Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Covilhã, Penamacor.

Quarta-feira, 03.02.10

Penamacor é uma vila portuguesa no Distrito de Castelo Branco, região Centro e subregião da Beira Interior Sul, com cerca de 1 700 habitantes.

É sede de um município com 555,52 km² de área e 6 658 habitantes (2001), subdividido em 12 freguesias. O município é limitado a norte pelo município do Sabugal, a leste pela Espanha, a sul por Idanha-a-Nova e a oeste pelo Fundão.

A vila situa-se a uma altitude média de 550 m, e a 42 km de Covilhã.

 

Hoje pelas 12 horas, uma rapidinha como se costuma dizer, visita a esta vila, aproveitando as duas horas do almoço e o bom tempo que se fazia sentir, contrariando todas as previsões meteorológicas, pois esteve uma manhã e tarde impecáveis,,,chuva nem a vi, pelo contrário, algum sol e temperaturas bem agradáveis. O amigo Simões ainda foi ao meu encontro perto da Capinha.

 

Esta era a previsão para hoje,,,

                 ...o meu pai ontem disse-me,,,amanhã não chove !!!

E não choveu !

...e ele não tem nenhum ,,,

 Anemômetro, para medir a direção e a intensidade do vento.

Pluviômetro para medir a precipitação de chuvas..
Diamômetro que registra as ondas eletrônicas emitidas pelos raios solares..
Termômetro de máxima e mínima que mede a temperatura do ar
Psicrômetro, que mede temperatura do ar seco ..
Termógrofo, que mede a temperatura do ar..
Higrógrafo, que mede a humidade relativa do ar ..
Heliógrafo, que mede a insolação..
 Etc. etc. etc. etc....
 

                  ...tem lá uns capoeiros de galinhas !!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 10:55


4 comentários

De Jorge Medeiros a 03.02.2010 às 11:06

hoje não posso ir na vossa volta, mas ontem já houve ciclismo para mim, pouco é certo (30km), mas á noite penso que vale dobrar!
Fica aqui o convite para hoje virem a Manteigas visitar-me.
fico a aguardar.
abraço
Jorge Medeiros
boa volta
(eu a escrever no post de ontem e o amigo Cavaca a fazer o post de hoje,venha na mesma!)

De José Cavaca a 03.02.2010 às 11:34

Amigo Medeiros, gostaria muito de ir ter consigo, mas é de todo impossivel,,,estou a responder-lhe à pressa porque já estou prontinho para mais uma voltinha. Grande abraço.

José Cavaca

De carneiro a 03.02.2010 às 13:06

Neste cruzamento já passei eu a puxar o meu reboque BoB, vindo de Castelo Branco num sobe e desce que parecia um carrocel. lembro-me duma placa que indicava Orca. E achei estranho uma orca ali...Tomei um café num S. Miguel de qualquer coisa.

O problema foi depois de Penamacor, a subir ali por uma Santa qualquer, até ao cruzamento das Bruxas e depois até lá cima pelo São Lourenço, ou São Gregório, ou um santo qualquer, que me fez passar frio, ainda mais a descer para o Sabugal.

É engraçado que me lembro da estrada, das curvas ( a maior parte delas), onde sofri de frio e de cansaço e onde me abandonei à vertigem da inércia e pensei muitas vezes "o que é que ando aqui a fazer sózinho". Mas os nomes dos locais, vou esquecendo aos poucos...

Tenho que voltar a Bragança, é o que é...

De José Cavaca a 03.02.2010 às 16:03

Boa Tarde amigo Carneiro, boa memória tem!!!é sim senhor um constante sobe e desce essa estrada, e a Orca é uma pequena povoação que fica entre Alpedrinha e São Miguel de Acha, local onde tomou café.A Santa a que se refere é a Senhora da Povoa, que seguindo a estrada vem dar ao Terreiro das Bruxas. Agora um conselho meu,,,não vá a Bragança, venha à Serra da Estrela, e nós tratamos da recuperação. Grande abraço amigo Carneiro, e grato pela visita.
José Cavaca

Comentar post