Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



1ª Volta das Barragens,

Domingo, 17.07.11

                           distinta e elegante.

cavaca 1

Palinhas, Fernando Prata, Guilhermino, António Silva, Chico Mendes, Helder Torres, José Cavaca, António Sá, Fernando Mendes, e António Raimundo Silva,  foram os colegas que se apresentaram na Sra do Carmo ás 8 horas para esta gentil volta, volta proposta pelo amigo António Silva Raimundo que, desde logo merece o nosso aplauso e continuidade. Por distintas razões e por ser Domingo, alguns colegas foram regressando mais cedo, sem transitar pelas quatro barragens.

 

 cavaca 2

E vamos para a estrada, porque algumas "barragens" aguardavam por nós.

 

cavaca 3

À vista a primeira desta manhã, a do Sabugal.

 

cavaca 4

E à barragem do Sabugal chegaram o Cavaca, António R. Silva, António Sá, Bruno Palmeirão que se juntou a nós no T. das Bruxas, Fernando Mendes, Chico Mendes, Fernando Prata, Guilhermino e António Silva. Regressaram mais cedo o Palinhas e o amigo Helder.

 

A Barragem de Nossa Senhora da Graça, ou geralmente chamada de Barragem do Sabugal está localizada no Sabugal, distrito da Guarda.

Características Hidrológicas.

Área da Bacia Hidrográfica - 130 km2

Precipitação média anual - 1248 mm

Caudal de cheia - 569 m3/s

Período de retorno - 1000 anos

 

Características da Barragem

Aterro - Terra zonada

Altura acima da fundação - 58,5 m

Cota do coroamento - 794 m

Altura acima do terreno natural - 56,5 m

Comprimento do coroamento - 1005 m

Número de banquetas a jusante - 2

Volume de aterro - 1894 x 1000 m3

 

cavaca 5

De novo na estrada, agora pedalava-se rumo à Malcata.

 

cavaca 6

Mas antes da Malcata, os três António juntos...

António Silva, António Sá, e António Raimundo Silva.

 

cavaca 8

O registo da pausa na Malcata, com a Barragem da Sra da Graça como fundo.

Presentes o Fernando Prata, Bruno Palmeirão, António Silva, Guilhermino e Cavaca.

Extinguiram-se, Chico Mendes, António Silva, Fernando Mendes e António Sá.

 

cavaca 9

Pedalava-se agora com muito vento rumo ao Meimão.

 

cavaca 11

Bruno veio mais tarde,  mas facilitou e ajudou na nossa tarefa.

 

cavaca 12

O nosso Guilhermino, sofrimento dissimulado.

 

cavaca 13

António Silva, o mestre desta original e durinha volta.

 

cavaca 14

E Fernando Prata, um dotado e finalizador desta robusta voltinha.

 

cavaca 16

Próximo de Penamacor e entre as localidades de Meimoa e Meimão, na orla da Reserva Natural da Serra da Malcata, encontramos aBarragem do Meimão. Possuidora de bons acessos ao longo do seu perímetro e de uma vegetação e arborização luxuriantes, as águas limpíssimas são convidativas ao lazer e prometedoras de excelentes pescarias. As espécies piscícolas predominantes são o achigã, a boga e a carpa. Nos últimos anos a população de carpas tem vindo a aumentar, começando a rivalizar com a das bogas que, inicialmente, constituíam o grosso das capturas.

 

cavaca 17

Chegaram até à barragem do Meimão, os mesmos elementos da Malcata.

 

cavaca 18

De novo a rolar, agora com vento a favor rumo à Capinha.

No Escarigo regressaram a casa o Guilermino, António R. Silva, e Bruno Palmeirão.

 

 

cavaca 19

Chegada à ultima barragem, a da Capinha.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:27


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.