Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Da Covilhã ao Cristo Rei.

Sábado, 18.06.11

cavaca 2

Cavaca, Pedro, Cabaço, Guilhermino, Palmeirão, Venâncio, Lourenço, e Jorge Chorão, foram os que cumpriram na totalidade esta volta de sonho. A saída foi da Sra do Carmo às 7h 30m e pedalamos por, Orjais, Guarda, Rapoula, Freixedas, Malta, Pinhel,  C. Rodrigo e alto da Serra da Marofa, mais propriamente à replica do Cristo Rei. O regresso foi pelo mesmo trajeto, totalizando 214km.

Manifestamos por este meio a nossa gratidão ao amigo Cabaço e amigo Pedro, por se deslocarem de Castelo Branco para nos fazerem companhia neste digno dia de ciclismo e aprazível convívio,,, e como dizia o amigo Cabaço, assim é qualidade de vida.

 

cavaca 1

Foto tirada na cidade da Guarda, onde o amigo Jorge Chorão nos aguardava. 

Regressaram mais cedo à Covilhã o Fernando Caetano e Simões.

 

cavaca 3

As primeiras pedaladas revelaram que a tarefa não sería complacente.

Muito vento de frente, desde a partida à Marofa.

 

cavaca 4

Passagem pela Gaia.

 

cavaca 5

Inicio da primeira objecção do dia, a subida para a Guarda.

 

cavaca 6

E era na cidade da Guarda que o nosso amigão Jorge Chorão nos esperava.

 

cavaca 8

Já na N221 rumo a Pinhel que já se avista.

 

cavaca 9

À saída de Pinhel já se via bem o alto da Serra da Marofa

 

cavaca 10

E a bonita descida para o Rio Côa.

 

cavaca 11

Junto ao Rio, uma refrescante fonte sacia-nos a sede, e abastece bidons.

 

cavaca 13

 Segunda dificuldade séria e a mais aguardada, a subida para o Cristo Rei.

 

cavaca 12

Cabaço e Pedro, hoje os bravos do pelotão.

 

cavaca 14

Bonita panorâmica da linda subida, e da agradável estrada quase sem transito.

 

cavaca 15

Alto da Marofa é mesmo ali.

 

cavaca 16

Os ultimos 3,8km até Cristo Rei, bem durinhos.

 

cavaca

Chegamos, não bastaram as pedaladas para nos levaram ao objetivo, cada pedalada foi um objetivo.

 

cavaca 17

 Obrigado por terem enriquecido este dia de ciclismo com a alegria da vossa presença.

Com a vossa companhia, foi fácil pedalar cada milímetro dos 214000 metros.

 

cavaca 18

De nova para a estrada, aguardavam-nos mais 107km. Cabaço no circulo.

 

cavaca 22

O amigo Pedro foi uma agradável mota que assemelho ao moto Palmeirão.

 

cavaca 21

O nosso amigão Lourenço com mais uns retoques fica fino. Quem diria.

 

cavaca 19

Novamente Pinhel à vista.

 

cavaca 20

Entre Pinhel e Guarda, finalmente vento favorável.

 

cavaca 23

Entrada na cidade da Guarda, aqui o nosso amigo Jorge deixava-nos.

 

cavaca 24

À passagem por Belmonte, Zé Carlos vem ao nosso encontro com o lanche.

Obrigado também pela companhia na parte final da volta.

 

cavaca 25

Deu para todos, até o amigo Cabaço lhe chamou uma delícia.

Pequenos gestos do Zé,,, grandes atitudes. Um modo bonito de participar no dia.

 

cavaca 26

Ultima foto do dia,,,

Foi com grande prazer que tornei este sonho realidade, valorizado pela companhia!

Obrigado a todos os que de qualquer forma participaram neste dia.

... e não esqueças,

obstáculos, é o que vês quando tiras os olhos do objetivo.

 

TERÇA FEIRA HÁ MAIS CICLISMO.

Volta da Barriosa.

 

Saída do Períferia às 7h 30m.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 18:55


21 comentários

De KiLas a 18.06.2011 às 21:38

Bonito de se ver.
Simplesmente fantástico, companhia de excelência. Intercambio ciclistico Castelo Branco-Covilhã, que se repita mais vezes,,, com mais gente.
Bem hajam camarada Cabaço e Pedro apareçam mais vezes.
Restantes companheiros é sempre bom desfrutar os km percorridos na vossa companhia.
Hoje regressei mais cedo,,,, não me sentia bem fisicamente,,, 15 dias parado por motivos de saúde é o que dá... engorda e agora para perder três kg é problemático.

Saudações

De José Cavaca a 19.06.2011 às 11:16

Ó Kilas, bem que tinha razão ser uma volta de sonho,,, e foi também um sonho de volta.

Com companheiros assim, dava-se a volta ao mundo!


José Cavaca

De bcmantunes a 18.06.2011 às 21:52

Viva, meu caro amigo José Cavaca & C.ª.
Mais uma excelente volta cumprida.
Foram e voltaram em apenas 26 fotos... Foi rápido!
Vocês fazem isto com uma alegria que até parece que é fácil. Por isso é que o alto da Marofa é já ali.
Eu pedalo por fora, mas contem sempre com a minha companhia.
Caríssimo, J. Cavaca, foi um prazer estar aqui e revisitar estes caminhos. Agora, para Figueira de Castelo Rodrigo vou sempre por Almeida.
Abraço,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 19.06.2011 às 11:25

Meu bom amigo, que excelente volta, esta é daquelas que fica para mais tarde recordar e repetir. Amigo Belchior, coloquei aqui 26 fotos, mas a vontade era colocar as 130 que registei, quase fazia um filme.

Gostei da sua referencia "Por isso é que o alto da Marofa é já ali", mas faltava o pior(melhor), porque quanto mais sofrida a subida, melhor sabe o prémio.
Quanto a ir para C. Rodrigo por Almeida, já quase todos fazem esse trajeto, pois é menos curvoso, só que para ciclismo é mais divertido por Pinhel. Mas inda estivemos para vir por Almeida, e se fosso hoje assim sería, pelo menos era diferente.

Grande abraço, e uma vez mais grato pela companhia neste espaçito.

José Cavaca

De bcmantunes a 19.06.2011 às 21:14

Viva, meu caro amigo José Cavaca.
Com a facilidade com diz as coisas até parece que as faz(em) com a facilidade de beber um copo de água.
Por Almeida também há uma SUBIDITA... Quer num sentido quer no outro entre o cruzamento da estrada N324 e Almeida. Vindo de Almeida é mais difícil.
Devem ser uns 3 Km e tal de bom subir. A inclinação é demolidora.
Caríssimo, J. Cavaca gostei de estar neste espacito.
Abraço,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 19.06.2011 às 21:58

Companheiro Belchior, já fiz essa subida em bici há cerca de 3 anos com um colega de nome Rogério,,, e que volta demos nesse dia, é que depois de Almeida fomos direitos a Vilar Formoso e Covilhã.

Grande abração, e Terça Feira vou até Pomares!

José Cavaca

De Antunes a 18.06.2011 às 22:21

Está claro assim se compreendem alguns comentarios
Com tão brilhantes passeios até eu vos invejo.
parabéns a todos é um regalo vir aqui passear.

De José Cavaca a 19.06.2011 às 11:29

Está bem claro sim senhor amigo Anunes, mas como alguém dizia, morre 1 nascem 2.

Grato pela visita, e cuidado que vem aí o calor, e essa zona é o Inferno.

Um abraço.

José Cavaca

De PPedro Barroca a 18.06.2011 às 23:32

1 passeio espectacular com paisagens lindíssimas (Maravilhosa a vista do alto da Marofa) e com excelente companhia, ingredientes que fazem disto de dar desenfreadamente ao pedal 1 habito para toda a vida.
Obrigado aos amigos António Cabaço e José Cavaca pela oportunidade de fazer parte desta espectacular aventura que estou certo que foi a 1ª de muitas.

De José Cavaca a 19.06.2011 às 11:37

Companheiro Pedro, foi uma volta lindíssima, melhor é difícil,,, mas para isso contribuiram os intervenientes. A vossa companhia foi a cereja no topo do bolo, foi um prazer conhecer o Pedro, mas nestas circunstâncias foi muito melhor. O Cabaço já conhecia, essa moto de alta cilindrada.
Espero que como dizeis, esta fosse a primeira de muitas, já sabeis mais ou menos os nossos objetivos e forma de pedalar,,, e como muito bem diz o Cabaço,"" pedalam pelas estradas, pelo puro prazer de pedalar, de forma lúdica e praticando cicloturismo, uma palavra que poucos gostam de ser conotados"". Gostei.

Um grande abraço amigo Pedro, e voltaremos certamente a encontrar-nos.

José Cavaca

De António Lebre a 18.06.2011 às 23:48

Grande "Passeio", parabéns a todos, mas em especial para o amigo Lourenço que está a ficar "fininho"...

Lebre

De José Cavaca a 19.06.2011 às 11:41

Ó Lebre, esta estava a teu alcance,,, até uma raposa nos veio ver para saber se tu nos fazias companhia,,, e que desilizão ela apanhou quando não te viu,,, foi perto de Pinhel.

O nosso Lourenço está quase fino, falta limar umas arestas, estas apenas para saber gerir a gasolina para os kilómetros que faltam da volta.

Grande abraço e vai dar uma volta com o Bruno.

José Cavaca

De Lourenço a 19.06.2011 às 10:54

Boas

O Lebre nem imaginas o que sofri. Ate ao alto da Marofa fui bem, mas depois de Pinhel para Belmonte começou o sofrimento. Comecei a ficar para trás.
Mas felizmente não me canso de dizer que este grupo é fantástico. Nunca me deixaram para trás, havia sempre alguém que me ia buscar. Gostei do concelhos do João Venâncio que registei com muita atenção. Cavaca, o teus também ficaram na cabeça assim como o do Palmeirão e do Pedro. A roda em voltas grandes é muito importante. Guilhermino, bem que tinhas razão que arranquei com muita força na subida, mas o desejo de chegar la em cima era enorme.
Cheguei exausto, mas apesar de ter feito apenas 165 kms fiquei muito contente.
A única coisa que tenho de pedir é desculpas por atrasar o grupo de Pinhel ate Belmonte.
Foi um dia fantástico com pessoas fantásticas e paisagens fantásticas, foi lindo.
Obrigado a todos.

Grande abraço

P.S. João se vieres ver a tua sobrinha avisa para comermos uma "Chouriça" ehehhehehheeh

De José Cavaca a 19.06.2011 às 11:46

Ò Lourenço, já pouco mais há a dizer, já sabes o que tens a fazer,,, para a proxima vens tu fino e eles a sofrer lá atrás, para isso basta seguires a roda na ída, porque na volta tens o deposito cheio. Quanto ao João Venâncio, esse homem já é uma Lenda Viva da humanidade, se soubessens 1% da vida dele, escrevia-se um livro, agora imaginai a biblioteca com os 100%.

Muito obrigado pela tua companhia e pela coragem de enfrentares uma volta destas, mas o ditado já é conhecido,,, com amigos nenhum caminho é longo.

Abração companheiro.

José Cavaca

De De um amigo a 19.06.2011 às 18:26

Cavaquinha, guarda as alegrias para ti e teus poucos amigos, assim evitas a inveja dos restantes.

De um amigo que ouve muita coisa.

De José Cavaca a 19.06.2011 às 20:35

Os amigos costumam identificar-se, mas aceito devido às circunstâncias que "já conheço".


José Cavaca

De José Cavaca a 19.06.2011 às 22:38

Amigo Belchior, essa subida a que se refere para Almeida, foi feita por mim e um colega de nome Rogério a 15 de Outubro de 2008. Foi uma volta que devo repetir,, pedalamos por Belmonte, Guarda, Gonçalo Bocas, Almeidinha, Granja, Cheiras, Safurdão, Atalaia, Peva, ALMEIDA, Vilar Formoso, Nave de Haver, Aldeia da Ponte, Rendo, Sabugal, Caria e Covilhã, totalizando 201 km, altimetria de 2500 metros. Mesmo assim penso que ainda há algumas estradas por onde não tenha pedalado, por isso vou continuar a vasculhar.

Grande abraço

José Cavaca

De jmedeiros a 19.06.2011 às 23:22

Estão todos de Parabéns, durinha volta!
O grupo está outra vez a ganhar forma, é o sol do Verão!
pequeno reparo: 15 novembro 2008:
http://cavaca.blogs.sapo.pt/108295.html

De António Cabaço a 20.06.2011 às 11:19

Amigo José Cavaca.
Foi com enorme prazer que finalmente tive a oportunidade de pedalar na companhia desse divertido grupo.
Um excepcional dia de pedaladas, excelente companhia e um percurso fantástico.
Como sempre, vou estar atento às vossas aventuras e certamente vou aparecer por aí uma ou outra vez.
Abraço
António Cabaço (AC)

De José Cavaca a 20.06.2011 às 14:35

Meu bom amigo Cabaço, o prazer foi todo nosso, nós é que agradecemos por ter contribuido para esta magnífica manhã. Já ficou a saber mais ou menos o nosso modo de enfrentar estas deliciosas voltas,,, agora é só aparecer, e nós assim que for oportuno também lhe havemos de fazer companhia para esses lados.

Um grande abraço, e grato pela presença.

José Cavaca

De Silvério Correia a 20.06.2011 às 21:41

Embora "desafiado" pelo António, para o viver alive ", desta vez não deu, embora durante o dia de sábado, não me tenha saído da mente. Hoje, lá me conformei com sua realização virtual, mas, vale a pena. Verdade, é assim que várias vezes eu vivo estes passeios, consigo sentir-me lá, através da leitura, complementada com as fotos, amavelmente publicadas por estes bloguistas , de forma pura e natural.
Um passeio destes, onde todos os participantes aplicaram e praticaram a politica dos 4P's (Pelo Puro Prazer de Pedalar), exemplarmente, e, onde sobressai o verdadeiro espírito do CICLOTURISMO , é sem duvida um incentivo para todos os amantes da modalidade e uma lição para quem não entende, ou não quer entender, o seu sentido. Só com este espírito se consegue alcançar o sucesso em todos os passeios, mesmo com objectivos arrojados como o deste.
Muitos parabéns, por tudo e, no meu caso, por me darem a conhecer mais uns cantinhos com paisagens maravilhosas e monumentos que não fazia a mínima ideia da sua existência, como é a réplica do Cristo Rei, e que passou neste momento, a objectivo a cumprir muito brevemente.
Aos meus conterrâneos, Covilhanenses, um abraço especial e o desejo de em breve, se o permitirem, partilhar com todos, um destes inesquecíveis passeios.
Um ABRAÇO
Silvério

Comentar post






pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2011

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Ciclismo, uma paixão.