Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Covilhã Fátima, mais uma tirada memorável.

Domingo, 19.05.13

Este foi o grupo de ciclistas que uma vez mais fez parte desta bonita aventura.

Do grupo da Covilhã, Armando Oliveira, Paulo Rodrigues, Marco Alves, José Cavaca, e Toni Pinheiro.

Do grupo de Unhais da Serra, Américo Barata, Francisco Gaudêncio, Rui Carinhas, Carlos Silva, Mauricio Gaudêncio, Humberto Pina, e Joel Neves.

 

Partida da Covilhã às 6h 15m com muito frio. A neve é visivel no alto da Serra.

 

Esta foi a viatura de apoio, exemplarmente condizida pelo confiante Tiago Oliveira.

 

À passagem pelo Paúl, já o grupo de Unhais nos acompanhava.

 

Subida para o alto da Barroca.

 

Do alto de Janeiro a paisagem era esta.

 

A segui a Janeiro de Baixo, uma zona de particular beleza a fazer lembrar as portas de Rodão.

 

E outros já seguiam o rumo certo.

 

Finalmente um local desconhecido de mim... Admoço. Zona lindíssima.

 

Seguia-se a nossa bem conhecida aldeia de Cambas.

 

E esta foi a nossa bem conhecida "rampita" de Cambas.

 

Depois foi rolar rolar rolar.

 

E esta é já a Vila de Sertã.

Vila portuguesa, sede do município e da freguesia do mesmo nome pertencente ao distrito de Castelo Branco, região Centro, subregião do Pinhal Interior Sul e diocese de Portalegre e Castelo Branco.


E o nosso Marco Alves parou para matar um "fantasma" do ano passado.


Saída da Sertã agora rumo a Cernache.


Entrada em Cernache do Bonjardim.


Cernache do Bonjardim é uma pequena vila situada na Beira Baixa, distrito de Castelo Branco.
Foi considerada durante vários anos a “aldeia mais importante de Portugal” por ser a mais populosa. Quando passou a vila (20 de Agosto de 1995) perdeu o lugar de destaque que tinha. Berço de várias celebridades, da qual se destaca D. Nuno Álvares Pereira também, conhecido por Nun’Álvares, o Santo Condestável, o Beato Nuno de Santa Maria, cujo a canonização aconteceu no 26 de Abril 2009.


Em Cernache depois do abastecimento e prontos para a segunda parte.


Segunda parte em que o vento foi o principal adversário. Chuva felizmente nem vê-la.


Como alguns amigos não puderam ir, nós não os esquecemos... 


Entrada em Vila Nova de Ourem. Fátima era já ali.


Prontos para a ultima dificuldade, em que as forças renasciam da motivação.


E a nossa feliz entrada em Fátima. Tudo correu bem, era esse o principal objetivo.


Termino com a magnífica família que se deslocou com grande vivacidade da Covilhã a Fátima.

Obrigado a todos pelo empenho, companhia e alegria que consagraram e este dia.


A nossa lista de amigos após esta Santa etapa, fica assim ordenada.

 

SÁBADO É A VOLTA DE GOUVEIA.

(Sida dos Arcos às 7h e da Sra do Carmo às 7h 30m)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 23:04