Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Volta mágica e inédita.

Sexta-feira, 29.07.11

cavaca 1

Nem parecia um dia de semana.

Juntaram-se na Sra do Carmo às 8h 30m, Fernando Mendes, Zé Carlos, José Cavaca, Fernando Feijão, Chico Mendes, David Fernandes, Kevin Sá, e Fernando Caetano que nos esperava em Orjais.

Ninguém deu por mal empregue o tempo que disponibilizou para esta volta "mistério", em que a estrada mágica entre Famalicão da Serra e Gonçalo, totalmente desconhecida por nós, foi toda uma surpresa. A beleza da Serra harmonizada com as rampas de 20%, subestimaram todo e qualquer esforço.

Percurso: Covilhã, Orjais, Vale Formoso, Valhelhas, centro de Famalicão, Gonçalo, Belmonte, Caria, Peraboa, Ferro e Covilhã.

 

cavaca 3

A minha chegada à Sra do Carmo registada pelo David Blanco, manifesta alguma nostálgia.

 

cavaca 5

Até a presença do amigo Feijão foi cooperante na lembrança de velhos tempos.

 

cavaca 6

Mas a vontade de pedalar era muita, e a estrada esperava ansiosa por nós.

 

cavaca 7

Passagem em Vale Formoso, e Kevin mostra qualidades de fotógrafo.

 

cavaca 9

Fernando Mendes comanda grupo na subida para Vale Formoso.

 

cavaca 10

Passagem no centro de Valhelhas, localidade pertencente ao concelho da Guarda, situada num lindíssimo vale, na margem esquerda do rio Zêzere e na direita da Ribeira de Famalicão, rodeada por uma paisagem serrana de vegetação fértil.
Valhelhas é uma povoação de origens bem antigas, tendo por aqui passado diversos povos que elegeram o seu fértil vale e rios como importantes meio de subsistência, como os Lusitanos, Iberos, Celtas, Cartagineses, Romanos, Bárbaros, Alanos, Visigodos e Muçulmanos.
Na Idade Média, Valhelhas foi doada à Ordem do Templo e aos seus frades, e posteriormente à Ordem de Cristo.

 

 cavaca 11

À saída de Valhelhas tomámos uma bonita estrada para o centro de Famalicão.

 

cavaca 12

Nessa mesma estrada, não resisti em registar uma imagem real, característica e fascinante.

Quantas histórias este rosto nos contaría...

 

cavaca 13

Perto de Famalicão juntaram-se dois colegas que não cheguei a saber o nome. Colegas esses que foram subir para o alto de Famalicão pela estrada mais difícil. Agradeço a esses colegas que me enviem o nome, e nos informem em que condições essa durinha subida foi feita.

O nosso grande abraço.

 

cavaca 14

A nossa passagem em Famalicão da Serra. Situa-se na zona do Zêzere, fazendo fronteira com as freguesias de Fernão Joanes, Seixo Amarelo, Gonçalo e Valhelhas. Esta freguesia, com uma área total de 16 km2, dista a 18 km da sede de concelho.
Esta freguesia é um dos maiores aglomerados do concelho da Guarda, contudo encontra-se prejudicada por se encontrar implantada num vale, à ilharga da estrada municipal, mas mesmo assim não deixamos de lá passar.

 

cavaca 15

Aqui o momento em que deixamos a N18-1, para entrar numa verdadeira estrada aventura.

 

 cavaca 16

Vimos informações sinaléticas de 10%, quando na realidade tem 20%,,, agora acredito que os declives em Portugal estão errados.

 

cavaca 17

Que maravilha!!!


 

cavaca 18

A meio da encosta já se avistava Gonçalo.

O nome da Vila de Gonçalo poderá ter tido origem em Gonçalo Peres, Mestre da Ordem de Alcântara, a quem pertenceu o termo de Valhelhas até ao Reinado de D. João I. Outeiro, foi a localidade que deu origem a Gonçalo.

Consta que os seus habitantes ofereceram grande resistência aos Romanos e outros povos invasores, pois a própria etnografia da Região mostra e documenta a presença dos Mouros, sobretudo pela existência de lugares como o Castelo dos Mouros, a casa da Moura e as lendas relacionadas com tesouros escondidos e lobisomens. É provável que a ocupação Romana tenha introduzido a cestaria em Gonçalo, aproveitando as vergas e os salgueiros que crescem por todo o lado em redor de ribeiros e riachos. Daqui irradiou para todo o País, pois podemos encontrar um cesteiro Gonçalense em qualquer cidade de Portugal!

A actual Vila de Gonçalo, pertenceu ao concelho de Valhelhas, que recebeu o Foral de D. Sancho I em 1188 e veio a ser extinto em 1855. 

 

cavaca 19

Centro da bonita Vila de Gonçalo.

 

cavaca 20

Passagem em Belmonte.

Para quem não sabe, Belmonte é um Concelho quase tão antigo como a Nacionalidade.

A vila de Belmonte teve foral em 1199 e está situada no panorâmico Monte da Esperança (antigos Montes Crestados), em cujo morro mais rochoso foi construído nos finais do séc. XII o seu castelo que juntamente com os castelos de Sortelha e Vila de Touro, formaram até à assinatura do Tratado de Alcanices (1297), a linha defensiva do Alto Côa, apoiada na retaguarda pela muralha natural da Serra da Estrela e pelo Vale do Zêzere.

 

cavaca 2

Há anos que não vestia esta camisola que me acompanhou na minha primeira ída a Lisboa.

Que sensibilidade !!!

 

cavaca 22

E um modo diferente de terminar esta bonita manhã...

 

cavaca 21

...fomos levar a casa o Fernando Mendes,,, e suspirou, "que bonita volta esta".

 

DOMINGO HÁ MAIS.

(Vamos às Cortes e Bouça)

 

SAÍDA DOS ARCOS ÀS 8H 30M.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:18


17 comentários

De jmedeiros a 29.07.2011 às 14:22

Belas fotos, aliás como sempre, mas a escolhida é a do sr. já com alguma idade e a preto e branco.
Foi uma volta nostálgica, com a camisola do Alardo, ou seria petardo?.
Cavaca, tudo de bom para si e familia.
Um abraço do Medeiros

De José Cavaca a 29.07.2011 às 19:10

Companheiro e amigo Medeiros, então como vai esse ciclismo??? Gostei dessa do "petardo", já foi tempo! Esta é daquelas voltas que não sabes nada do que está pela frente, e então tudo é novidade, e quando assim é não há muro que nos detenha!

Grande abração, e gostei do rosto daquele homem.

José Cavaca

De jmedeiros a 29.07.2011 às 21:28

Amigo Cavaca,
Por aqui vou carregar baterias e amanhã vou voar, coisa que não me agrada nada, mas...
A descoberta e a novidade motivam-nos, mas temos que apreciar também o que já conhecemos, é assim que devemos saborear a vida.
Tomara nós chegar à idade do senhor da foto e ter aquela saúde e fibra.
Até breve
Um abraço do Medeiros

De David Fernandes a 29.07.2011 às 15:08

que volta esta...magnífica!!em grande companhia, temos que levar mais malta para a subida de Gonçalo e que subida....aquele abraço

De Anónimo a 29.07.2011 às 15:19

Olá Zé..
Boa tarde……..
Acho que fui enganado hoje…. Essas subidas não são para mim…. Achei a estrada linda.. mas para a apreciar melhor tenho de ir lá de carro.. porque de bici…. A subir… vamos com a corda na garganta… a desçer…. Temos de ir concentrados… pois é muito perigosa…
De qualquer forma… foi bom fazer uma subida destas e testar as capacidades.. se bem que o pulsometro disparou…. Para 156 btm….
Agradeço também a vossa companhia..
Grande abraço.
Zé Carlos

De José Cavaca a 29.07.2011 às 19:31

Ó Zé!!! acho que andas a passar dos limites,,, e não são as subidas as culpadas, mas sim tu, porque se eu venho a pisar o risco, tu levas risco e riscados na frente!!! Nós queremos que o Zé Carlos nos acompanhe por muitos anos, lembra-te que a tua pulsação real anda camuflada.

Grande abração.

José Cavaca

De José Cavaca a 29.07.2011 às 19:14

David Fernandes, o nosso trepador... pensei que não tinhas notado a inclinação,,, agora temos que fazer aquela subidinha que os outros dois amigos foram trepar, e pelas informações é tipo Ramela!

Grande abraço, e grato pela tua companhia.

José Cavaca

De David Fernandes a 30.07.2011 às 11:55

a foto ficou bem com o equipamento do SCC...tomará eu ser trepador, para tal tinha de treinar muito mais...mas gosto de subir uns montes e aquele de gonçalo para famalicão não tarda tenho de o fazer, só que tenho uma certeza, que uma parede terei de trepar !! abraçao amigo cavaca

De Ricardo Abreu a 29.07.2011 às 21:58

Tu andas é a pedir uma valente malha... andas andas!!!

Abraço

De David Fernandes a 30.07.2011 às 11:56

ricardo aquelas subidas para ti são um figo, aquele abraço

De De um amigo a 29.07.2011 às 16:23

Afinal é tão fácil, quando se quer e há vontade, pode-se fazer companhia, disfrutar dos amigos e das paisagens, e o mais importante, fazer ciclismo de muita maneira, o Kevin Sá que o diga, mesmo em época de competições também se pode pedalar com amigos.
Afinal é tão fácil, não inventem desculpas!

De José Cavaca a 29.07.2011 às 19:17

O amigo esqueceu de referir, quando se pode. À, e também esqueceu dizer o seu nome, porque estou ficando farto de anonimátos.


José Cavaca

De Sergio Valadares a 29.07.2011 às 17:41

Olá amigo Cavaca,

Os dois colegas, são o Sérgio (Tartaruga) e o Perpetuo, que fizeram a dita parede com um sorriso na cara, mas de esforço.

Agradeço desde já o conselho que nos deu, (para subir devagar) é sem duvida um parede com inclinações na ordem dos 23% para quem tem 39 - 27, imagine a dor de pernas quando chegamos lá em cima.

Não se esqueça do convite para o final de Setembro.

De José Cavaca a 29.07.2011 às 19:21

Olá Sérgio, penso que é o colega que cumprimentei. Gostei dessa do sorriso, eu ainda não tive o "gosto" de a subir, mas está para muito breve, é que as indicações que tenho, é relativamente mais fácil que a subida da Ramela, sendo a Ramela apenas mais longa.

Agradeço muito o vosso convite, mas como o informei, é muito possível que nessa altura eu esteja pedalando pelo Algarve.

Um grande abraço, e apareçam muito mais vezes.

José CAvaca

De SILVA a 01.03.2016 às 14:09

BOM DIA, lindas paisagens, que pode vêr desta bela região que n‼8o conheço, pedia o favor de me encontrarem o contacto de VITO MANUEL de SOUSA MENDES que é professor e reside em Caria Belmonte, e lhe deiam o meu contacto!sou o AMERICO DE FRANCE; obrigados e bem haja.

De José Cavaca a 02.03.2016 às 17:14

Amigo Silva, já enviei mensagens para descobrirem o seu amigo Vitor... assim que tenha conheciento ei entro em contacto. Um abraço.

De José Cavaca a 02.03.2016 às 17:33

Amigo Silva,,, o numero de contacto do Professor Vitor Manuel é 965092061. terá que marcar indicativo. Abraço e espero ter sido útil. Abraço-.

Comentar post