Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Calor humano de Pomares,

Sábado, 25.06.11

                                    excede os 40º da estrada. 

cavaca 1

Fizeram questão de participar nesta quente e festiva manhã, Venâncio, Carlos Amaral, Miguel Galvão, António Castanheira, Palmeirão, Guilhermino, Jorge Medeiros, Simões, Fernando, Zeca de Loriga, e Cavaca.

Percurso: Covilhã, Unhais, Teixeira, Vide, Ponte 3 Entradas, Avô, Anceriz e Pomares. O regresso foi praticamente o mesmo percurso, só não fomos a Anceriz. 

Este grupo de ciclistas, desejou enriquecer com uma gotinha, essa fertilidade de Cultura local que nos cheirava a quilómetros. Sem a cultura e a liberdade relativa que ela pressupõe, a sociedade por mais perfeita que seja, não passa de uma selva. É por isso que toda a criação autêntica é um dom para o futuro. Parabéns pelo trabalho que todas as gentes destas aldeias têm feito. Muito obrigado Sr. António Manuel Silva, Glória Marques e acompanhantes, pela carinhosa recepção.  Voltarei com mais tempo.


 

cavaca 2

Saída da Covilhã às 7h 33m. Sol já ía alto e temperatura de 22º.

 

cavaca 3

Como diz o ditado, "vamos prá festa".

 

cavaca 5

Passagem na Teixeira...

 

cavaca 4

...onde tomei esta panorâmica.

 

cavaca 6

Entrada em Vide,,,

 

cavaca 10

e grupo de Medeiros ja na nossa companhia.

 

cavaca 9

Como sempre, Vide convida a uma boa foto.

 

cavaca 11

Rolava-se já rumo à Ponte das Três Entradas.

 

cavaca 12

Aqui já pouco faltava para se virar à esquerda para Avô.

 

cavaca 13

Entrada em Avô.

 

cavaca 14

Tempo para umas fotos.

 

cavaca 15

Até uma com o companheiro e amigo venâncio.

 

cavaca 16

E mais uma à Praia Fluvial. Muito estranho é a água ter uma cor preta.

Razão para não haver ninguém na água. Lamentável.

 

cavaca 17

Mas Pomares esperava por nós, pés nos pedais e rumo a Anceriz.

 

cavaca 18

Anceriz, há 4 anos que não pedalava por aqui.

 

cavaca 19

E eis Pomares e a tão famosa, bonita e original Ponte onde hoje pedalei. Que apetitosa praia. Estas águas nada têm a ver com as de Avô, se fosse necessário até se bebia.

 

Pomares - Há cheiro de rosmaninho no ar!

Tomei a liberdade de colocar uma bonita foto de Pomares, tirada pelo amigo António Silva.

 

 

cavaca 22

Até a banda musicou a nossa chegada, ou que alegre coincidência.

 

cavaca 21

Não podia deixar de registar um momento mágico,,, a foto com o amigo António Silva.

Pouco tempo, mas vi muito desta ilustre personalidade.

Razão tem o amigo Belchior, é uma pessoa 6******.

 

cavaca 23

Grande ambiente festivo se vivia em Pomares, mas não podiamos ficar, faltavam 75km de calor abrasador até à Covilhã.

 

cavaca 24

Pés nos pedais, bicis na estrada, e passagem novamente em Avô.

 

cavaca 25

Já na N230.  "Vimos da festa". A história está quase terminada.

 

cavaca 27

Para trás ficou uma memorável manhã, e por trás daqueles montes,  gentes que tudo fazem para bem de outras gentes.

 

Um dia, pode ser que o mundo acorde e seja como POMARES.

 

cavaca 26

Agora está na hora de descansar,,, porque amanhã há mais.

 

AMANHÃ, SAÍDA DA SRA DO CARMO ÀS 8H 30M.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 16:31


13 comentários

De Antunes a 25.06.2011 às 18:48

Lindíssimo, obrigado amigo Cavaca. Parece que fui convosco.
Cumprimentos a todos.

De José Cavaca a 25.06.2011 às 19:52

Pois, mas se tivesse ído talvez gostasse mais, pelo menos bebia uns litrinhos de água. Amigo Antunes, é com muito agrado que faço estas voltas "visita", mas, conhece o provérbio "Nem Deus agradou a todos?. Há dias assim.

Grande abraço

José Cavaca

De Lourenço a 25.06.2011 às 19:54

boas.

Que saudades de pedalar com voces. Belas imagens com muita alegria.

Grande abraço.

De José Cavaca a 26.06.2011 às 20:38

Lourenço!!!
Fizeste muita falta, é que começas a ser um efetivo nas voltas, e quando não apareces já se nota.

Grande abraço.

José Cavaca

De paulo jesus a 25.06.2011 às 20:27

Ola pessoal,bonita volta mas do que mais gostei de ver foi a praia de Pomares e o descanso do sempre bem disposto João! Abraço

De José Cavaca a 26.06.2011 às 20:40

Ó Paulo, mas quando é que nos acompanhas numa destas divertidas voltas? Não leves a vida de ciclismo tão a sério! qualquer dia nem te conhecemos. Á, e nem aprecias estas bonitas figuras dos antigos amigos...

José Cavaca

De jmedeiros a 25.06.2011 às 21:20

Maravilhoso passeio, pensei já não existirem pessoas nem localidades tão puras, genuínas e hospitaleiras como Pomares,a voltar em breve !
Obrigado a todos que nos receberam e ao sr. Rouxinol e sr. Belchior.
Medeiros

De José Cavaca a 26.06.2011 às 20:41

Medeirosssss!

Só para dizer que algumas das mais marcantes voltas, o Medeiros está sempre presente. Penso que isso diz tudo.

Grande abraço

José Cavaca

De jmedeiros a 27.06.2011 às 14:51

Marcante é a presença do Cavaca que arrasta literalmente todos atrás de si!
Sempre que puder estar presente em corpo, conte comigo e com os meus amigos, porque de alma eu estou sempre lá!
Abraço
Jorge Medeiros

Amigo Cavaca, Obrigado por todo o seu apoio na estrada, na vida e no blog!
Cavaca: um exemplo e uma lenda viva, como ser humano e como ciclista!
Todos podemos, como eu já disse várias vezes: "O único limite do ser humano é a mente, basta pensar e querer para alcançar" .
Medeiros

De bcmantunes a 25.06.2011 às 22:01

Viva, meu caro amigo José Cavaca.
Com o calor que estaria àquela hora, provavelmente, hoje dava jeito que a santa Luzia e o S. Francisco de Assis ajudassem a subir a N230 até às Pedras Lavradas.
Mais sorte tinha o Amigo Medeiros apenas com 36 Km pela frente até Seia.
O amigo Cavaca tem o dom de saber dizer as palavras adequadas a cada momento.
Citação:
«Para trás ficou uma memorável manhã, e por trás daqueles montes, gentes que tudo fazem para bem de outras gentes.
Um dia, pode ser que o mundo acorde e seja como POMARES». Fim de citação.
Acrescentaria; POMARES, Arganil, Coimbra, Portugal.
Apesar de cansativo, também é um belo passeio para andar de bici. Tem um contra… Para quem vai da Covilhã, desce, tem de subir, se não tiver boleia de volta. Quando já estão 70 e tal Km nas pernas. Com muito calor ainda pior.
A festa continua em Pomares, Arganil.
Será bem recebido quem visitar Pomares, Arganil, Coimbra.
A praia fluvial tem um esmerado serviço de bar que serve refeições e um parque de campismo. Pomares, Arganil, é já ali!
Caríssimo, José Cavaca, desejo que o passeio à Nossa Senhora das Preces corra muito bem.
A todos, muita saúde,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 26.06.2011 às 20:48

Meu bom amigo, nem Santa Luzia nem S. Francisco,,, o que me valeu foi a grande força que vem dessas terras e gentes, é de estimar pessoas que não me conheciam de lado nenhum, observar a receptividade que me foi feita. Foi, é e farei tudo para continuar a ser, um dos meus metodos de praticar ciclismo, "Conhecer Terras e gentes das Beiras." Que surpresas tão agradáveis tenho tido, e que gratificante tem vindo a ser,,, só lamento a falta de apoio por parte até de colegas de ciclismo.

Só me resta uma vez mais agradecer tudo o que o Belchior tem sido para comigo,,, também sem me conhecer, parece que o conheço há muitos anos.

Grande abraço

José Cavaca

De voz do goulinho a 26.06.2011 às 09:29

Caros Amigos não estive com vosco no terreno mas acreditem sempre vos tive no meo pensamento tenho grande ademiração por todos vós sei que pedalar com 40º não será nada facil tambem sei que Pomares sabe receber gosto muito daquela freguesia minha visinha e tambem tenho um carinho muito grande pelo meu amigo António Silva.
Caro Cavaca obrigado pelas voltas que dá na minha região a vossa passagem pelas nossas terras tambem nos dá alegria.
Um abraço do tamanho do mundo e que Deus vos ajude em todas as vossas voltas.

António Assunção

De José Cavaca a 26.06.2011 às 20:53

Meu bom amigo António Assunção, acredite que sempre pensei ter uma surpresa am Pomares, que o Belchior e o amigo nos aparecessem á frente dos olhos,,, mas fica para uma proxima, e pode que seja muito em breve.

Faça os possíveis para no Sábado dia 2 estar em Vale de Maceira.

Um grande abraço, e um agradecimento muito especial pela sua frase, uma das mais bonitas que se pode esperar,,,que Deus vos ajude em todas as vossas voltas.
José Oliveira Cavaca

Comentar post