Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



... simplesmente belo, percurso e volta por Jarmelo.

Sábado, 14.07.18

Foto de José Cavaca.

Os amigos que quiseram desfrutar de mais uma memorável manhã, Vasco SantosLidio RamosFernando Caetano, Miguel Ângelo e Marco Ribeiro.
144 km cheios de história, Bem Haja Pedro e Inês...

 

Foto de José Cavaca.

Às 7:00 dava-se início a mais uma lindíssima etapa, hoje com passagem por terras de Jarmelo. Há 650 anos que o Jarmelo tem contas a acertar com a história. Desde 7 de Janeiro de 1355, mais precisamente, quando Inês de Castro morreu às mãos de, entre outros, Pero Coelho, fidalgo da corte de D. Afonso IV e filho da terra.

 

Foto de José Cavaca.

... lá convencemos o Lidio Ramos a visitar a antiga vila onde as lendas e os mistérios parecem ter substituído os residentes. Outrora atalaia da fronteira com Castela e vila próspera, o local é hoje uma fantasmagórica sede de freguesia sem habitantes, marcada pelo esquecimento e uma maldição com sabor a sal. Mas o Jarmelo, uma das localidades mais emblemáticas do concelho da Guarda, resiste em 2005, já declarado o Ano Inesiano da Cultura, altura certa também para uma reconciliação esperada por o crime já ter sido duramente expiado.

 

Foto de José Cavaca.

Passagem pelo alto de Vale Formoso.

 

Foto de José Cavaca.

Em plena subida para o alto de Famalicão rumo a Jarmelo.

 

Foto de José Cavaca.

Alto de Famalicão... agora rumo a Fernão Joanes.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca esta manhã a rolar por Fernão Joanes.

 

Foto de José Cavaca.

Passagem pela Barragem do Caldeirão.

 

Foto de José Cavaca.

Zona de rara beleza esta do Caldeirão.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a pedalar por Maçainhas, mas da Guarda.

 

Foto de José Cavaca.

Entrada na cidade da Guarda.

Aqui, Marco Ribeiro ofereceu o Pequeno Almoço ao Pelotão.

 

Foto de José Cavaca.

Na cidade da Guarda rumo a Guarda gare.

 

Foto de José Cavaca.

Esta é a linda terra de nome Gonçalobocas...

 

Eis a nossa chegada a Castro do Jarmelo... e foi aqui que tudo aconteceu, dizem.
Se há História de amor que tenha marcado a história de Portugal, é a do amor proibido entre o infante D. Pedro e Inês de Castro, dama de companhia da sua mulher D. Constança Manuel.
Foto Miguel Ângelo.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca em Castro Jarmelo.
Outrora atalaia da fronteira com Castela e vila próspera, o local é hoje uma fantasmagórica sede de freguesia sem habitantes, marcada pelo esquecimento e uma maldição com sabor a sal. Mas o Jarmelo, uma das localidades mais emblemáticas do concelho da Guarda, resiste em 2005, já declarado o Ano Inesiano da Cultura, altura certa também para uma reconciliação esperada por o crime já ter sido duramente expiado.

 

Foto de José Cavaca.

... por terras de Jarmelo.., a tragédia romanceada tudo apagou da memória. Só assim se compreende que o monte que foi também cenário dos amores de D. Pedro e D. Inês não tivesse sido abrangido pelas comemorações culturais evocativas da funesta efeméride. Como sempre, tudo se irá passar longe daqui, em Coimbra, Alcobaça e Montemor-o-Velho, impulsionado pela Fundação Inês de Castro. Não é que alguém exija alguma contrapartida pelo fardo pesado do passado, mas há quem ache bem recordar que por lá se namoraram o príncipe e a sua amada, tendo sido também para o Jarmelo que D. Inês foi desterrada por D. Afonso IV a conselho de Pero Coelho e outros

 

Foto de José Cavaca.

Mas muito, muito muito havia para contar sobre esta efeméride, e nós tinhamos que dar ao pedal...
Pelotão Cavaca terá mais histórias para contar...

 

Foto de José Cavaca.

Depois do infante D. Pedro e Inês de Castro nos terem destroçado o coração... vamos lá agora romper pernas rumo à Covilhã.
Foto Miguel Ângelo.

 

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Em Donfins do Jarmelo... isto sim amigos, que frescura.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca à saída de Donfins rumo a Pousade.

 

Foto de José Cavaca.

Aldeia de Pousade.

 

Foto de José Cavaca.

À passagem por Pousade, ficou uma bonita imagem da Praia Fluvial.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca,,, qualquer sacrifício é alegria.
Esta manhã de novo perto da Guarda.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca à passagem por uma aldeia bem conhecida de todos nós... Ramela!

 

Foto de José Cavaca.

À passagem pelo Ferro, Miguel Ângelo ofereceu umas refrescantes Coca-Colas... Bem Haja amigo.

 

Foto de José Cavaca.

... e pronto amigos, mais uma digna e memorável volta finalizada.
Muito gratos estamos todos a nós por tão proveitosa manhã velocipédica.

 

Foto de José Cavaca.

Hoje foi dia de festas...
Marco Ribeiro na Guarda ofereceu o Pequeno Almoço.
Miguel Ângelo no Ferro ofereceu as fresquinhas Coca Colas.
Bem Haja amigos.

 

Foto de José Cavaca.

Depois desta lindíssima etapa do Jarmelo, eis o Pelotão ordenado...
A registar a subida ao 10º lugar de Marco Ribeiro.
Vasco Santos subiu de 22º para 20º lugar.

 

 Amanhã às 7:30 nos Arcos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 15:00