Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Por Foz Giraldo, admirável.

Sábado, 04.06.11

cavaca 1

Uma volta que brilhou como o Sol, uma volta em que o silencio foi som da natureza.

 

Participaram nesta volta "rompe pernas", Guilhermino, Ricardo Abreu, José Cavaca, e David Fernandes.

O percurso já todos conhecem,  foram 131km bem enriquecidos de sobe e desce, temperaturas a chegar aos 32 graus, e natureza quanto baste.

 

cavaca 2

Inicio do dia com todo o tempero para ser uma grande volta, onde até o muito humor, obrigou a gastos extra de líquidos. 

 

cavaca 3

Registo quase sempre a passagem por Vale d'Urso. Gosto deste local.

 

cavaca 4

Chegada a Partida! Curioso mas é verdade.

 

cavaca 5

Passagem por Almaceda. Aqui começava a mais longa subida do dia, 12km.

 

cavaca 6

A meio da encosta esta bonita imagem de Rochas de Baixo. Lá ao fundo ficava Almaceda.

 

cavaca 7

A boa N112, mas com muito transito.

 

cavaca 8

 É neste cruzamento para a Sertã que viramos quando vamos a Fátima.

 

cavaca 9

Meio da volta, o alto de Foz Giraldo.

 

cavaca 10

E para quem não conhece, aqui fica uma imagem da bonita aldeia de Foz do Giraldo.

 

cavaca 11

Rolava-se agora rumo a Orvalho, que já se avista à esquerda.

 

cavaca 13

Passagem em Orvalho.

 

cavaca 12

Bogas de Baixo. De Orvalho até lá são 5km sempre a descer bem.

 

cavaca 14

Só que depois é sempre a subir até à zona de Bogas do Meio.

 

cavaca 15

E cá do alto a recompensa. Uma vista fabulosa do rio Zêzere. À esquerda a aldeia de Esteiro.

 

cavaca 16

Entrada na Barroca.

 

cavaca 17

Passagem no centro de Silvares.

 

cavaca 18

A aldeia do Barco já se avista.

 

cavaca 19

E Ricardo Abreu parece gostar.

 

cavaca 20

Finalmente Tortosendo. Ultima localidade antes da Covilhã. Zé Carlos e o filho João, ainda nos fizeram companhia desde Vales do Rio até à Covilhã. Agora vamos ao banho!!!

 

AMANHÃ, SAÍDA ÀS 8H 30M NA SRA DO CARMO.

(Vamos dar um banho ao Lourenço, faz um ano que nos acompanha, e António Sá que faz anos de vida!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:51


8 comentários

De jmedeiros a 04.06.2011 às 15:02

Magnifica foto de abertura!

De bcmantunes a 04.06.2011 às 18:13

Viva, meu caro amigo José Cavaca & C.ª, cordiais cumprimentos.
Magnífico!
Maravilhosa a presença de água seja onde for...
Não vou destacar nenhuma fotografia... É verdade que a paisagem presta-se a magníficas fotografias mas a mão do mestre e a percepção do enquadramento e do ângulo é que contam.
Já tenho chamado carrossel a certas voltas esta é uma delas... Belas subidas, belas descidas e curvas QB.
A estrada N238 presta-se a um gozo de pedalar que é uma maravilha.
É normal existir muito trânsito na N238. Como também é normal haver certos sotaques a Perrguntarr onde é o Orrvalho.
Façam mais vezes esta volta. Por este lado é capaz de ser um bocadinho mais fresco.
Onde o companheiro Ricardo Abreu está a descer para o Barco é bom para fazer um ZÁS. Subirem do Barco para Silvares e logo a seguir à ponte depois de virar à direita ZÁS. São apenas com 200 e tal mts. É um instantinho para chegar lá acima!
Caríssimo, J. Cavaca, com esta reportagem fotográfica até me senti de férias.
Saudações cordiais,
Belchior Madeira Antunes

De bcmantunes a 04.06.2011 às 18:17

Digo; São apenas 200 e tal mts. É um instantinho para chegar lá acima!
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 04.06.2011 às 18:31

Meu bom amigo Belchior,,, fico abismado como o Sr. é conhecedor desta região, inclusivamente o nome que dá a esta volta de "carrocel", diz tudo. Boa essa o Orrrvalho, nunca me tinha apercebido dessa caracteristica, e mais ainda que conheço gente desta bela terra. Mais um pormenor do seu conhecimento destes terrenos é a descida onde se encontra o Ricardo,,, são realmente 200 e pouco metros, mas prefiro o sentido que hoje os fizemos, porque a inclinação atinge os 19%. Gostei da frase "Até me senti de férias", espero ter contribuido para que a sua memória se tenha avivado com estas imagens.
Caríssimo, Belchior, com esta reportagem fotográfica, e esta volta, quem está a necessitar de descanso sou eu, muito grato pela sua visita a este espaço, um grande abraço cá da Covilhã e deste pessoal.

José Cavaca

De Ricardo Abreu a 04.06.2011 às 23:28

Muito Boas

Oh Carrissimo olhe que por acaso eu comecei a volta em sentido contrario, e tive o prazer de fazer essa subida que vai aos 18% de inclinação, alias ja a fiz algumas vezes e nunca lá desmontei. Fiz 50km sozinho e fui ao encontro dos meus colegas ja bem perto do Orvalho.

O carrissimo devia vir pra estrada na nossa companhia, pra ter o prazer de saber como é que se engrena a talega e ZASSSSSSSS

Cumprimentos

RA

De bcmantunes a 05.06.2011 às 00:52

Viva, Ricardo Abreu!
Já percebi que o jovem Ricardo Abreu tem fibra de profissional.
Quanto ao desafio... Contento-me com o último lugar do pelotão. O meu comportamento é como um motor a 4 tempos a trabalhar com menos um cilindro. Ronca muito e o andamento não é directamente proporcional ao roncar.
Pode ser que tenhamos ocasião de nos encontrarmos.
Saudações cordiais,
Belchior Madeira Antunes

De Lourenço a 04.06.2011 às 19:08

Boas

Bela reportagem fotográfica.
Ate amanha.

Abraço

De jmedeiros a 04.06.2011 às 23:43

Eu recordei o caminho de Fátima e Almaceda!
Abraço e continue!
Medeiros

trate bem o Lourenço amanhã!

Comentar post