a sua fotografia para capa do livro de arte As Mais Belas Aldeias de Portugal. É aqui que começa um percuso que se estende até Gois, pelo qual tenho uma admiração absoluta. É realmente de uma belaza rara.  

cavaca 8

Passagem na ponte de Coja.

É outra de tantas e bonitas aldeias por onde pedalamos, pertencentes ao concelho de Arganil, e banhada pelo cristalino Rio Alva, num local abençoado pela natureza e pelo fresco ar do rio.  Esta é uma povoação de origens bem remotas, com vestígios de ocupações Romanas e Muçulmanas, para aqui atraídas pela fertilidade dos solos e pela exploração de minérios.  Sabe-se que aqui existiu um Castelo anterior à nacionalidade, situado fronteiriço à actual povoação, entre o Rio Alva e a foz da Ribeira da Mata, que terá sido destruído por alturas da reconquista Cristã.

 

cavaca 9

Com tamanha beleza, confraternização, e ritmo em harmonia, nem se dava pelos quilómetros.

 

 cavaca 10

E num ápice encontravamo-nos em Arganil. É sede de um município com 332,13 km² de área e 12 973 habitantes. O município é limitado a norte pelos municípios de Penacova, Tábua e Oliveira do Hospital, a nordeste por Seia, a leste pela Covilhã, a sul por Pampilhosa da Serra e por Góis e a oeste por Vila Nova de Poiares.

 

cavaca 13

E em Gois a nossa primeira paragem.

Este Concelho, pela sua natureza rural, tem muito para dar aos visitantes que chegam ao concelho.
O rio, principal elo de ligação de todo o Concelho, dá aos visitantes e veraneantes uma paisagem deslumbrante, desde a terras altas da freguesia do Colmeal até ao Cerro da Candosa (freguesia de Vila Nova do Ceira), local onde se despede do Concelho de Góis para dar entrada no da Lousã. As praias fluviais, servidas pela bela paisagem circundante e pelas límpidas águas do Ceira são frequentadas, na época de Verão, por milhares de turistas e de residentes.  Mas, além do rio, também a montanha está presente, permitindo passeios, tanto de automóvel como a pé, ou mesmo de bicicleta ou moto para os amantes da natureza.

 

 
cavaca 11

Repor alimentos líquidos e sólidos é importante, mas a grande quantidade de Bolos e Natas Gigantes oferecidos pela Padaria Dias, contribuíram para que o peso à partida fosse inferior à chegada.

 

cavaca 14

De novo a pedalar, e sempre com uma Natureza admirável à nossa volta....

 

cavaca 15

Chegava-se a Miranda do Corvo... lindíssimo.

 

cavaca 20

Desde esta réplica do Cristo Rei, tinha-se uma bonita panorâmica de Miranda do Corvo.

 

cavaca 19

É uma vila sede de Concelho localizada no Distrito de Coimbra junto à Serra da Lousã. Trata-se de uma vila muito antiga com foral desde 1136, de D. Afonso Henriques.

cavaca 16

Aqui em Miranda, e após um almoço convívio, o registo do grupo de ciclistas que até aqui pedalou junto.

 

cavaca 18

Depois, as despedidas ao Medeiros e Luis que tinham pela frente o regresso a Seia.

De nós todos, um muito obrigado pela grande vontade manifestada por estes dois irmãos em nos acompanhar neste evento.

 

cavaca 21

No dia seguinte, a estrada esperava-nos.

 

cavaca 24

E nós, com grande ânimo depressa chegamos a Vila Nova de Ourém.

 

cavaca 25

António Dias na subida final para Fátima.

 

cavaca 26

António Silva gastava as ultimas calorias.

 

 cavaca 27

O nosso animado e animador Carlos não nos faltava com nada.

 

cavaca 28

E restava pouco para o concretizar de um sonho para os nossos jovens João Dias, António Dias, e António Lebre, que pela primeira vez se deslocaram a Fátima em bicicleta.

 

cavaca 29

A foto que vai ficar na memória de todos os que tornaram possível este evento.

Obrigado Fernando Dias pela bonita colaboração.

 

cavaca 2

Parabéns ao João Dias...

 

cavaca 3

António Dias...

 

cavaca 1

E António Lebre.

 

cavaca 6

Ao companheiro António Silva, o nosso Bem-Haja pela sempre jovem e boa companhia.

 

cavaca 5

E este sou eu,,, tirei muitas fotos, contei algumas anedotas e olhei para muitos lados!

 

cavaca 4

Para o Zé Carlos, vai a minha admiração pelo que fez durante um ano, e que tornou possível esta aventura que se imaginava impossível.

FORÇA COMPANHEIRO. (Para o ano voltamos) 

 

cavaca 30

E com os traseiros em novos e confortáveis selins, vamos prá Covilhã.

 

Agora, vamos planear a ída a Lisboa.

 

Um abraço para todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 21:11


16 comentários

De bcmantunes a 25.09.2011 às 23:20

Viva, meu caro amigo José Cavaca & C ª.
Amigo Cavaca, deixe-me enviar-lhe o meu obrigado pela descrição que fez sobre Côja e Avô. Para mim é fácil concordar com o que diz sobre o que podemos observar ao longo da EN342. Acrescento; Ao longo da EN230 desde a Covilhã até Lousã e arredores.
Quanto à ida a Fátima ainda bem que tudo correu bem!
O amigo Zé Carlos, que estreou um capacete, não se esqueceu dos já fiéis companheiros pastéis de nata. Não direi que seja uma imagem de marca, mas incentiva a implementação de uma rota dos pastéis de nata.
Pelos vistos gostaram das curvinhas na subida de Góis para a Lousã!
Caríssimo, J. Cavaca, foi um prazer estar neste espacito.
Saudações cordiais,
Belchior Madeira Antunes

De jmedeiros a 26.09.2011 às 11:45

Amigo Belchior,
obrigado por tudo e o seu nome foi falado no almoço em Miranda do Corvo!
Vai ser dificil voltar a passar em "Arganil-Goís-Lousa-Miranda do Corvo", pois vou-me lembrar dos companheiros desta Ida a Fátima!
Medeiros

De António Lebre a 25.09.2011 às 23:49

Embora em duas etapas, finalmente concretizei um sonho e cumpri uma promessa de há muito. Era para ser feita com um companheiro, o Sérgio Geada, que infelizmente já não está entre nós, mas que levei sempre no pensamento. Agradeço aos que tornaram possível realizar este sonho, José Carlos, Cavaca, o companheirismo de António Silva, a boa disposição do Motorista DiscoJokey Carlos, a companhia dos Manos Medeiros, mas quero realçar a coragem dos dois Homens mais novos o João Dias e António Dias.

António Lebre

De jmedeiros a 26.09.2011 às 11:42

Amigo Lebre e demais companheiros (Cavaca incluído!),
Seja em um, dois ou mais dias, o que está em questão é traçar um objecivo e lutar para o atingir, o que foi conseguido na plenitude, os meus parabéns a todos!
A minha vontade era acompanhá-los até Fátima, se bem que os 91kms do regresso de Miranda do Corvo até Seia, a juntar aos 100kms até então realizados não tornaram o passeio fácil, especialmente para o meu irmão que nunca havia passado a barreira dos 100kms.
Fátima não é só lá chegar, Fátima é o próprio percurso que se pedala até la chegar, as emoções, a companhia e tudo que fica para além das fotos, é o convivío de várias gerações que só o cilcismo torna possível e traz à tona, parabéns a todos!
abraços dos Medeiros

Uma ida a Fátima é como o próprio nome diz, "Ida a Fátima"

De jmedeiros a 26.09.2011 às 11:46

CAVACA OBRIGADO !
Vamos lá marcar a ida a Lisboa!
Abraço
Medeiros

De De:Antonio Silva a 26.09.2011 às 12:10

Mais dois belos dias de boas pedaladas, na companhia de fantásticos colegas, cansado sim, mas sem "stress", onde mais uma vez me apercebi que a bicicleta é um verdadeiro veiculo que nos une e não um veiculo que nos separa, que "fricções", aqui ou ali.
Mas uma grande virtude tem!!!.Fortalece as verdadeiras amizades e desmascara aquelas que apenas têm interesses subjectivos, ou de ocasião.

Saudações desportivas.

De Ricardo Abreu a 26.09.2011 às 15:52

Muito Boas Companheiros

Foi com enorme orgulho e alguma "saudavél inveja" que fiz questão de estar presente à hora marcada no local de partida desta vossa ida a Fátima.

Nos vossos rostos podia ver-se boa disposição e espirito de equipa, numa unica palavra traduziam AMIZADE.

A ti Cavaca e para que todos saibam estou em divida para contigo, e muitas foram as lágrimas que me correram quando recebi a tua mensagem, mas tenho muito prazer para com esta divida que tenho contigo, pois se fossem € talvez não pudessemos ser Amigos.

Abraço a todos


Ricardo Abreu

P.S.- Assim é que é bonito ver todos os comentários devidamente identicados pelos respetivos autores.

De jose carlos a 26.09.2011 às 18:30

Boa tarde Zé.

Boa tarde também companheiros/amigos que fizeram deste fim-de-semana 2 dias especiais, parece até que já fazia-mos estes passeios á anos todos juntos tal foi a forma como correram.
Para mim em especial que á 1 ano atrás pensava apenas em voltar a andar de bicicleta, e que tive o prazer de comentar aqui no nosso blog que ir ao (Fundão) para mim já significaria tanto como uma ida a Fátima.
Quero também vos dizer que não foi fácil, mas a evolução deveu-se á persistência e boa teimosia da minha parte, muitos treinos de 30 minutos apenas sempre de olho no pulsometro, depois foram ganhado km, até que comecei a acreditar que esta viagem seria possível, assim como a primeira vez destes meninos de 14 anos que foram homens por 48 horas e deram provas de companheirismo e boa educação.
Aproveito também para agradecer ao Sr. António e Sr. Lebre pela óptima companhia. Ao amigo Carlos (motorista) que eu já conhecia e tive uma grande honra em o levar connosco e nos poder presentear com a sua boa disposição, enfim coisas boas que passaram a correr….! Aos manos Medeiros também uma palavra de admiração. E ao sr Belchior também envio um grande abraço e mais uma vez nem o capacete que o meu irmão me emprestou lhe escapou……!
Amigos. Companheiros. cicloturistas em geral os objectivos são traçados por cada um de noz seja com distancias longas ou curtas, sejam feitas em 1, 2 ou até 3 dias, o importante é trabalhar para os atingir e para depois podermos pensar nos seguintes, sem dedicação nada se consegue e quero vos dizer que este ano foi de muitas conquistas da minha parte começando pela vossa amizade, pois já conheci muita gente nova e com muitas qualidades.
Obrigado amigo Cavaca.

Grande abraço a todos.~

José Carlos

De jmedeiros a 26.09.2011 às 20:48

Parabéns sinceros Zé Carlos!
Luis e Jorge Medeiros

De bcmantunes a 26.09.2011 às 22:22

Viva, amigo Zé Carlos!
Parabéns pelo que tem feito.
A frase junta-te a nós, é perfeita!
Um homem não é nada sem outro!
Caríssimo, Zé Carlos, é sempre um prazer estar aqui convosco neste espacito.
Grande abraço,
Belchior Madeira Antunes

De Fã nº 01 a 28.09.2011 às 01:32

Olá Zé Carlos, Cavaca e todos os desportistas que participaram de mais uma aventura de fim de semana. Quero parabenizar a todos pela boa forma e companheirismo. Ao Zé Carlos (em especial) pela boa forma e não só, pois a cada semana, a cada mês e acada ano que o vejo nas fotos do blog, o acho mais bem disposto, bonito e certifico-me que sou eu a sua Fã nº 01.
Aos ciclistas iniciante como o João e António, que ele (Zé Carlos) sirva de exemplo de perseverança e disciplina, pois a Fé sem a atitude de nada vale. Beijinhos e parabéns a todos... um bem grande e especial ao Zé Carlos.
Da Fã Nº 01

De fernando santos a 26.09.2011 às 20:27

Queria dar os parabéns a todos pelo excelente passeio que fizeram,em especial ao meu irmão pelo desempenho e coragem que teve ao longo deste ano na recuração e preparação para este passeio a Fatima.
Uma palavra para os mais novos, que foram simplesmente fantasticos!
Gostei imenso de estar com todos voces, pela amizade e pelo companheirismo que se viveu neste passeio.

Obrigado amigo Cavaca, conta sempre comigo
Fernando Santos

De Fã nº 01 a 28.09.2011 às 01:39

Realmente Fernando!
Parabéns ao Zé carlos.
Parabéns também ao Cavaca pela excelente reportagem e pelas excelentes fotos.
Abraços a todos.
Fã Nº7 01

De José Cavaca a 26.09.2011 às 20:52

Companheiros, amigos, comentaristas, cicloturistas, e seguidores deste espacito...estou em dívida com todos pelo excelente fim de semana que me ofereceram!

Quando se lembra o passado com gratidão, concluímos que foi bem aproveitado, neste caso não tenho a menor dúvida, mas o que mais admiro é que ninguém fez nenhum esforço por isso, tudo aconteceu com naturalidade, desde os pequenos heróis de 14 anos ao nosso amigo António Silva, quero agradecer o ambiente que criaram, fazendo desta viagem a Fátima, uma etapa que jamais esquecerei. Ninguém recebe o prémio sem primeiro fazer por isso, o meu "abraço" vai também para os que não nos puderam acompanharam na estrada, mas estiveram connosco de uma ou outra forma. Espero não ofender ninguém.

Ricardo Abreu-Família de António Sá-Belchior Antunes-António Simões-Helder Torres-Paulo Lourenço-Amigo Teixeira de Coimbra-Fernando Dias e família-e como é óbvio a minha família.

Que importa o tempo? Há amigos de oito dias, e indiferentes de muitos anos.

José Cavaca

De bcmantunes a 26.09.2011 às 22:10

Viva, meu caro amigo José Cavaca & C ª.
É sempre com imenso agrado que visito este espacito!
Isto hoje foi comovente!
A minha admiração por vós cresce dia a dia.
Até quem ficou de fora estará agradavelmente satisfeito por ter corrido tudo como todos esperavam, ainda bem!
Com almoço em Miranda do Corvo, uns pastéis de nata… Todos dizem que gostaram. Foram dois dias de festa!
Agradeço a vossa lembrança, as fotos sempre seleccionadas a preceito.
Todas as regiões do nosso interior são bonitas! A proximidade de um rio acrescenta beleza.

http://rouxinoldepomares.blogs.sapo.pt/431595.html

Caríssimo, J. Cavaca, foi um prazer estar neste espacito, muita saúde para todos.
Saudações cordiais,
Belchior Madeira Antunes

De Lourenço a 26.09.2011 às 21:30

Caros companheiros ciclotorista

Apesar de nao estar presente fisicamente, sempre vos acompanhei no pensamento.
Assim se faz alegria de se vencer obstaculos, Sr Antonio que parece um jovem quando pedala, da Lebre que parece que nao se cansa, dos "juniores" que ja homens, do Sr Jose Carlos que apesar de pouco pedalar na usa companhia, para mim é um exemplo de vida e força de vontade pelo que se passou no ultimo ano, pelos Medeiros que devoram Kms e claro o Mestre Cavaca que me da muita força para continuar a pedalar embora o tempo por vezes seja escasso.

De qualquer forma um grupo somos todos. O forte ajuda o fraco e o valente ajuda o timido.

Um homem so é grande quando ajuda os outros a terminarem a metas que ambos se determinaram a cumprir.

Abraço a todos e espero pedalar com voces em breve.

Para quem ja nao se recorda, aqui vai o lema que eu sempre dizia:

"Vem pedalar conosco e traz mais um"

LOURENÇO

Comentar post