Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Da Covilhã a Folgosinho e voltar em BTT.

Sábado, 29.06.13

Simplesmente 120km espectaculares!!! 

Depois de tanta publicidade a este evento, pensei que houvesse mais gente com vontade de participar e como é obvio a gostar de BTT.

Reviver esta aventura passados 17 anos foi para mim como um rejuvenescer no tempo!

Tiveram a coragem de me acompanhar, João Cavaca, Henrique Manso, Marco Alves, Vasco Santos, Armando Oliveira, Daniel Barata, Zé MIguel, Patric Barata, e eu José Cavaca.

 

Partida da Covilhã cerca das 8h rumo ao Teixoso onde Vasco nos esperava.

 

Já com a companhia do Vasco dava-se inicio à primeira subidinha.

 

Além do Vasco também se juntou a nós este "Boby" que só nos largou em Valhelhas.

 

Com muito calor subia-se para o alto de São Gião.

 

Já perto do alto de São Gião o nosso Boby não descolava.

 

Passagem no alto de um grande mestre,,, Marco Alves!

 

No Sarzedo, e já debaixo de muito calor,,, o primeiro abastecimento líquido.

 

Depois de passar Verdelhos,,, mais umas duras rampas para conquistar.

 

E uma pequena pausa para uma grande paisagem...

 

Ao fundo era visível a aldeia de Valhelhas.

 

De novo a subir.

 

Pedalava-se agora para um lugar magnífico...

 

Chegada ao Cabeço da Azinha!

 

É um lugar único. Possibilita uma grande profundidade de planos visuais.

 

Ao fundo é visivel o Sameiro e a pista de Ski.

 

Mas não podiamos ficar parados, as nossas subidinhas estavam ansiosas para nos matar.

 

Mais um ponto de grande importância para mim,,, a SraDacedasse!!! Lindísimo.


Seguia-se então Folgosinho. 


E aí está a nossa aldeia. Folgosinho.


Já em Folgosinho.


Aqui em Folgosinho abastecemos de varias formas.


Esta foi a melhor.


E esta parte não agradava a ninguém. Depois de umas bos bjecas, estes 4km a subir bem, e com 33 graus, quase que nos faziam retroceder.


Não é uma miragem,,, sou eu de BTT a gemer com os 33 graus e os 11% de inclinação.


Aqui descia-se para o Covão da Ponte.


E aqui subia-se de novo depois do Covão da Ponte.


Nesta zona as paisagens também são únicas.


Depois de descer para Manteigas, subia-se agora para o Poço do Inferno.


Uma pequena paragem neste lindíssimo miradouro.


Depois para variar,,, subia-se e subia-se e subia-se.


Qase no final da nossa volta.


Próximos dos Piornos, dava-se início à descida para a Covilhã. Terminava a reportagem.


Resta-me agradecer a estes magníficos amigos e companheiros o dia magnífico que nos proporcionaram. Gostava que mais dias destes se repetissem, mas a adesão a estas pequenas maratonas parece-me diminuta.


BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 21:51