Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Beleza de mãos dadas com o ciclismo...

Quarta-feira, 27.06.18

Foto de José Cavaca.

Não se podia pedir mais nesta lindíssima volta por Pínzio, suprema em todos os aspetos!
Os protagonistas beneficiados, Fernando Caetano,Henrique Manso e José Cavaca.
Amigos, 150 km feitos num ápice!

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca partia da Covilhã às 6:30 para uma das mais belas voltas pela Beira Alta.

 

Foto de José Cavaca.

Em plena subida para o alto de Santa Cruz.

 

Foto de José Cavaca.

Cidade da Guarda esta manhã,,, parecia Inverno, 12 graus e nevoeiro.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão à passagem por Alfarazes.

 

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

À passagem pela Guarda, uns espectadores atentos e receptivos aos miminhos...

 

Foto de José Cavaca.

Guarda Gare... quase a chover esta manhã.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca à passagem por Gonçalbocas.

 

Foto de José Cavaca.

A hoje muito progressiva freguesia de Pínzio, constituiu a fronteira-nascente-sul do concelho de Pinhel, criado por foral de D. Sancho I, em 1209. Na parte final daquela Carta de Alforria que o rei concedeu a Pinhel, determinam-se os diversos pontos que constituíam o concelho por ele criado e, ao encerrar, e no ponto final, está a referência: "...Daqui para a Atalaya de Tramaz em direcção Àtalaya de Algumir. D'aí ao cimo de Castanheyra, à Fonte dos Castelos".

 

Foto de José Cavaca.

Depois de criado o concelho do Jarmelo, Pínzio ficou dentro da sua área, até à extinção deste em 1853, passando a fazer parte do concelho da Guarda, mas o Decreto de 12 de Julho de 1895, voltou a colocá-lo de novo no concelho de Pinhel, e nele se mantém ainda.

 

Foto de José Cavaca.

Depois de Pínzio, Castanheira à vista.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a dar entrada em Castanheira. Situa-se na zona do sudeste do concelho da Guarda, fazendo fronteira com as localidades de Gagos, Pousada e Rochoso, bem como com outros concelhos, nomeadamente com Pínzio (concelho de Pinhel), Parada (concelho de Sabugal), e Cabreira no concelho de Almeida). Locais bem conhecidos pelo Pelotão.

 

Foto de José Cavaca.

Lindíssima zona esta da Aldeia de Porto Mourisco... e durinha!

 

Foto de José Cavaca.

...a pedalar na estrada entre Porto Mourisco e Parada... MARAVILHA.

 

Foto de José Cavaca.

Entrada em Cerdeira.

 

Foto de José Cavaca.

Cerdeira do Côa.

 

Foto de José Cavaca.

Cafezinhos em Cerdeira do Côa foram oferta deHenrique Manso.
Bem Haja amigo.

 

Foto de José Cavaca.

Mais uma linda aldeia por onde hoje pedalamos, Martim Pêga, povoação anexa a freguesia de Seixo do Côa, concelho do Sabugal.

 

Foto de José Cavaca.

Na zona de Abitureira um pelotão (rebanho) de cabras...

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca em Pousafoles do Bispo.
Não se vê vivalma... nesta aldeia do concelho de Sabugal, onde o ponto alto é a Páscoa.

 

Foto de José Cavaca.

É sempre um prazer pedalar por Pana Lobo, zona de rara beleza.

 

Foto de José Cavaca.

Passagem nas Inguias, estranho à Quarta Feira...

 

Foto de José Cavaca.

Último suspiro da etapa, a subida para a Sra do Carmo.
Uma etapa maravilha com passagens por zonas de rara beleza e culturas muito próprias... adoramos.

 

Foto de José Cavaca.

Cafezinhos hoje foram oferta de Henrique Manso.
Bem haja amigo.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca ordenado após etapa de Pínzio.
A registar a subida ao 9º lugar de Fernando Caetano.

 

Mais ciclismo... ???

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:58

Amanhã é por Pínzio...

Terça-feira, 26.06.18

Foto de José Cavaca.

Perfil da etapa.

 

Foto de José Cavaca.

Pefil 3D

 

Foto de José Cavaca.

Pormenores da etapa.

 

Partida dos Arcos às 6:30

Sra do Carmo 7:00

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 09:30

Grande fim de semana pela Serra da Estrela.

Segunda-feira, 25.06.18

Foto de José Cavaca.

 Partida junto às Salgadeiras para mais uma grande caminhada.

 

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

... finalizamos 5 horas de caminhada nas Salgadeiras...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 10:17

... mais uma à Pelotão, mais uma pela Estrela.

Domingo, 24.06.18

Foto de José Cavaca.

Os protagonistas amigos que desfrutaram da mítica e bela subida do Vale Glaciar, Sergio Duarte RodriguesJosé CavacaHenrique Manso, o parabenizado Antonio GomesLidio Ramos e Miguel Ângelo.
Amigos, foram apenas 78 km, mas muito bem vivídos, convividos e bem fresquinhos.

 

Foto de José Cavaca.

Mais uma estreia, mais uma boa máquina a Colorir Estradas de Portugal... Parabéns Antonio Gomes.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca esta manhã à partida para mais uma subidinha pela Estrela, desta vez pelo Vale Glaciar.

 

Foto de José Cavaca.

A dar entrada no Parque Natural Serra da Estrela.

 

Foto de José Cavaca.

Em Manteigas.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a dar início à subida do Vale Glaciar.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão pelo Vale Glaciar do Zêzere, 13kms de extensão, um dos maiores da Europa, maravilhosa dádiva da Natureza e, ao mesmo tempo, uma lição a céu aberto sobre os vestígios da última época de glaciação, há milhares de anos.

 

Foto de José Cavaca.

Cântaros à vista...

 

Foto de José Cavaca.

O Vale Glaciar do Zêzere, profunda garganta de direcção NNE-SSW, instalado numa importante falha, é um dos melhores exemplos de como os glaciares modelaram a paisagem: a forma em «U» deve-se à maciça presença de gelo no cimo da montanha, criando como que uma cúpula de onde vertiam “línguas” para os vales periféricos.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca em plena descida para a Covilhã.

 

Foto de José Cavaca.

... a descer todos os Santos ajudam...

 

Foto de José Cavaca.

Covilhã foi travão de mais uma manhã memorável.
Bem Haja Antonio Gomes pela oferta das bebidas.

 

Foto de José Cavaca.

Hoje a oferta das bebidas foi do amigo Antonio Gomes.
Bem Haja e PARABÉNS!!!

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca ordenado após etapa do Vale Glaciar.
A registar a subida ao 9º lugar de Sergio Duarte Rodrigues.

 

Quarta Feira há mais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 11:55

Por um Paraíso de nome Estrela.

Sábado, 23.06.18

Foto de José Cavaca.

Manhã rica em todos os sentidos, clima, percurso, ritmo, acumulado, companhia, almoço na Torre oferta de Kevin Sá e uma valente dor de pernas.
Os protagonistas, Henrique Manso, Miguel Ângelo,Kevin Sá e o mais novo... José Cavaca!
102 km com e de muita qualidade!
 

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca partia da Covilhã às 7:00 servindo de aquecimento a subidinha da Portela.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca à passagem pelo alto da Portela, mas lá no alto em frente, estava a Torre à nossa espera...

 

Foto de José Cavaca.

Uma característica da liberdade, é o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir...
Pelotão Cavaca pela estrada das Pedras Lavradas rumo ao Adamastor.

 

Foto de José Cavaca.

Cativante estradinha das Pedras Lavradas.

 

Foto de José Cavaca.

Alto das Pedras Lavradas.
Agora descia-se para Outeiro da Vinha.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão à passagem por Alvoco da Serra.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a subir para o alto de Alvoco... Colcurinho ficava lá ao cimo...

 

Foto de José Cavaca.

Rumo ao Adamastor!

 

Foto de José Cavaca.

Alto de Loriga era já ali.

 

Foto de José Cavaca.

Do alto de Loriga a paisagem era anestesiante... 

 

Foto de José Cavaca.

Pequena pausa na Praia Fluvial de Loriga.

 

Foto de José Cavaca.

Neste ponto começava verdadeiramente a nossa etapa...
... que prazer de sofrimento...

 

Foto de José Cavaca.

Por falar em sofrimento... não era para publicar, mas não resisti...
Subir de Loriga para a Torre pelo Adamastor, 22 km a RIR, tudo em PRATO 53 em bom ritmo, penso que não é qualquer um... 
GRANDE Kevin Sá!

 

Foto de José Cavaca.

... a dar entrada no Parque Natural da Serra da Estrela...

 

Foto de José Cavaca.

Só nos curamos dos sofrimentos, depois de os ter suportado até ao fim... Pelotão Cavaca pelo Adamastor.

 

Foto de José Cavaca.

... Kevin Sá, pelo Adamastor, Serra da Estrela.

 

Foto de José Cavaca.

... e eu também fui à Estrela e às estrelas...

 

Foto de José Cavaca.

O sofrimento é o melhor remédio para acordar o espírito...

Serra da Estrela, Adamastor.

 

Foto de José Cavaca.

... ó pa mim... e pó Henrique Manso... na Estrela com 34 graus.
Fotos Kevin Sá.

 

Foto de José Cavaca.

Muito sabe quem bem conheceu o sofrimento...

 

Foto de José Cavaca.

...Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos...

 

Foto de José Cavaca.

O sofrimento é o intervalo entre o início e o fim...

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a dar entrada na EN 339 rumo à Torre.

 

Foto de José Cavaca.

A chegar à Torre, refrescamos nossa mente.. poluída de Ambição...

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca no ponto alto da volta, Torre.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a pedalar para o abastecimento... Torre.

 

Foto de José Cavaca.

Foto de José Cavaca.

Abastecimento sólido e líquido foram oferta de Kevin Sá.
... as imagens dizem tudo...

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca na rápida decida para a Covilhã.

 

Foto de José Cavaca.

Penhas da Saúde rumo à Covilhã.

 

Foto de José Cavaca.

Chegada à Covilhã, final de mais uma entre milhares de voltas memoráveis.

 

Foto de José Cavaca.

Na Torre, hoje o nosso amigo Kevin Sá ofereceu os abastecimentos líquidos e sólidos ao Pelotão.
Bem Haja amigo.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca ordenado após etapa do Adamastor.

 

Amanhã às 7:00 nos Arcos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 17:19

Pelo Adamastor e Torre, Serra da Estrela.

Quinta-feira, 21.06.18

Foto de José Cavaca.

Perfil da etapa.

 

Foto de José Cavaca.

 

Foto de José Cavaca.

Pormenores da volta.

 

Partida do Periferia às 7:00

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 12:16

Charmosa e Virtuosa esta volta da Barriosa!

Quarta-feira, 20.06.18

Foto de José Cavaca.

Os contemplados, Fernando CaetanoHenrique Manso e José Cavaca!
... simplesmente 112 km bem desfrutados...
 

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca às 7:30 dava início à durinha volta da Barriosa.

 

Foto de José Cavaca.

Portela com a Estrela à nossa frente.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca na terra do amor, Unhais da Serra.

 

Foto de José Cavaca.

Estrada das Pedras Lavradas.

 

Foto de José Cavaca.

Sempre agradável pedalar pela mítica das Pedras Lavradas.

 

Foto de José Cavaca.

Alto das Pedras lavradas é já ali...

 

Foto de José Cavaca.

Alto das Pedras Lavradas.

 

Foto de José Cavaca.

Para quem não conhece esta é a aldeia de Vasco Esteves de Baixo.

 

Foto de José Cavaca.

Aldeia de Frádigas viu pedalar Pelotão Cavaca...

 

Foto de José Cavaca.

Na aldeia de Frádigas Fernando Caetano ofereceu os cafezinhos ao Pelotão.
Bem Haja amigo e PARABÉNS!

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca em Frádigas rumo à Barriosa, Serra da Estrela.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca no Poço da Broca, Barriosa.

 

Foto de José Cavaca.

Subida de Barriosa para o alto das Pedras Lavradas com 35 graus... maravilha.

 

Foto de José Cavaca.

Passagem pela Erada.

 

Foto de José Cavaca.

Vila de Tortosendo.

 

Foto de José Cavaca.

Vermelho é para parar, final da etapa Maravilha da Barriosa.
Chegada às 12:47, porque Portugal era às 13:00.

 

Foto de José Cavaca.

Parabéns Fernando Caetano.
Bem Haja pelas fotos!

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca ordenada após etapa da Barriosa.

 

Sábado há mais ciclismo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:18

Mítica e bela da Barriosa é Quarta.

Segunda-feira, 18.06.18

Foto de José Cavaca.

Perfil.

 Foto de José Cavaca.

 

 Foto de José Cavaca.

Pormenores da etapa.

 

Partida do Periferia às 7:30

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 21:29

... Cada Volta é como se abrisse o mesmo livro numa página nova...

Domingo, 17.06.18

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca esta manhã coloriu estradas da Cova da Beira com os amigos Sergio Duarte RodriguesMarco RibeiroFernando CaetanoLidio Ramos, Miguel Ângelo, Antonio GomesManuel Ribeiro e José Cavaca. 

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca à saída da Covilhã rumo à Sra do Carmo.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca esta manhã à passagem pela Sra do Carmo.

 

Foto de José Cavaca.

As estradas estão aí para serem pintadas, nós somos o pincel e a motivação o movimento.
... Pelotão Cavaca rumo às Inguias.

 

Foto de José Cavaca.

Chegada às Inguias.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca nas Inguias.
Cafezinhos nas Inguias foram oferta de Manuel Ribeiro.
Os Cai Bem na Boidobra foram oferta de Cavaca.

 

Foto de José Cavaca.

Esta dedico ao meu bom amigo Fernando Goncalves.

 

Foto de José Cavaca.

Leva anos a perceber, que a estrada vai muito além do que se vê...
Pelotão Cavaca em volta Domingueira.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca...
Pedalamos por estradas de mil cores porque o ciclismo é um Arco- Íris, que nós podemos colorir...
Esta manhã pela Quinta dos Termos.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca esta manhã... sempre em frente sem parar porque a parada é suicida, porque a vida é muito curta e a etapa é comprida...

 

Foto de José Cavaca.

Ontem o Sr Professor Henrique Manso foi às alfaces...
Hoje o Dr. Lidio Ramos foi às cerejas...
... Pelotão Cavaca...

 

Foto de José Cavaca.

Certas perdas trazem consigo ganhos inesperados, e os nossos finais são apenas o começo...

Foto de José Cavaca.

Cafezinhos nas Inguias foram oferta de Manuel Ribeiro.
Bem Haja amigo.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca atualizado após etapa Domingueira.

 

 Votos de uma boa semana para todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 12:29

Pelos Jarmelos, uma digna volta modelo!

Sábado, 16.06.18

Foto de José Cavaca.

É logo ali ao lado de quem passa, naturalmente apressado, na A25, depois da Guarda e no sentido de Vilar Formoso. Há um cabeço que se destaca de todo o planalto. São as terras do Jarmelo e têm tanto de históricas como de lendárias. Terras de maldição e, afinal, terras de amor.
Amigos, 164 km como há muito não vivia, como há muito não enriqueciam a nossa memória com alguns verídicos e trágicos acontecimentos da época.
SIMPLESMENTE LINDO

(46).jpg

O nosso convidado do dia... 

 

Foto de José Cavaca.

Às 7:00 dava-se início a uma das etapas a que podia dar o nome de (O amor, a pior das maldições)... por terras de Jarmelo!
Pelotão Cavaca a colorir estradas da Beira Alta.

 

Em Vendas da Vela a primeira dificuldade do dia, subidinha para Santa Cruz, Guarda.

 

Foto de José Cavaca.

A cidade da Guarda à vista, esta teve o seu primeiro Foral a 27 de novembro de 1199, concedido por D. Sancho I, o Rei Povoador.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a pedalar para Argomil, hoje com um convidado especial...

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca a dar entrada na linda aldeia de Argomil, bem conhecida do Pelotão.

 

Foto de José Cavaca.

Argomil é assim, passadeiras não existem mas os condutores param.

 

Foto de José Cavaca.

Abastecimento líquido em Argomil... bem fresquinha estava esta boa água.

 

 Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca deixava lá atrás a linda aldeia de Argomil.

 

Foto de José Cavaca.

Esta é a linda aldeia Montes do Jarmelo.

 

(45).jpg

Sobe desce, sobe desce... foi sempre a "passear.

  

Foto de José Cavaca.

Valdeiras do Jarmelo, e nós num constante sobe e desce rumo a Inês de Castro.

 

Foto de José Cavaca.

Ima do Jarmelo... tudo belo...
Algo que tem de ser referenciado... as muito boas estradas que há por toda esta zona!

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca rumo a Donfins do Jarmelo.

 

Foto de José Cavaca.

Donfins do Jarmelo... e ainda havia mais...

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca agora rumo a Urgueira do Jarmelo... a nossa aldeia.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca chegava à aldeia desejada... 
Por aqui passaram D. Pedro e Inês. E os resquícios da mais bela e trágica história de amor da nação. Uma espécie de Romeu e Julieta à portuguesa, pois então. Ou, pelo menos, com um final igualmente trágico. O Jarmelo, terra orgulhosamente beirã, aparece ligada, irremediavelmente, a essa tragédia. É que foi aqui que nasceu, por má sina e infortúnio, Pêro Coelho, um dos executores da "bela com o corço de garça". Por isso, e em jeito de vingança desesperada, D. Pedro mandou salgar as suas terras, num gesto decisivo de maldição e extermínio, mal subiu ao trono.

 

Foto de José Cavaca.

Chegados a Urgueiro do Jarmelo, fomos diretamente ao hotel para repor energias... 

 

Foto de José Cavaca.

... antes de comer, tivemos que lavar os pratos, no Jarmelo é assim, comidinha saudável.

 

Foto de José Cavaca.

Pelotão Cavaca no abastecimento sólido...
ALFACE BIO NACIONAL
1,50€ / 500grs

 

Foto de José Cavaca.

Vamos lá então ver D. Inês... estava lá ao cimo.

 

Foto de José Cavaca.

Chegamos ao local onde passaram D. Pedro e Inês com os resquícios da mais bela e trágica história de amor da nação. O Jarmelo, terra orgulhosamente beirã, aparece ligada, irremediavelmente, a essa tragédia. É que foi aqui que nasceu, por má sina e infortúnio, Pêro Coelho, um dos executores da "bela com o corço de garça". Por isso, e em jeito de vingança desesperada, D. Pedro mandou salgar as suas terras, num gesto decisivo de maldição e extermínio, mal subiu ao trono. Pouco depois de murmurar as históricas palavras: "Adeus Vila do Jarmelo/Adeus pedra de montar/ Enquanto o mundo for mundo/Tributo hás-de pagar".

 

Foto de José Cavaca.

Reza a história que, por causa dos amores e dissabores do infante, a vila sofreu uma atrocidade que ficaria para sempre visível. D. Pedro determinou que no Jarmelo não ficasse pedra sobre pedra – salgando-se os terrenos. Os habitantes foram empurrados para as terras vizinhas. Mais tarde, o Jarmelo foi reconstruído e repovoado pelo seu filho, D. Fernando. A terra outrora amaldiçoada prosperou e foi, inclusive, sede de concelho. Durante a quarta invasão napoleónica foi assaltada. Enfraquecidos, os habitantes enjeitaram-na e nunca mais se recompôs.

 

Foto de José Cavaca.

Há até quem diga que foi no Jarmelo que D. Pedro conheceu D. Inês, quando integrava um cortejo de D. Constança, que casou com o rei, vindo de Espanha. «Mas não há nada oficial», adverte Agostinho da Silva, presidente da Junta de S. Pedro do Jarmelo. «A versão oficial, essa, conta-a Camões», recorda. Mas estórias há muitas. O autarca recorda que «até há quem conte que foi feito um casamento na região da Guarda, por um padre da Sé». Conta-se que o rei, encolerizado e inclemente, expulsou D. Inês para o Jarmelo. Desse tempo é a famosa "pedra de montar", que lhe servia de apoio quando pretendia subir ao cavalo. A pedra ainda lá está, escondida entre carvalhos, nos arredores do "pinoco" (o marco geodésico). Mas não no sítio original. «Foi removida há 60 anos e colocada no actual local», continua Agostinho da Silva. Foi também por causa de D. Inês que perdurou ao longo dos séculos a tradição das noivas pagarem uma tença ao casarem. Como que à memória "daquela que depois de morta foi rainha". No Jarmelo, existem as tradicionais "alminhas", mas aqui adquirem um significado especial. «Há quem lá ponha dinheiro e flores campestres para as moçoilas arranjarem casamento», garante o autarca...
Amigos, muito, mas muito mais havia que escrever sobre esta linda história, quanto ao que se sabe verídica.
 
Foto de José Cavaca.
Pelotão Cavaca depois de estar cerca de uma hora com D. Inês e D. Pedro, voltava à realidade e às muito boas estradas coloridas com muito melhores paisagens... um sonho pedalar por aqui.
 
Foto de José Cavaca.
Mais uma bonita aldeia que nos viu pedalar, Rochoso.
 
Foto de José Cavaca.
Pelotão Cavaca... É na bike, é nas estradas e suas belas paisagens, que sente o conforto da paz onde descarregamos os desprazeres que a vida insiste em nos dar. Voltamos sempre mais livres, leves e renovados... Isto é Pelotão Cavaca.
 
 
Foto de José Cavaca. 
Pelotão Cavaca à passagem por Monte Margarida... lindo nome.
 
 
Foto de José Cavaca.
Aqui já a rolar na EN233 rumo ao Sabugal.
 
 

Foto de José Cavaca. 

 Cidade do Sabugal via-nos passar com quase 45 minutos de atraso... a culpada disso foi D. Inês e o Hotel em Jarmelo.

 

Foto de José Cavaca.

Vila de Caria... e cheirava a final de uma GRANDE MANHÃ DE CICLISMO!

 

 

Foto de José Cavaca. 

Covilhã à vista... 

... nunca nos arrependemos do que fizemos, mas sim do que ficou por fazer. Por isso continuamos a pedalar, a explorar, a sonhar e a DESCOBRIR.
Fomos, somos e continuaremos a ser como esta etapa, DE QUALIDADE...

 

Foto de José Cavaca.

Amanhã às 8:30 nos Arcos

Cafezinho nas Inguias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 15:52


Pág. 1/2