Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pela serra da Maúnça.

Domingo, 30.09.18

A imagem pode conter: bicicleta, texto e ar livre

Simplista manhã pela Maúnça, análoga aos membros do Pelotão Cavaca que voluntariamente desfrutaram de mais um perluxo percurso pelas nossas terrinhas. Foram eles, Manuel Ribeiro,Antonio Gomes, Miguel Ângelo, Lidio RamosSergio Duarte Rodrigues e José Cavaca.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca a dar início a mais uma volta Domingueira, hoje pela Serra da Maúnça.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta e ar livre

Pelotão Cavaca à passagem pela Enxabarda... uma aldeiazinha com cerca de 200 habitantes pertencente à freguesia de Castelejo.

 

A imagem pode conter: bicicleta, árvore, céu, ar livre e natureza

Na Enxabarda começava a subidinha do dia, para o alto da Maúnça.

 

A imagem pode conter: céu, nuvem, árvore, ar livre e natureza

Era já ali... fácil.

 

A imagem pode conter: nuvem, céu, árvore, ar livre e natureza

Alto da Maúnça, o Açor à direita já espera por nós ...
Pelotão Cavaca pelas nossas terrinhas.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e interiores

Cafezinhos e Cai Bem foram oferta de José Cavaca e Manuel Ribeiro respetivamente.

 

A imagem pode conter: montanha, céu, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca a pedalar pelas nossas terrinhas.
Aqui pela Enxabarda com a Gardunha como fundo.

 

A imagem pode conter: céu, nuvem, montanha, ar livre e natureza

Covilhã à vista e final de mais uma manhã maravilha.
Bem Haja a todos pela companhia, votos de uma ótima semana de trabalho.

 

Texto alt automático indisponível.

Cafezinhos hoje foram oferta de José Cavaca e Cai Bem oferta de Manuel Ribeiro.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Pelotão Cavaca ordenado após etapa pela Maúnça.

 

Quarta é a doer! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 12:53

Volta de sonho, percurso fabuloso e companhia em harmonia...

Sábado, 29.09.18

A imagem pode conter: Gelsomino Bellettati e Fernando Caetano, pessoas em pé e ar livre

FOI ASSIM A VOLTA POR RIO DE MEL.
Os protagonistas Miguel Ângelo, Fernando Caetano,Henrique Manso e José Cavaca.
138 km de invídia porque há voltas e, há Voltas.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu e ar livre

Hoje, a partida para a volta de Rio de Mel, foi à luz dos candeeiros.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e ar livre

Passagem pela terra do amor, Unhais da Serra.

 

À passagem pelas Pedras Lavradas o amigoHenrique Manso ofereceu os cafezinhos ao PelotãoCavaca.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e ar livre

Pelotão Cavaca à passagem por Vide, uma aldeia integrada na União das Freguesias de Vide e Cabeça, concelho de Seia.É também sede de freguesia.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, montanha, ar livre e natureza

Aqui, com 60 km percorridos, começava a nossa etapa, a subida para Silvadal e Rio de Mel... lindíssimo.

 

A imagem pode conter: céu, árvore, planta, ar livre, natureza e texto

Pelotão Cavaca em Silvadal rumo a Rio de Mel.

 

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas a sorrir, bicicleta, ar livre e natureza

Paisagens de nos fazer parar... entre Silvadal e Rio de Mel, é bem visível o nosso conhecido Monte do Colcurinho.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, montanha, céu, planta, ar livre e natureza

... e para não variar, continuava-se a subir, Rio de Mel era já ali...

 

A imagem pode conter: céu, árvore, casa, planta, montanha, relva, ar livre e natureza

Chegada à eleita como “Aldeia dos Sonhos”, Rio de Mel.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, céu, ar livre e natureza

... e como Rio de Mel é a Aldeia dos Sonhos, nada melhor que abastecer de mel, de figos.

 

A imagem pode conter: bicicleta, montanha, céu, árvore, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca na despedida a Rio de Mel. Agora vinha a subida para a Capela de Santo Estevão.

 

A imagem pode conter: montanha, céu, ar livre e natureza

Do alto, quase na Capela de Santo Estevão e antes da inclinadíssima descida para o Alentejo... mais uma digna e justificada paragem... de cortar a respiração.
Ainda visível a Aldeia das Dez à direita superior.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca à 2ª passagem por Vide, agora sentido Barriosa e Aguincho.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta e ar livre

Pelotão Cavaca esteve na inauguração da 1ª Feira de São Miguel em Barriosa.
Parabéns pela iniciativa, gostamos de ver.

 

cavaca 18.jpg

Barriosa ao fundo, até à próxima visita.

 

A imagem pode conter: céu, árvore, nuvem, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca a pedalar em Frádigas. Está inserida no Parque Natural da Serra da Estrela e desfruta do rio Alvôco (um subafluente do rio Mondego) que oferece aqui as melhores "piscinas" naturais e as mais belas paisagens das redondezas.

 

A imagem pode conter: céu, árvore e ar livre

O regresso desta pomposa volta teve passagem na Erada.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta e ar livre

A freguesia de Erada estende-se por uma área de cerca de 4000 hectares, pertence à diocese da Guarda e é parte integrante do distrito de Castelo Branco.

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, bicicleta e ar livre

Vila de Tortosendo, também hoje é nesta Vila a Feira de São Miguel.
Nós vamos ver do almoço, a volta abriu-nos o apetite.

 

A imagem pode conter: Rui Carvalho

Pelotão Cavaca ordenado após volta memorável de Rio de Mel.
A registar a subida de 8º para 6º lugar de Fernando Caetano.

 

 

Amanhã às 8:30 nos Arcos

(Rumo Fundão)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:23

Sábado, por Rio de Mel e Alentejo.

Quinta-feira, 27.09.18

A imagem pode conter: céu, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca de partida para mais uma grande volta pelas nossas Aldeias.
Sábado vamos mostrar-vos Rio de Mel, eleita como “Aldeia dos Sonhos”. Vamos também pedalar por Vide, Silvadal, Parceiro e Alentejo.

 

A imagem pode conter: montanha, ar livre e natureza

Arquivo Rio Mel 2016

 

Texto alt automático indisponível.

Perfil da etapa.

 

Texto alt automático indisponível.

Pormenores da etapa.


Partimos do Periferia às 7:00

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 11:32

Conheça o Interior com o Pelotão Cavaca.

Quarta-feira, 26.09.18

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Fernando Caetano, pessoas a sorrir, bicicleta, céu, ar livre e natureza

Hoje pedalamos pelas aldeias de Bogas de Cima, Meio e Baixo entre outras como, Silvares, Barroca, Descoberto, Maxial da Ladeira, Barco e Vales do Rio.
Os protagonistas, Fernando Caetano, Lidio Ramos, Henrique Manso e José Cavaca.
110 km por dentro do interior... lindíssimo.
 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, árvore, céu, ar livre e texto
Pelotão Cavaca hoje às 8:00 dava início a uma das mais belas voltas pelas nossas aldeias.
 
A imagem pode conter: árvore, céu, ar livre e texto
Barco.
 
A imagem pode conter: casa e ar livre
Estas imagens do Barco dedico à Claudia Fernandes e marido.
 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e interiores
A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo António Sa, Henrique Manso e Fernando Caetano, pessoas a sorrir, pessoas em pé e texto
Cafezinhos esta manhã em Silvares foram oferta de Fernando Caetano... oHenrique Manso ficou mais carito!!!
Bem Haja amigo.
 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, árvore, bicicleta, céu, ar livre e natureza
Primeiro P. M. do dia, Alto de Silvares.
 
A imagem pode conter: árvore, céu, planta, montanha, ar livre e natureza
Pelotão Cavaca na descida para a primeira aldeia de Bogas, as do Meio.
 
A imagem pode conter: árvore, céu, montanha, planta, ar livre e natureza
Bogas do Meio à vista.
 
A imagem pode conter: bicicleta, árvore, céu, ar livre e natureza
Pelotão Cavaca a dar entrada nas Bogas do Meio, aldeia situada na freguesia de Bogas de Cima, no concelho do Fundão.
 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, árvore, ar livre, texto e natureza
A imagem pode conter: Henrique Manso, a sorrir, bicicleta, céu, ar livre e natureza
A imagem pode conter: céu, árvore, planta, casa, montanha, relva, ar livre e natureza
Pelotão Cavaca esta manhã à passagem por Bogas de Cima.
Apenas se conhecem dados a partir do século XVIII, quando se tornou sede de freguesia. Bogas de Cima pertencia até então à freguesia de Silvares. A sua vizinha, Bogas de Baixo, havia pertencido à de Janeiro de Baixo, tendo-se autonomizado em 1694. Foi na segunda metade do século XVIII, que Bogas de Cima se tornou uma freguesia independente.
 
A imagem pode conter: montanha, céu, ar livre e natureza
Mais uma aldeia inserida no nosso durinho e belo trajeto desta manhã... mas até a placa informativa é velha.
 
A imagem pode conter: montanha, céu, bicicleta, ar livre e natureza
Esta é a aldeia de Maxial da Ladeira.
Bogas de Baixo tem na sua freguesia aldeias lindíssimas, esta é mais uma.
Localiza-se nas encostas do Cabeço Sobreiro á semelhança da Ladeira
Pertence á freguesia de BOGAS DE BAIXO
 
A imagem pode conter: céu, árvore, estrada, ar livre e natureza
Pelotão Cavaca na acentuada descida entre Maxial e Bogas de Baixo.
 
A imagem pode conter: montanha, céu, ar livre e natureza
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, árvore, céu e ar livre
Pelotão já em Bogas de Baixo, dista 45 km da sede do concelho e agrega os lugares de Ladeira, Maxial e Urgeiro. É uma aldeia desenvolvida com muitas moradias luxuosas, ruas e estradas com boas condições para serem transitadas, ar ainda sem as cargas poluentes dos grandes centros, uma flora rica em cores e aromas. Enfim uma aldeia onde dá gosto estar e pedalar.
 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, árvore, ar livre e natureza
E foi neste ponto que há cerca de duas horas descemos.
Estava assim fechado um circulo pelas Bogas.
 
A imagem pode conter: casa, céu e ar livre
Pelotão Cavaca à passagem por Silvares... cheirava a final de volta e vontade de repetir.
 
A imagem pode conter: flor, planta, árvore, relva, ar livre, natureza e água
A imagem pode conter: bicicleta, ar livre, natureza e água
Esta manhã, hoje como em tantos dias, Colorimos Estradas das Beiras... Pelotão Cavaca foi, é e continuará a ser o que mais quer e gosta de fazer... Pedalar e Mostrar Estradas e Aldeias do nosso País.
 

 

Post em execução...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 15:21

Quarta, pelas Bogas de Cima, Meio e Baixo.

Segunda-feira, 24.09.18

Texto alt automático indisponível.

Perfil da etapa... fácil.

 


Partida do Periferia às 8:00

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 20:29

Volta infernal, pelo Paraíso.

Sábado, 22.09.18

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo José Cavaca, pessoas a sorrir, pessoas em pé, bicicleta e ar livre

Paisagens de cortar a respiração e subidas de faltar o ar, foram características deste percurso já conhecidas do Pelotão Cavaca.
Os protagonistas presenteados com estes 160 km, Miguel Ângelo, Marcos Gonçalves, Henrique Manso, José Cavaca e o regressado Kevin Sá na parte final.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta e ar livre

Pelotão Cavaca às 7:15 dava início a mais uma bela e durinha etapa de 2018, Folgosinho.

 

A imagem pode conter: céu, casa e ar livre

Passagem em Valhelhas.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, céu e ar livre

À passagem por manteigas...

 

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Marcos Gonçalves e Henrique Manso, pessoas sentadas e ar livre

... cafezinhos, oferta de Miguel Ângelo. Bem Haja amigo.

 

A imagem pode conter: montanha, céu, relva, planta, ar livre e natureza

Covão da Ponte rumo a Folgosinho.

 

A imagem pode conter: montanha, bicicleta, céu, ar livre e natureza

A pedalar por um Paraíso de nome Estrela rumo a Folgosinho.

 

A imagem pode conter: montanha, céu, árvore, nuvem, ar livre e natureza

Nada supera a paz que a Natureza nos transmite... ela recarrega as nossas energias, proporciona paz, alegria e torna as nossas manhã únicas.
Somos Pelotão Cavaca

 

A imagem pode conter: céu, montanha, árvore, ar livre e natureza

A nossa passagem no ponto mais alto da volta, 1300 metros de altitude com Folgosinho ali em baixo à direita.

 

A imagem pode conter: céu, casa, nuvem, árvore e ar livre

Pelotão Cavaca em Folgosinho.
Uma bela vila no coração da Serra da Estrela, a qual, graças à sua posição privilegiada na encosta norte da serra, a 933 metros de altitude, permite uma atmosfera e uma vista espectacular da serra assim como de imensas povoações em redor.

 

A imagem pode conter: bicicleta e ar livre

Figueiró da Serra, cuja padroeira é a Nossa Senhora da Conceição, assinala também a Santa Eufêmia, em 15 e 16 de Setembro, e conta com cerca de 330 habitantes.
Foi, ao longo da ribeira que atravessa esta freguesia, que durante décadas se instalaram numerosos moinhos, de grande utilidade econômica e para a sobrevivência das populações. Também existiram aqui diversas minas de volfrâmio.
 

 

A imagem pode conter: bicicleta e ar livre

Água fresca em Figueiró da Serra, era bem necessária, estavam 32 graus amigos.

 

A imagem pode conter: céu e ar livre

Alguém apanhado à passagem pela Ratoeira, Celorico da Beira.

 

A imagem pode conter: árvore, céu, planta, ar livre e natureza

A subida para a Guarda desde o Porto da Carne foi feita com 34 graus,,, "fresquito".

 

A imagem pode conter: bicicleta, céu e ar livre

Quase em final de volta... quase a zero!!

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, montanha, ar livre e natureza

... e com 36 graus de temperatura, a nossa chegada teve direito a "Fogo" de artifício... já tardava!

 

Texto alt automático indisponível.

Cafezinhos hoje em Manteigas foram oferta de Miguel Ângelo.

 

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo José Cavaca, pessoas a sorrir 

Pelotão Cavaca ordenado após etapa de Folgosinho.

 

Esta é dedicada ao amigo Miguel Ângelo.

 

Amanhã às 8:00 nos Arcos

8:30 Sra do Carmo 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 15:58

Sábado é por Folgosinho.

Quinta-feira, 20.09.18

A imagem pode conter: texto

Perfil da volta.

 

Texto alt automático indisponível.

Mapa

 

Pormenores da etapa.

 

Partida dos Arcos às 7:15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 19:24

Beleza e dureza de mãos dadas...

Quarta-feira, 19.09.18

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Pedro Santos e Henrique Manso, pessoas a sorrir, bicicleta e ar livre

Volta por Santa Teresinha é sempre motivo de "motivação", são 100 km com tudo e de tudo!
Os protagonistas hoje foram José Cavaca, Pedro Santos e Henrique Manso.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, céu e ar livre

Pelotão Cavaca às 8:00 dava início a uma das mais belas etapas da nossa região. Por Casal de Santa Teresinha.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, montanha, céu, ar livre e natureza

A seguir a Ourondo e virando à esquerda para a barroca é visível o Cabeço do Pião.

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, árvore e ar livre

Seja bem-vindo Pelotão Cavaca! Abracem o que vos faz sorrir e sonhai porque é de graça!!!

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, planta, céu, árvore, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca hoje pedalou pela Aldeia de São Francisco de Assis.
Situada na vertente sul do complexo montanhoso da Serra da Estrela e estando muito próxima do rio Zêzere, foi com o aparecimento de volfrâmio e o início da atividade mineira em 1881, que a vida social e econômica desta freguesia sofreu várias alterações. O camponês transformou-se em operário mineiro e a população cresceu com vagas provenientes de outros pontos do país à procura de trabalho na indústria mineira.

 

A imagem pode conter: céu, bicicleta, ar livre e natureza

Passagem do Pelotão Cavaca na Barroca Grande.
A mina da Panasqueira data de 1896. O seu período de maior desenvolvimento deu-se durante a Segunda Guerra Mundial devido à utilização do volfrâmio nas ligas metálicas do armamento.

 

A imagem pode conter: céu, ponte e ar livre Minas da Panasqueira...são as maiores minas subterrâneas do mundo, com mais de 12 mil quilómetros de túneis escavados pelo homem. Descemos a 200 metros de profundidade e encontrámos volfrâmio, um dos mais valiosos metais.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, casa, árvore, céu, ar livre e natureza

Esta é a aldeia de Casal de Santa Teresinha... mas meus amigos, aconselho uma visita, ela parte-vos as pernas!!!

 

A imagem pode conter: Henrique Manso, a andar de bicicleta, árvore, ar livre e natureza

Tem cerca de 15 pessoas, e 80% dos quais encontram-se reformados...

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bicicleta, montanha, céu, ar livre e natureza

À passagem pela Panasqueira é bem visível a Aldeia de São Jorge da Beira...Devido à sua interioridade, à situação precária das Minas da Panasqueira, a ser uma zona montanhosa e às fracas vias de acesso, a freguesia tem sofrido bastante, aumentando o desemprego e como tal a emigração.

 

A imagem pode conter: planta, céu, ponte, árvore, ar livre, natureza e água

Também pedalamos hoje por Casegas... linda aldeia.

 

A imagem pode conter: árvore, céu, bicicleta, ar livre e natureza

Com a vila do Paúl à nossa frente.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, ar livre e natureza

Em Vales do Rio cheirava a almoço.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, automóvel, céu e ar livre

Pelotão Cavaca à passagem pelo Tortosendo,,, cheiro a final de volta e início de uma grande dor de pernas, quase a Zero.

 

Post em atualização...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:28

Quarta é por Santa Terezinha.

Segunda-feira, 17.09.18

(27).jpg

Foto arquivo.

 

Texto alt automático indisponível.

Perfil da volta.

 

Texto alt automático indisponível.

Pormenores

 

Partida do Periferia às 8:00

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 21:07

Mais uma manhã à Pelotão Cavaca...

Domingo, 16.09.18

A imagem pode conter: 2 pessoas, bicicleta, árvore, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca em mais uma volta Domingueira.
Manhã de luxo e muito bem aproveitada, contribuíndo para que assim fosse, os amigos Vasco SantosSergio Duarte Rodrigues, Miguel Ângelo,Manuel RibeiroAndré AscensãoMarco Ribeiro,Antonio GomesPaulo JorgeJosé Cavaca eMarcos Gonçalves.
Bem Haja amigos e votos de uma ótima semana!

 

A imagem pode conter: bicicleta, ar livre e natureza

Domingo, 8:00, 16 de Setembro, 16 graus e sem vento, bons amigos e boas estradas... não podia estar melhor para a nossa Domingueira volta.

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, ar livre

Esta é a mítica Ponte Pedrinha na Covilhã.
Pelotão Cavaca pedalou por lá esta manhã.

 

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Marco Ribeiro e Vasco Santos, interiores

Cafezinhos no Fundão foram oferta de Sergio Duarte Rodrigues.
Bem Haja amigo.

 

A imagem pode conter: bicicleta e ar livre

Pelotão Cavaca esta manhã à passagem pela cidade do Fundão, a minha cidade.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, ponte e ar livre

Início da subida da Serra da Gardunha esta manhã.

 

A imagem pode conter: pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, ar livre e texto

Descida para os Enxames.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, ar livre e natureza

Pelotão Cavaca esta manhã a Colorir Estradas da Beira Baixa.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a andarem de bicicleta, bicicleta, árvore, céu, ar livre e natureza

Pela Ponte Romana da Capinha, esta manhã.
... Colorimos estradas das Beiras...

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, nuvem, relva, árvore, ar livre e natureza

A natureza é grande nas coisas grandes e grandíssima nas pequeninas...

 

A imagem pode conter: 9 pessoas, incluindo José Cavaca, Antonio Gomes, Sergio Duarte Rodrigues, Vasco Santos, Marcos Gonçalves, André Ascensão e Marco Ribeiro, pessoas a sorrir, pessoas em pé

Um brinde ao nosso amigo Marcos Gonçalves.
Desta forma, a melhor, terminou a nossa bonita manhã de ciclismo.
Bebidas foram oferta de Marcos Gonçalves.
Bem Haja a todos pela presença, PARABÉNS MARCOS!
 

 

Texto alt automático indisponível.

 

Esta manhã, Cafezinhos e Cai Bem foram oferta deSergio Duarte Rodrigues e Marcos Gonçalves respetivamente.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Pelotão Cavaca ordenado após excelente fim de semana velocipédico.
A registar a subida ao 17º lugar de Marcos Gonçalves.
André Ascensão subiu de 39º para 32º lugar.

 

Quarta Feira há mais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 11:55


Pág. 1/2