Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Avidesa

Terça-feira, 12.07.11

 

cavaca 1

 

Recordar também é pedalar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 08:30


7 comentários

De jmedeiros a 12.07.2011 às 11:15

Olá amigo Cavaca,
Grandes malucos com juízo, felizmente correu tudo bem e já tenho algo para contar aos meus netos, mesmo que ficasse aleijado e nunca mais pudesse pedalar já tinha a "barriga cheia"!
Eu não quis fazer inveja a ninguém, mas sempre foi um pensamento que tive desde a primeira hora em que começei a pedalar e também a seguir as "crónicas do blog do Cavaca", agora acalmou, que se seguirá depois? , agora só se for uma viagem de vários dias, mas eu ainda hei-de tentar ultrapassar os 300kms num único dia em autonomia total, talvez os 350kms!
Ainda me custa a acreditar que fui capaz, só a partir de Leiria ao km 160 é que me mentalizei que ia conseguir e graças ao Fernando (ida a Portalegre, Abraço Serra Estrela, Leiria, Lisboa e várias outras) que me apoiou incondicionalmente desde a primeira hora em que eu o desafiei no dia 2/ de Julho 2011 ( a semana anterior), o Fernando foi incansavel nesta longa jornada, lembro que tem quase menos 10 anos e menos 20kgs do que eu, obrigado Fernando!
Obrigado Cavaca, por tudo que me transmitiu, Sábado o Cavaca também esteve em Lisboa comigo, no meu pensamento.
Descanse que em Outubro vou consigo a Palmela(sem alterações)
Um abraço do sempre seu amigo Medeiros

De jmedeiros a 12.07.2011 às 11:30

Conseguiu reunir os Bravos Avidesa 1987?
Recordar é pedalar, dessa ninguém ainda se tinha lembrado, o que interessa é que estão todos bem de saúde e a pedalar.
Abraços a todos!
Medeiros

De José Cavaca a 12.07.2011 às 13:22

Companheiro e amigo Medeiros, é do meu conhecimento a comoção que se tem ao concluir uma jornada histórica como essa, e a ultima vez que a concretizei, em 18-10-2008, foram 302km à média de 27,8km/h, chegamos pelas 18 horas a Palmela, eu e o Rogério ainda queríamos pedalar mais, havia ainda muita força reservada. Já a tinha feito sozinho em 1995, é muito mais cansativo. Os meus cordiais e verdadeiros parabéns, e concordo com o que disse em relação aos netos,,, eu não os tenho, mas é um dia inesquecivel e que fica na retina para toda a vida.

Quanto à Avidesa, não consegui reunir todos na estrada, porque na alma jamais se separarão,,, faltava o Paulo, mas como a vontade era tanta, reuni no photoshop.

Muito grato pela visita e pelo reparo, um abraço também ao Lourenço.

José Cavaca

De jmedeiros a 13.07.2011 às 09:16

Amigo Cavaca,
A minha ida a Lisboa foi inspirida pelas suas idas a Lisboa, não se esqueça disso, também não tenho netos.
Não queria deixar de partilhar consigo e com os amigos algumas das expressões mais absurdas que ouvi em relação à minha ida a Lisboa, desde amigos, vizinhos, colegas, enfim...

-"Foram pela auto-estrada?", só me apeteceu responder: não, pois ainda não recebi o Dispositivo Electróncio de Matrícula!

-"E voltaram de bicicleta?", como se o ir já não fosse o bastante, até parece que desvalorizam só a ida!?

-"Onde almoçaram?", como se fosse necessário parar uma só vez e ingerir um leitão inteiro, numa volta destas é mais importante parar várias vezes e ingerir pequenas porções de sólidos e liquídos.

Claro que houve perguntas consistentes tais como, se não nos doeu nada, quantas horas, quais as dificuldades encontradas, o trânsito, se fui sozinho, enfim...
Abraço
Medeiros

De Carlos Cavalheiro a 12.07.2011 às 18:14

Vamos pensar que basta estarmos vivos e quiçá no Natal ou noutra altura combinada possamos reeditar esse passeio!

Carlos Cavalheiro

De Lourenço a 12.07.2011 às 22:18

Força AVIDESA.

De jmedeiros a 15.07.2011 às 13:34

http://jmedeiros.blogs.sapo.pt/145897.html?view=419305#t419305

De jmedeiros a 15 de Julho de 2011 às 13:28
Amigo Helder,
Obrigado pelos elogios, tem razão querer é poder e quando vejo colegas que tem mais capacidades do que eu mas não têm o tal querer, chego a pensar o que eu faria se tivesse a capacidade deles...
Lembro que começei a pedalar há 23meses, com 36 anos e 100kg e que desde então fiz 15.000kms.
As provas internacionais não digo, mas que o chegar a Lisboa depois de 300kms me fez pensar nos meus objectivos ciclistícos, fez!
Eu disse ao Fernando: " E agora, o que temos para fazer depois disto?"
Tenho que começar a pensar em 500kms em 2 dias ou então quem sabe nos 350kms em um único dia, mas por agroa quero é descansar um pouco e carragra as minhas baterias nos açores.
Um grande de abraço e só me lembro daquela vez que furou ao meu lado no dia 14 de Fevereiro de 2010, nunca esqueça que o Cavaca foi o meu grande ídolo e motivador, foi ele que me deu força e razão para mudar de vida, deixar o tabaco, o ócio e começar uma vida saudável.
Jorge Medeiros

Comentar post