Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Volta de sonho, um sonho de volta... pela Rapa.

Quarta-feira, 18.07.18

Foto de José Cavaca.

Com um percurso conhecido e percorrido por nós há mais de 20 anos, nunca deixou de ter impacto nas nossas históricas voltas, hoje mais que nunca, com a companhia de amigos que estiveram nessas mesmas voltas, falo do amigo Paulo Pacheco e oLidio Ramos... Reviver esses momentos REJUVENESCE! 
130 km bem rapados!!!
 

 

Foto de José Cavaca.

Passagem pela Sra do Carmo rumo à mítica volta da Rapa em Celorico da Beira.

 

Foto de José Cavaca.

Paulo Pacheco diretamente da Suiça para comandar Pelotão Cavaca rumo à Rapa.

 

Foto de José Cavaca.

Esta manhã no alto de Vale Formoso,,, Lidio Ramoscomanda.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca em plena ascensão ao alto de Famalicão.

 

Foto de José Cavaca.

Esta manhã à passagem por Famalicão da Serra... fresquinho.

 

Foto de José Cavaca.

Alto de Famalicão... nevoeiro, frio e algum vento... Verão???

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca à passagem por Fernão Joanes.

 

Foto de José Cavaca.

Videmonte, aldeia lindíssima que fez parte do nosso itinerário.

 

Foto de José Cavaca.

À saída de Videmonte o Sol dava-nos os Bons Dias.

 

Foto de José Cavaca.

Planalto na Serra da Estrela entre Videmonte e Prados.

 

Foto de José Cavaca.

Passagem pelos Prados.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca na descida dos Prados para a Rapa.

 

Foto de José Cavaca.

... esta é a terra onde nasceu meu Pai... há anos que anualmente a visito, Bem Haja aos amigos que me acompanham.

 

Foto de José Cavaca.

Lenda da Moira da Rapa...
Na extinta freguesia celoricense da Rapa havia um homem que sonhou existir uma moura, que se encontrava encantada, no sítio do Alambique.
Como andasse com o sonho às voltas na sua cabeça, resolveu lá ir verificar e constatou que de facto era verdade. Aliás, a moura deu-lhe imensas coisas, de entre as quais um galo de ouro.
À semelhança de outras, a moura era só mulher dacinta para cima, sendo serpente na parte de baixo, e logo lhe disse:
– “MIGUEL, ESTA RIQUEZA É TODA TUA, MAS TENS DE ME DEIXAR METER A LÍNGUA DENTRO DA TUA BOCA”.
O homem apanhou semelhante susto, que até arrancou a crista ao galo, e fugiu a sete pés! A moura perseguiu-o enquanto pôde e ia-lhe dizendo:
– “MIGUEL, SEU INGRATO, QUE DOBRASTE O MEU ENCANTO!”
O Miguel lá lhe conseguiu fugir, tendo ido à cidade da Guarda vender a crista do galo de ouro que lhe deu um muito bom punhado de dinheiro …

 

Foto de José Cavaca.

Em Aldeia Viçosa os cafezinhos foram oferta de Paulo Pacheco.
Bem Haja amigo, Pelotão agradece.

 

Foto de José Cavaca.

Aldeia Viçosa.

 

Passagem pela cidade da Guarda.

 

Foto de José Cavaca.

Na Guarda, Paulo Pacheco fez questão de oferecer as Bolinhas de Berlim... mais uma vez, Bem Haja.

Lembro que a Pastelaria Orquidea é do Primo de Paulo Pacheco.

 

Foto de José Cavaca.

Com esta imagem da cidade da Guarda, pelotão Cavaca despedia-se até uma próxima.

 

Foto de José Cavaca.

Homem do dia numa etapa de sonho... PARABÉNS Lidio Ramos.

 

Foto de José Cavaca.

... e mais uma etapa memorável cumprida...
Venha de lá Cabreira e Gois com 4000 de acumulado... é Sábado.

 

Foto de José Cavaca.

Cafezinhos em Aldeia Viçosa e Bolinhas de Berlim na Guarda, foram oferta de Paulo Pacheco
Bem Haja amigo.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca ordenado após etapa da Rapa.
A registar a entrada para o 32º lugar de Paulo Pacheco.

 

Sábado é pela Cabreira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:58