Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Volta de Pínzio, um feito e um êxito!

Sábado, 11.02.12

cavaca 1

 Vento forte e frio não foi argumento para anular esta mítica voltinha de 152km.

Tiveram firmesa e ânimo em a completar, o Tiago Abrantes, José Cavaca, e Guilhermino.

Já de regresso, juntaram-se a nós no Casteleiro, o amigo Zé Carlos e o Ventinho.

 

cavaca 2

Mapa da volta

 

cavaca 2

Hoje aquecimento só na chegada. Até Pínzio o termómetro não passou dos 3 graus.

 

cavaca 3

A chegar ao alto de Santa Cruz a temperatura era de -1 grau.

 

cavaca 4

Cidade da Guarda à vista.

 

cavaca 5

A boa disposição nunca faltou,  nem na  N16 rumo a Pínzio.

 

cavaca 6

Há com cada nome,,,  pequena aldeia sobranceira ao vale da Ribeira das Cabras, de onde se pode vislumbrar a admirável paisagem envolvente. Ao seu redor desenvolve-se uma cadeia montanhosa, característica das áreas do nordeste do concelho da Guarda. Os seus afloramentos graníticos conferem-lhe uma visão poderosa, altiva e rústica.

 

cavaca 7

Passagem em Almeidinha.

 

cavaca 8

Pínzio à vista.

 

cavaca 9

Centro de Pínzio.

É uma freguesia do concelho de Pinhel com 27,24 km² de área e 453 habitantes.

A freguesia é percorrida pela Ribeira das Cabras, e é constituída, para além da localidade de Pínzio, pelas anexas de Miragaia, Cheiras, Abadia e Trocheiras. Durante a sua história chegou a pertencer ao extinto concelho do Marmelo (até 1853) e ao concelho da Guarda (até 1895).

Pínzio é um elemento importante para Pinhel, já que é nesta freguesia que se encontra uma ligação para a A25, auto-estrada que liga Aveiro a Vilar Formoso. A freguesia abriga casas de pedra ainda conservadas e nos seus arredores há afloramentos graníticos belíssimos.

 

cavaca 10

Seguiu-se a aldeia  de Amoreira.

 

cavaca 11

Pedalamos mais 10km e chegamos a Cerdeira do Côa.

 

cavaca 12

A freguesia de Cerdeira é uma das mais antigas do concelho da Sabugal, do qual dista aproximadamente vinte e dois quilómetros. Recebeu foral de D. Afonso III (1253), o que nos mostra a sua importância naquela época.
Daqui, podemos admirar uma maravilhosa paisagem, que abrange até vários concelhos.
A origem do seu topónimo é um pouco imprecisa e, como atrás referimos, o seu primeiro povoamento é muito remoto. Aquando de umas escavações relacionadas com as Termas do Cró, foram encontradas algumas moedas romanas da época de 200 d.C., o que vem confirmar a sua antiguidade.

 

cavaca 13

Passagem pela cidade do Sabugal, significava que o nosso passeio estava a finalizar.

 

cavaca 14

Já com a Covilhã à vista, finalizo o relato desta fresca e ventosa manhã.

 

Mas há algo que tenho de dizer... toda a força será fraca, se não estiver unida!

Hoje, estes amigos foram incansáveis,,, um pequeno problema na corrente privou-me de dar o melhor, assim como também esteve em causa a concretização desta bonita volta,,, mas amigos motivados como estes, fizeram funcionar o motor da vontade!!!

 

Amanhã, como vai estar ainda mais frio, uma pequena e recuperante volta.

 

 

SAÍDA DOS ARCOS ÀS 9h 30m.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 06:41