Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pela Rota de Vale de Amoreira

Segunda-feira, 03.04.17

O concelho de Manteigas está integrado numa zona privilegiada para o lazer, alicerçado nas suas condições naturais, nos valores ecológicos, ambientais e paisagísticos, e nas tradições culturais e etnográficas que o representam.

 

Conheça os caminhos tradicionais percorridos pelos pastores e pelas populações serranas, revitalize a cultura e os costumes antigos da região, visite os locais esquecidos.

 

A rede de trilhos verdes aqui proposta permitir-lhe-á descobrir 200 km´s de sensações únicas e enriquecedoras.

 

Esta caminhada tem uma extensão de 5 km (6,4 km com derivações) Duração: 3 horas (aprox.) Altitude: entre 550 e 726 metros.

 

A Rota de Vale de Amoreira é fortemente marcada pela influência humana, permitindo aos caminheiros explorar o património natural, cultural e paisagístico da freguesia.

 

*****

 

Vale de Amoreira ficava lá atrás à espera do nosso regresso.

 

A sua paisagem caracteriza-se por uma grande variedade de mosaicos entrecortados por bosquetes, lameiros, manchas de vegetação arbustiva, caminhos, muros, construções em xisto, pequenos ribeiros, socalcos e florestas de resinosas.

 

*****

 

*****

 

Alguma carência de sinalização.

 

*****

 

*****

 

 

 

 

*****

 

A maior altitude, a Rota de Vale de Amoreira revela belíssimas panorâmicas sobre a paisagem humanizada rural, com uma vista sobre densas florestas e terrenos de produção agrícola localizados no flanco da encosta – Quintas do Vale.

 

*****

 

*****

 

 

 

*****

 

 

 

 

No património humanizado é possível observar ruas estreitas, ladeadas por casas típicas, e estabelecer contacto com a cultura histórico-religiosa da população local, designadamente com a visita à Capela de Nossa Senhora da Anunciação, padroeira da freguesia, do início do séc. XIV.

 

Voltaremos!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 09:47