Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Amanhã, volta de Monsanto, à Aldeia mais portuguesa.

Sexta-feira, 11.06.10

Vamos fazer de cada volta, uma festa.

Aldeia histórica de Portugal, Monsanto é construída em pedra granítica.

Monsanto, avista-se na encosta de uma grande elevação escarpada, designada de o Cabeço de Monsanto. Situa-se a nordeste de Idanha-a-Nova e irrompe repentinamente do vale. No ponto mais alto o seu pico atinge os 758 metros. A presença humana neste local data desde o paleolítico. A arqueologia diz-nos que o local foi habitado pelos romanos, no sopé do monte. Também existem vestígios da passagem visigótica e árabe. Os mouros seriam derrotados por D. Afonso Henriques e, em 1165, o lugar de Monsanto foi doado à Ordem dos Templários que sob orientações de Gualdim Pais, que mandou construir o Castelo de Monsanto. O Foral foi concedido pela primeira vez em 1174 pelo Rei de Portugal e rectificado, sucessivamente, por D. Sancho I (em 1190) e D. Afonso II (em 1217).

Foi D. Sancho I quem repovoou e reedificou a fortaleza que, entretanto, fora destruída nas lutas contra o Reino de Leão. Seriam novamente reparadas um século mais tarde, pelos Templários.

Em 1308, o Rei D. Dinis deu Carta de Feira e, em 1510, seria El Rei D. Manuel I a outorgar de novo Foral e concedendo à aldeia a categoria de vila.

Em meados do século XVII, Luís de Haro (ministro de Filipe IV de Espanha), tenta cercar Monsanto, mas sem sucesso. No século XVIII, o Duque Berwik também cerca Monsanto, mas o exército português comandado pelo Marquês de Mina derrota o invasor nas difíceis escarpas que se erguem até ao Castelo. Monsanto foi sede de concelho no período 1758-1853. Um grave acidente no século XIX destruiu o seu Castelo medieval, pela explosão do paiol de munições.

Nas últimas décadas, Monsanto tornou-se popularmente conhecida como "a aldeia mais portuguesa de Portugal", exibindo o Galo de Prata, troféu da autoria de Abel Pereira da Silva, cuja réplica permanece até hoje no cimo da Torre do Relógio ou de Lucano.

 

 

 

Participantes do ano passado, Cavaca, Palmeirão, David e Alberto.

 

AMANHÃ, SAÍDA DOS ARCOS ÀS 7H 30M.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 01:00


10 comentários

De jmedeiros a 11.06.2010 às 09:21

amigo CAVACA,
GRATO EPKA FOTO DOS QUINZE!
Ontem era apra ser uma volta dura por causa do percurso e dos kms, mas acabou por sê-lo por outros motivos apesar da alteração , ou seja, graças á chuva e á minha má gestão do esforço, é para aprender e eu não ando cá há dois dias.
Valeu pelo convivio mas o corpo pede descanso apra o fim de semana...
abraço
Medeiros
Uma palavra de louvor ao Lourenço que se portou á altura, foi um senhor , eu é que senti que atrasava o grupo, mas mais dias virão e eu estarei melhor,
abraço a todos e obrigado pela companhia e convivio.

De jmedeiros a 11.06.2010 às 13:22

Kevin!
És um espectaculo, é que não bastava só andares bem, mas não, ainda tinhas que ser um bom amigo e preocupado com os companheiros.
Eu fiquei impressionado com o teu andamento, é que antes do Sabugal quando disseste que me levavas eu pensei que era na roda, mas não, era mesmo para por a mão no teu ombro e lá fui eu de reboque!!Que força!
Eu é que já não tinha pernas, estou melhor mas ainda tenho muitos kms pela frente, claro que com amigos deste os kms passam sem nós darmos conta, só no dia seguinte é que as pernas dão conta.
Já tinha sido presenteado com o Cavaca a 13 de Março a descer da Guarda para Vendas da Vela, hoje foi o Kevin em alta rotação!
abraço e obrigado
Medeiros

De José Cavaca a 11.06.2010 às 13:44

Companheiro e amigo Medeiros, nem eu nem ninguém é mais ou menos que o Medeiros, somos todos iguais,,,e também já levamos muitas sovas. É por as termos levado, e saber as razões das mesmas, é que o aconselhamos a agir de esta ou de outra forma, para evitar grandes males. O que me entrigou, foi já por varias vezes lhe dizermos o que deve ou poderá fazer,,,mas provávelmente com o entusiasmo, o Medeiros cai sempre no mesmo buraco. Vamos ver se futuramente o Medeiros aprendeu algo com essas manzelas.
Um grande e forte abraço.

José Cavaca

De Lourenço a 11.06.2010 às 14:02

Amigo Cavaca,

Ontem aprendi muito e o Medeiros tambem.
O problema dele é o forte intusiasmo.
Eu como nao conhecia a volta tive que me ir poupando para economizar energias para o inesperado da volta.
Mas gostei da "porrada" que levei.

Amanha sera outra volta em grande, mas tenho de ver como estao as pernas no final do dia para me decidir.
Vontade nao falta, mas tenho de pensar que quem vai nao pode sempre esperar por mim. Tambem tenho de pensar em voces.

Grande Abraço

De jmedeiros a 11.06.2010 às 14:54

Amigo Cavaca, o meu problema é mesmo esse do entusiasmo, o que eu gostava era de andar bem durante a volta toda, com bom ritmo para trás e para a frente e não me cansar!
mas isso é praticamente impossível e mesmo com muito treino é dificil, mas aos poucos vou aprendendo, a bem ou a mal e hei de lá chegar com a ajuda de todos.

De Paulo Jesus a 11.06.2010 às 20:49

Colega Medeiros, quanto a empenos fale com quem sabe!Eu posso dar o exemplo, isso está no sangue, ja ando no ciclismo ha varios anos e no entanto de vez em quando la vem o homem da marreta, que o diga o Marco,,, e o Nuno que lhe conte a nossa etapa da senhora do desterro.Não devemos abusar de certos andamentos, devemos comer sem ter fome e hidratar bem o organismo. Epá eu tambem queria ir na frente e pedalar so com uma perna, mas muitas vezes nem com duas. Eu treino 3 a 4 dias por semana, e ao fim de semana tenho provas ou passeios longos. Não há milagres só com treino, e ultimamente com treino personalizado, é que nem toda a gente tem as mesmas capacidades para andar com altas medias.Abraço e vá com calma

De jmedeiros a 11.06.2010 às 21:32

Amigo Paulo, esqueci-me de lhe dar oa parabéns outro dia, Parabéns!
Obrigado pelos conselhos e vou ter que ter calma, pois às vezes a mente é mais jovem que o corpo,
grande abraço e força nos pedais.
Medeiros

De jmedeiros a 11.06.2010 às 21:56

Pediu fotos ao Alberto, eu já coloquei as fotos que tirei, com a qualidade baixa, mas são fotos
abraço
Medeiros

De António Lebre a 11.06.2010 às 22:18

Pois é companheiros, o QUERER e o entusiasmo é meio caminho andado, mas falta o outro meio, e esse é treinar, ter paciência e aprender com quem sabe.
E nunca podemos esquecer que nem todos temos as mesmas capacidades, porventura uns estarão mais talhados para umas modalidades, outros estarão mais para outras.
Lebre

De jmedeiros a 12.06.2010 às 10:11

Pois é Lebre, não me posso esqueçer que há 9 meses atrás tinha o corpo talhado com a forma do sofá e as mãos com a forma do telecomando.
Ainda me custa um pouco andar com o grupo do Cavaca, pois as médias são elevadas, quando vou sozinho custa menos mas não tenho o prazer da vossa companhia nem os vossos ensinamentos.
Penso que me devia dar por contente por estar onde estou, mas não , quero andar bem dentro dos meus limites fisicos e aos poucos vou melhorando, já baixei 17Kilos e as pulsações em repouso já estão nas 45, antes eram 68/70, com calma , tempo e paciencia chego lá, e com a vossa preciosa ajuda.
abraço a todos
Medeiros

Comentar post