Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



De Covilhã, pela Mata

Sábado, 13.11.10

Mais uma mágnifica volta, numa excelente manhã. Ao contrário das previsões, que parece ter assustado muitos companheiros, chuva e vento nem vestígios. Realmente, e como dizia o nosso amigo Belchior Antunes, hoje o São Pedro deu umas pedaladas connosco.

Assim, às 8h e 30m, eu José Cavaca, Flávio Fonseca e Guilhermino, saímos dos Arcos rumo a mais uma ideal e perfeita volta para a quadra.

Pedalamos por, Fundão, Vale Prazeres, Orca, Zebras, Vale da Torre, Lardosa, Lousa, Mata, Escalos de Baixo, Escalos de Cima, Alcains, Alpedrinha, Fundão e Covilhã, totalizando os aprazíveis 132km. O amigo Simões ainda foi ao nosso encontro perto da Soalheira, fazendo-nos companhia nos ultimos 35km.

Uma nota apenas algo curiosa,,, é que o horário de chegada à Covilhã estava previsto para as 13h 40m, e chegamos às 13h 39m. Apenas simultaneidade.

 

Ínicio da subida da Gardunha.

 

Passagem pelo centro de Vale de Prazeres.

 

A caminho da Orca, e o Sol que várias vezes nos fez companhia.

 

A chegar à Orca, virar à direita para Vale da Torre e Lardosa.

 

*****

 

Nada melhor para caracterizar a Aldeia da Lardosa.

 

Na Lardosa,  mais uma passagem de nivel anulada.

 

Entrada na Lousa.

 

Centro da aldeia da Mata.

 

Escalos de Baixo.

 

E também em Alcains, se concluiu mais uma passagem desnível.

 

E mais uma vez o Sol nos fazia companhia.

 

Ordem e determinação, evidente em toda a volta. Flávio impecável a gerir energias.

 

Perto de Alpedrinha, já com a companhia do amigo Simões.

 

 

 

Passagem pelo centro de Alpedrinha.

 

Ultima dificuldade do dia. Subindo a Gardunha rumo à Covilhã.

 

Cruzando o alto da gardunha. Restava pouco para finalizar esta já mítica volta. Um muito obrigado aos companheiros pela presença.

 

Amanhã se o tempo permitir, o que é muito difícil, a saída é às 9 horas da Sra do Carmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:44


2 comentários

De bcmantunes a 13.11.2010 às 16:52

Viva, meu caro amigo José Cavaca & Cª, cordiais cumprimentos.
As condições climatéricas permitiram e o passeio realizou-se!
Do desnível de Alcains, tinha conhecimento. Quanto ao de Lardosa não. Para bem da segurança e do progresso. Fica a informação aqui prestada, no Blog do amigo J. Cavaca.
Em virtude desta volta já ser sobejamente conhecida, apesar de as cores bronze do Outono, o meu destaque vai para a foto do Flávio com o seu tapa-vento com reflectores e para a protecção dos aparelhos, de indicação de navegabilidade, com película aderente.
Quanto ao ciclista apanhado na Lardosa é muito interessante... Quando for a Alcains vou tentar encontrar uma bici daquelas. Parece-me que aquela bici é com tirantes metálicos para os travões.
Caríssimo, J. Cavaca, Desejo tudo de melhor. Que o passeio previsto para amanhã se concretize.
Saudações cordiais,
Belchior Madeira Antunes

De José Cavaca a 13.11.2010 às 19:47

Viva, meu caro amigo Belchior Madeira Antunes, cordiais cumprimentos. É verdade amigo Antunes, na Lardosa até há dois desniveis,,, aos poucos, mas muito lentamente lá vamos melhorando alguma segurança. Também lhe quero agradecer a atenção prestada e valorizada às fotos escolhidas, mas realmente a da Lardosa está mesmo no ponto... é que há muitos anos esta aldeia presta homenagem a estes velocípedes. Quero uma vez mais agradecer a sua estimada visita, bem como seu valoroso, enérgico e culto comentário. Um grande abraço cá da Covilhã.


José Cavaca

Comentar post