Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Calcula a tua frequência cardíaca máxima.

Terça-feira, 16.02.10

A Frequência Cardíaca Máxima (FCM)
Para quem treina com pulsómetro há uma coisa que temos de saber, a nossa frequência cardíaca máxima, senão não podemos avançar para uma nova fase. Há uma fórmula muito simples para esse cálculo que é subtrair a nossa idade a 220. Ou seja, no meu caso que tenho 51 anos, daria 220 – 51 = 169 batidas por minuto (bpm). Essa deveria ser a minha FCM mas não é! Porquê? Porque trata-se apenas de uma fórmula e como tal pode não corresponder à realidade em todas as situações.
A melhor forma de verificarmos a nossa FCM é usando o pulsómetro. Por exemplo uma subida tipo a Ramela é ideal para verificar a FCM. Vai-se puxando gradualmente durante a subida desde as rectas cá de baixo, até dar o nosso máximo perto do fim. Nessa fase depois de já estarmos com a língua de fora, faz-se um pequeno sprint (uiii...) O valor que registarmos no pulsómetro corresponderá muito aproximadamente à nossa FCM. Durante umas semanas repete-se isso 2 ou 3 vezes para ficar com uma ideia mais exacta.
Após algum tempo a usar o pulsómetro, em  treinos mais puxados constatei que atingia as 173 pulsações. A partir daqui, sabendo com exactidão a nossa FCM, é possível definir diferentes zonas de treino para diferentes objectivos!

 

São essas Zonas de treino que vamos conhecer melhor, muito brevemente.

 

Um abraço ciclístico cá do Cavaca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 07:30