Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Alma ciclista em estradas verticais.

Quarta-feira, 27.07.11

cavaca 1

Às 8 horas saíram da Sra do Carmo, Fernando Caetano, António Silva, David Fernandes, Chico Mendes, e eu José Cavaca, para uma volta em que a beleza foi sinónimo de rigor e insensibilidade.

 Percurso: Covilhã, Orjais, Gaia, Benespera, Demoura, Carvalheira, Sortelhão, Guarda, Maçainhas, Barragem do Caldeirão, Corujeira, Trinta, Fernão Joanes, Valhelhas, Orjais e Covilhã, totalizando 118km.

 

cavaca 2

Boa disposição, e 24 graus às 8 horas isentaram-nos de aquecimento.

 

cavaca 3

Em Belmonte passagem sobre o Rio Zêzere.

 

cavaca 4

Primeiras rampas na Benespera, uma aldeia da Beira Alta, pertencente ao distrito e concelho da Guarda.
Localiza-se num vale bastante acentuado, como que num poço, rodeado por serras que lhe limitam a profundidade da linha do horizonte. Tudo à sua volta é serra, e nós confirmamos.

 

cavaca 6

Nós já no cume da Benespera,,, mas uma estrada sem melodia estava à nossa frente.

 

 cavaca 7

Visiveis os 3 colegas que compadecem nos 20% de inclinação... eu fiquei a fotografar.

 

 cavaca 8

Quase no cruzamento da estrada que nos levaria a Demoura.

 

cavaca 9

Os trepadores passearam-se com a nossa companhia.

 

cavaca 10

E de "postre", a subidinha até Demoura, mas as paisagens matavam o ácido lático.

 

cavaca 11

Para trás íam ficando metros de estrada contados ao milímetros.

 

cavaca 12

Entrada em Demoura.

 

cavaca 13

Demoura é uma pequena povoação situada a 850 metros de altitude, a 8km da cidade da Guarda, e com cerca de 80 habitantes.

Aldeia plana, muito verde, e com boas redes viárias.

 

cavaca 14

E em Panoias a cidade da Guarda já se avistava.

 

cavaca 15

Passagem no ponto mais alto da volta, Guarda.

 

cavaca 16

Ainda há poucos dias por aqui passamos, mas em sentido contrário.

 

cavaca 17

Se há pouco foi o ponto mais alto do dia, este é o mais agradável à nossa vista.

 

 cavaca 18

Passagem na barragem do Caldeirão.  Está situada no concelho da Guarda, o projecto de construção foi feito em 1988 e a barragem foi inaugurada em 1993. Tem como objectivo o abastecimento de água e a produção de energia. É feita sobre as águas do rio Mondego.

 

cavaca 19

Em Valhelhas esperavam-nos Nuno Marques e Bruno Fernandes que nos fizeram companhia até à Covilhã.

 

cavaca 20

Termino com uma foto ao grupo que concluiu a volta na totalidade, e como fundo duas árvores muito curiosas,,, a junção das duas ao longo dos anos, fez uma aliança perfeita. Poderá haver mais casos iguais, mas não conheço.

 

 

SEXTA FEIRA SAÍDA DA SRA DO CARMO ÀS 8H 30M.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:27


4 comentários

De Ricardo Abreu a 27.07.2011 às 15:34

Muito Boas Colegas

A lamentar nesta volta é que o carro de apoio com o abastecimento solido "Donuts" tenha chegado apenas no final da etapa, acho que se tem de arranjar outro motorista, isto assim nao pode continuar.

Que "saudavel inveja" sinto quando por vós passo...

Abraço a todos

RA

De José Cavaca a 27.07.2011 às 19:02

Ó Ricardinho, e que bem souberam aquelas gotinhas de água, acertas-te em cheio na minha pessoa! Tens que aparecer mais vezes, pois as poucas que apareces é na hora certa!

Um grande abração, e outro para o Márito.

José Cavaca

De bcmantunes a 28.07.2011 às 22:28

Viva, meu caro amigo José Cavaca & C ª.
Que maravilha!
Com tanta beleza no horizonte nem custa tanto subir a 20%.
Realmente um final assim só mesmo naquele sítio.
Caríssimo, J. cavaca, é sempre com prazer rever alguns dos locais e estar neste espacito.
Saúde para todos,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 29.07.2011 às 20:22

Viva meu amigo Belchior!!! Com tanto elogio, ainda me estragam. Amigo Belchior, este espacito tem como base os amigos que me acompanham, eles são os alicerces deste nosso jornalinho, e o meu bom amigo já é uma efetiva peça deste blog, que tanto nos orgulhamos de organinar e actualizar quase diariamente. É sempre um prazer ver aqui os nossos seguidores comentar os nossos passeiozinhos.

Muito obrigado por suas cativantes palavras.

Um grande e forte abraço de todos nós.

José Cavaca

Comentar post