Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



IV Clássica Primavera é amanhã.

Quarta-feira, 30.04.14

Mapa da IV Clássica.

 

Clássica ao Pormenor.

 

10 Colinas

12 sectores de Pavé 

133km de pura convivência desportiva.

 

Partida do Periferia às 7h 30m. 

Posição GPS

N 4016.042

W 7 30.596

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 05:43

Hoje, a festa do ciclismo.

Domingo, 27.04.14

Hoje, ciclismo agregado a uma grande festa, com estreias e o aniversário de João Nicolau.
Fizeram parte desta magnífica manhã, João Nicolau, (David Massano, estreia) José CavacaVasco Santos, (Fernando Fernando Prata Rodrigues estreia), Armando Oliveira, Lídio Ramos, Pedro Rodrigues, (Manuel Rodrigues, estreia) , Sebastião Aparício, Carlos FujiHenrique MansoJoão Santos, António Silva, Reis DanielLuis Filipe, João Sousa, Guilhermino PaisHelder Torres, Manuel Ribeiro, e André Ascensão. Juntaram-se mais tarde, José Carlos, Fernando Santos e Sérgio M. Pinheiro.

 

 

Começo por dar os parabéns ao aniversariante João Nicolau.

 

As boas vindas aos estreantes Manuel Rodrigues...

 

Fernando Prata Rodrigues...

 

E David Massano.

 

Passagem do Pelotão na Sra do Carmo.

 

Um andamento a pensar na chegada... gostei.

 

Aproximação a Belmonte.

 

Passagem do Pelotão na Rotunda Norte de Belmonte.

 

Com ritmo muito aceitável, pedalava-se agora rumo às Inguias.

 

Também havia que por a escrita em dia.

 

E vamos lá ao cafezinho e cantar os Parabéns ao Nicolau.

 

Com um gigante bolo à nossa espera...

 

... Pelotão canta em Coro os merecidos Parabéns ao aniversariante João Nicolau.

 

Já à saída do Café, a Menina Terezinha pedalava de outra forma.

 

À saida das Inguias viramos à direita para Carvalhal.

 

Muito bonita e cativante esta ciclovia que liga Inguias ao Carvalhal.

 

Dá gosto pedalar por aqui.

 

Carvalhal à nossa frente.

 

E Carvalhal na nossa retaguarda.

 

Esta é já a estrada da Quinta dos Termos.

 

É também com muito agrado que pedalamos por esta ciclovia.

 

Panorâmica da Quinta dos Termos.

 

Pelotão rumo ao Monte do Bispo.

 

Passagem do Pelotão nos Três Povos.

 

Entrada noutra ciclovia...

 

E com a aproximação ao Peso, a nossa volta estava a terminar.

 

Amigos, foi um prazer pedalar na vossa companhia.

 

Lista de amigos do Pelotão.

 

Mais ciclismo na Quinta Feira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 19:03

Amanhã volta 5* para Domingueiros!

Sábado, 26.04.14

 

Partida dos Arcos às 8h.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 09:22

Volta com cheiro a CRAVOS!

Sexta-feira, 25.04.14

Completaram a volta, Armando Oliveira, Carlos Lourenço, João SousaLuis FilipeZé MiguelMarco Daniel AlvesPedro RodriguesFernando Duarte, e eu José Cavaca. Juntaram-se mais tarde, Guilhermino Pais que renasce das cinzas, Sebastião Aparício, José Carlos Santos e Fernando Santos.
A volta foi exatamente a programada, contabilizando mais 133km para os totalistas.

 

Partida da Covilhã com temperaturas baixíssimas.

 

Muita gentinha a fazer caminhadas,,, talvez treinando para Fátima.

 

Passagem no Barco e o gelo continuava.

 

Só aquecemos mesmo a subir Silvares.

 

Alto de Silvares.

 

Miradouro à vista.

 

Início da subida para o Miradouro.

 

Costume dizer-se que, "É aqui que a porca torce o rabo".

 

Foto de Fernando Duarte que dá uma ideia da subida.

 

Tá feito!

 

Em menos de oito dias, duas visitas ao Miradouro do Mosquiteiro.

 

Cá do alto a paisagem é deslumbrante.

 

Lado de Cambas.

 

Orvalho, a terra do nosso amigão Paulo Rodrigues.

 

Panorâmica do recinto do Miradouro.

 

E toca a descer,,, grande guia à frente!

 

À saída do Orvalho,,, o nosso Cafézinho.

 

Hoje a oferta dos cafezinhos foi cá do eu José Cavaca.

 

Agora a subida para as Casas da Zebreira.

 

Depois vinha a descida para Almaceda.

 

No alto de Foz Giraldo o Gulhermino Pais juntou-se ao Pelotão.

 

 

Entrada em Almaceda. Foto muito bem conseguida do Fernando Duarte.

 

Pelotão próximo do alto de Paradanta.

 

Em Vale de Urso uma receção clamorosa.

 

Força nas pernas podia faltar,,, mas nos braços abundava!

 

Grandes festejos nesta pequena aldeia.

 

Mas havia ainda alguns quilómetros para pedalar.

 

E pronto amigos, esta maravilhosa manhã estava a terminar...

 

Ficamos com um mini video feito em Vale de Urso.

 

Agora o nosso pelotão ordenado.

Depois da nossa bonita etapa desta manhã, eis  algumas alterações:
Armando Oliveira sobe de 5º para 4º lugar.
Carlos Lourenço sobe de 17º para 16º.
Zé Miguelsobe de 59º para 42º.
Pedro Rodrigues também sobe um lugar.
Sebastião Aparício de 21º para 20º.
José Carlos de 19º para 18º.

 

Amanhã há mais ciclismo.

 

Partida dos Árcos às 8h.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 15:42

Tarde de ciclismo com a família.

Segunda-feira, 21.04.14

Aproveitando o muito bom tempo desta tarde, contrastando com a previsão do IPMA, fui dar umas pedaladas com a família.

 

Pelas 15 horas saimos da zona da Ponte Pedrinha, eu José Cavaca...

 

O meu cunhado Albertino Ribeiro...

 

E a minha esposa.

 

Pedalando na nossa mítica Ponte Pedrinha.

 

 Ciclismo é deixar o stress na partida, seguir o caminho da natureza e o destino um completo bem-estar.

 

Primavera, uma bonita epoca para pedalar.

 

 

Bicicleta é liberdade, diversão, ecologia, saúde e vida. 

 

Andar de bike é muito louco, e é tão difícil fazer ver isso ao ser humano.

 

A natureza agradece com a beleza do por do sol e com o brilho da luz da lua,  a utilização da bicicleta pelo homem.

 

Pedalar é respeitar e deliciar-se da vida.

 

Domínio, equilíbrio, força, velocidade... nosso corpo rasgando o ar... o vento acariciando nosso rosto... liberdade, prazer, vida!

Isto é ciclismo!

 

Pedalar é a descoberta de um novo acontecer.

 

Ciclismo não é simplesmente um desporto, ciclismo é um estilo de vida para alguns.

 

Neste mundo moderno onde o corre corre é diário, o nosso melhor remédio e andar de bike.

 

Quando pedalamos somos mais humanos!

 

Deu para todos os gostos.

 

E não houve quedas.

 

Começo a ficar sem comentários...

 

Quem experimente esta alegria de pedalar,,, raramente fica triste.

 

Bicicleta e homem, um conjunto muito saudável.

 

Ciclismo supera objetivos e une  pessoas.

 

 

Pedalamos para o final da nossa tarde velocipédica.

 

Por saber o que é o prazer de pedalar, não me canso de convidar amigos e familiares.

 

O ciclismo é um desporto tão saudável e completo, que supera objetivos, prolonga a vida e preserva o nosso ambiente natural, proporcionando o bem estar e qualidade de vida.

 

O ciclismo esta na razão da nossa saúde, na emoção das descobertas e no prazer de nos sentirmos livres.

 

O ciclismo esta no coração, sangue e veias dos que nele encontraram aventura.

 

 

E pronto, a nossa tarde velocipédica esta a terminar.

 

Termino com a nossa paragem nesta bonita e pequena ponte Romana.

Brevemente mais ciclismo e caminhadas em família.

 

Proxima etapa é na Quarta Feira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 19:10

Clássicas da Primavera vão voltar!

Segunda-feira, 21.04.14

 

cavaca 1

Ultima Classica foi a 21 de Abril da 2012.

 

cavaca

Percurso da ultima esdição,,, um sucesso!

 

 A pedido de alguns amigos, as Clássicas vão voltar às nossas estradas.

 

Percurso será muito parecido à Ultima Edição.

 

Para muito breve.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:48

Num Santo dia uma Santa volta.

Domingo, 20.04.14

Compareceram nesta ótima manhã para o ciclismo os Imaculados, José CavacaLuis FilipeArmando Oliveira, João Nicolau, João Sousa e Helder Torres.
Manhã Santa em que 72km mais pareceram 720 metros.
Uma boa Páscoa para todos.

 

Passagem na Sra do Carmo às 9h.

 

Hoje foi rimto adequado às necessidades.

 

Pelotão nas Olas.

 

Pouco ritmo, muita conversa,,, que maravilha as confissões de alguns Imaculados.

 

Perto das Inguias, há quem nem saiba que é dia Santo.

 

Aproveitamos para relembrar e falar de alguns amigos,,, que vão fazer muita falta.

 

Hoje o nosso Santo Café foi oferta do amigo Armando Oliveira.

 

De novo a pedalar.

 

Pelotão a chegar à Covilhã.

 

E pronto amigos, esta viagem terminou,,, Quarta Feira há mais.

 

Nesta Páscoa, gostaria de desejar a todos muita paz e harmonia. Que  tenham um reencontro consigo mesmo e que todas as nossas estradas nos conduzam a um caminho de muitos amigos e renovação de espírito.

Feliz Páscoa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 12:12

Volta com subida ao Monte Mosquiteiro.

Sábado, 19.04.14

Participaram, Marco Daniel Alves, (Francisco Romão despedida),( David Fernandes estreia), Miguel SimoesLuis FilipeJosé CavacaVasco SantosFernando Duarte, Carlos Lourenço, e João Sousa
134km de rompe piernas, mas muito gratificante.

 

Demorou mas veio, David Fernandes fez hoje a sua estreia.

Tinha que ser hoje, era etapa à sua medida.

 

Enquanto uns se estreiam, outros vão-nos deixar por uns tempos...

Francisco Romão, a humildade e bondade em toda a sua pessoa... vai fazer-nos muita falta!

De todos nós vão os votos de muitas felicidades e que tudo corra de feição.

 

Mas vamos lá à nossa etapa Rompe Piernas... partida às 7h 30m da Covilhã.

 

Zona de Vale de Urso.

 

Pelotão a chegar ao Violeiro.

 

 

À chegada ao Orvalho, dava-se início à subida para o Miradouro.

 

 

O amigo Vasco Santos também a esgalhar monte acima.

 

E prontos a entrar  numa zona bem inclinada,,, 20%.

 

 

A minha opinião... isto até é fácil, não meti mais que 21.

 

 

Mas o Fernandito foi chamou-lhe um figo...

 

Eis-nos chegados ao lindíssimo Miradouro.

 

Tivemos oportunidade de andar de comboio...

 

E até houve quem se oferecesse para levar o Romão além fronteiras.

 

E para terminar foi o sobe e desce constante até à Covilhã.

 

Meus amigos, amanhã há mais...

 

Eis o nosso Pelotão ordenado após esta bonita etapa.

 

 

Amanhã há mais ciclismo.

(Se não Chover) 

Partida dos Arcos às 8h.

Sra do Carmo às 8h 30m.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:35

Amanhã, ao Miradouro do Mosquiteiro.

Sexta-feira, 18.04.14

Orvalho está situada no limite Nordeste do concelho de Oleiros, fazendo fronteira com o concelho do Fundão. Um dos seus principais pontos de interesse é o miradouro do Mosquiteiro, de onde se tem uma perspectiva panorâmica lindíssima da paisagem circundante. O espaço está muito bem construído e dispõe de equipamentos para uma jornada bem passada em família: parque infantil, zona de churrasco e mesas com sombra.

 

 

Mapa da volta.

 

Pormenores da volta.

 

Partida dos Arcos às 7h 30m.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 05:28

Hoje, amestrada volta por Balocas.

Quarta-feira, 16.04.14

Dignaram-se fazer parte desta esmerada volta, José Cavaca, (Ricardo Ramos, estreia),( Miguel Simoes estreia), Armando Oliveira, (Luis Garcia estreia), e Fernando Caetano.
111 km de alguma arte velocipédica por aldeias incógnitas de todos nós.

 

 

Como sempre, começamos por dar as boas vindas aos nossos amigos estreantes.

Miguel Simões do Fundão, escolheu uma bem bonita volta para o fazer. 

 

Outra estreia, o nosso bem conhecido Ricardo Ramos.

 

Luis Garcia também fez a sua bonita estreia numa bonita volta.

 

 

E vamos lá pedalar,,, a partida como sempre foi à hora marcada.

 

Pelotão em Unhais da Serra.

 

Já na estrada das Pedras Lavradas, uma imagem que fica memorável.

 

No alto das Pedras Lavradas o cafezinho foi oferta do nosso estreante Ricardo Ramos.

 

Seguiu-se a divertida descida para Balocas.

 

Balocas bem visível na imagem já esperava por nós.

 

De imediato as durinhas rampas que tanto ansiava fazer.

 

Mas como sempre, 10, 15, ou 20% de inclinação nem dá para aquecer...

 

20% até dá para rir...

 

Bonitas fotos do nosso amigo Ricardo Ramos.

 

Ricardo que aqui vemos também num dos pontos durinhos da subida.

 

Já nem falo em nós,,, mas as correntes têm que ser muito boas.

 

Balocas quase quase conquistada.

 

E já está,,, já há saudades para voltar a Balocas.

 

Cá do alto de Balocas...

Pequena aldeia rica em beleza e na qualidade das gentes. Localiza-se no extremo Norte da Serra do Açor paredes meias com o Parque Natural da Serra da Estrela. A origem desta aldeia serrana remonta ao século XVII como comprovam os registos históricos, no entanto é provável que já anteriormente fosse ocupada sazonalmente por comunidades de pastores. Outrora toda a área envolvente a Balocas fora coberta por vastas florestas de caducifólias, comuns aquelas que cobririam as serras da Cordilheira Central. Como o processo de humanização da paisagem, a densa floresta autóctone deu lugar a clareiras onde se praticava a pastorícia e o cultivo de centeio. No período de ocupação romana foi introduzido o castanheiro (castanea sativa), arvore que desde há muito se encontra presente nas encostas de Balocas, como se pode comprovar pelos seculares castanheiros ainda existentes. Durante o século XX as comunidades silvo pastoris de Balocas e da Região da Beira Serra viram as suas pastagens, então muito degradada, serem substituídas pela monocultura do pinheiro bravo (pinus pinaster). Hoje também este já rareia fruto da nefasta acção dos fogos de Verão.

Muito peculiar é a forma como as encostas apresentam uma paisagem humanizada com os seus inúmeros socalcos agrícolas e casas de xisto , algumas das quais expondo já o abandono que a desertificação do interior acarreta, mas reflectindo ainda um estilo de vida ancestral de plena cumplicidade com a natureza.

Descida de Balocas obriga a cuidados redobrados.

 

E pronto amigos, depois foi quase rolar para a Covilhã.

 

 

Já no final da nosso bonita volta, deixo o convite à próxima ao Miradouro do Mosquiteiro.

 

Eis agora o nosso pelotão ordenado. 

 

 

Mais ciclismo no Sábado ao Miradouro do Mosquiteiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 14:17


Pág. 1/3