Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pelotão Cavaca por Aldeias de Xisto.

Quarta-feira, 03.10.18

A imagem pode conter: 1 pessoa, a andar de bicicleta, montanha, ar livre, natureza e texto

... realmente não é para todos, 164 km, 3300 acumulado, temperaturas entre os 1 e 32 graus, pendentes de 17%, nunca se rola, mas a companhia e as paisagens foram compensadoras.
Pedalamos por Silvares, Barroca, Alto Xiqueiro, Malhada do Rei, Alto de Fajão, Pampilhosa, Cabeça Gorda, Cambas, Orvalho, Bogas Cima, ALto Açor, Fundão e Covilhã.
GRANDE DIA DE CICLISMO em que foram protagonistas, Henrique Manso, Ricardo Rosa, o grande amigo Marinho, Miguel Ângelo, Fernando Caetano e José Cavaca.

 

Texto alt automático indisponível.

Vale a pena recordar a nossa gratuita volta e o que "nada" se rola.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta e ar livre

Pelotão Cavaca esta manhã de partida para uma emblemática e ímpar volta, o percurso do granfondo aldeias do xisto que nos ofereceu paisagens deslumbrantes e uma saudável dor de pernas. Difícil início com temperaturas de 0,8 graus, a fazer lembrar o Inverno.

 

A imagem pode conter: pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, árvore, ar livre e natureza

Esta manhã à passagem pelo Barco, local onde a temperatura mínima foi de 0,7 graus, chegando mais tarde nas Cambas aos 32 graus... grande amplitude térmica tivemos hoje.

 

A imagem pode conter: automóvel e ar livre

Cafezinhos em Silvares foram ajuda preciosa no aquecimento.
Oferta do nosso amigo Marinho.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta e ar livre

Não posso deixar de tirar o Capacete ao nosso amigo Ricardo Rosa pela excelente volta que fez, ainda mais tendo em conta que no passado Domingo também participou no Granfundo Aldeias do Xisto. 

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta e ar livre

Pelotão Cavaca na subida da Barroca Grande rumo ao ponto mais alto da volta, o Alto do Xiqueiro.

A imagem pode conter: árvore, bicicleta, planta e ar livre

A vitória não é feita só dos melhores é também dos corajosos...

 

A imagem pode conter: montanha, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca no alto da Barroca Grande rumo ao alto do Xiqueiro.

 

A imagem pode conter: bicicleta, céu, ar livre e natureza

Alto do Xiqueiro era já ali, 1066 metros de altitude e com 44 km pedalados.

 

A imagem pode conter: céu, montanha, relva, ar livre e natureza

... agora o Ricardo Santa Rosa voava para a Pampilhosa.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, montanha, ar livre e natureza

À passagem pelo alto de Fajão.
... simplesmente simples...
 

 

A imagem pode conter: montanha, céu, ar livre e natureza

Do alto de Fajão, à direita, as paisagens são assim... em frente a aldeia de Cepos.
Pelotão Cavaca a Colorir Estradas das Aldeias de Xisto.

 

A imagem pode conter: céu, montanha, ar livre e natureza

Para a liberdade só há um caminho: o desprezo das coisas que não dependem de nós.
Alto de Fajão
 

 

A imagem pode conter: estrada, céu, montanha, bicicleta, ar livre e natureza

As nossas etapas são…Uma prisão ao ar livre!!!
Pelotão Cavaca quase a descer para Pampilhosa da Serra.
 

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, céu, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca próximo de Pampilhosa com a aldeia de Soeirinho à retaguarda.

 

A imagem pode conter: céu e ar livre

Pampilhosa da Serra, o equador da nossa etapa esta manhã, 83 km pedalados, 83 para pedalar... fácil.

 

A imagem pode conter: ar livre e natureza

Mais um ponto alto na nossa etapa... foram tantos.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, céu, montanha, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca à passagem por Orvalho.
Supõe-se que na origem da sua toponímia esteja o facto de esta região ser povoada por exuberantes pinhais e a aldeia rodeada por algumas correntes de água. Este topónimo pode estar assim ligado a determinada vegetação típica deste solo, alimentada pela humidade que se forma à noite com o arrefecimento da temperatura... mas a esta hora estavam 32 graus.
 

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, ar livre e natureza

Passagem pelo bem conhecido de todos Miradouro da Sarnadela... bem identificado.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca à passagem por Bogas de Cima. 
Agora rumo ao alto do Açor.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, montanha, céu, ar livre e natureza

Entre Bogas Cima e o alto do Açor fica ainda a pequena aldeia de Boxinos.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, montanha, ar livre e natureza

Para mim a imagem do dia... do alto do Açor era visível o ponto mais alto da nossa etapa, o alto do Xiqueiro onde tinhamos passado fazia 4 horas, com a Barroca Grande em baixo.

 

A imagem pode conter: céu, nuvem e ar livre

Passagem em mais um ponto alto... Alto do Açor. Aqui, a faltarem 30 km para o final, considerava-se volta feita. 

 

A imagem pode conter: céu, ar livre, texto e natureza

Pelotão Cavaca à passagem pelo Fundão, a minha cidade.
Quase, quase em casa.

 

A imagem pode conter: montanha, bicicleta, ar livre e natureza

E pronto amigos, Covilhã à vista e final de uma grande e gratuita etapa acompanhada de uma boa dose de paisagens, subidas e descidas e um GRANDE OK PARA LISBOA! 

 

Texto alt automático indisponível.

Pelotão Cavaca ordenado após etapa das Aldeias de Xisto.
A registar a subida ao 23º lugar de Ricardo Rosa e entrada para o 48º lugar do amigo Marinho.

 

 

 

 

Post em execução... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 17:45






pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031





comentários recentes

  • José Cavaca

    Gracias de coraçón,,, forte abraço desde Portugal...

  • Anónimo

    Portugal mágico en otoño. Preciosas rutas y muy bu...

  • Anónimo

    Obrigado por este magnífico passeio em sua companh...

  • Anónimo

    Parabéns e um Abração a todos e a todas, por mais ...

  • Anónimo

    Obrigado por me deixar partilhar uma experiência t...




subscrever feeds