Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



De Covilhã por Castelo Novo

Quarta-feira, 26.11.08

Castelo Novo

 

Hoje pelas 9h, eu e Rogério decidimos ir até Castelo Novo, poucos quilometros, o vento e o frio não convidavam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 13:45

Fotos do dia 22, de Covilhã por Aldeia de S. Sebastião.

Terça-feira, 25.11.08

(Eu e o amigo Gabriel subindo para Terreiro das Bruxas)

 

 

Eu e Rogério, Castelo Mendo ao fundo

 

Ainda pisei o risco contínuo

 

Curioso o nome desta terra (Ade)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 22:37

De Covilhã, por Aldeia de S. Sebastião...

Sábado, 22.11.08

A Aldeia de S. Sebastião, outrora conhecida por Quinta da Ribeira dos Abutres, é uma pequena povoação de 80 habitantes, situada no distritdo da Guarda, a 5 km da fronteira espanhola e de fácil acesso, seja de comboio (apeadeiro de Aldeia), seja pela autoestrada (A25 - Vilar Formoso), seja de Bicicleta, como vem o Cavaca e Rogério.

Tal como aconteceu noutros meios rurais, também esta aldeia tem uma população maioritariamente idosa, contudo, quem a visita, encontra uma comunidade divertida e bem disposta, sempre afável e acolhedora. Seja numa leda manhã de vindima, ou numa agradável tarde de contos e cantos, ou ainda numa cativante noite de bailarico, os jovens e sábios, mestres e aprendizes desta aldeia vivem de forma verdadeiramente harmoniosa.

 

Hoje, eu, Rogério e Gabriel,saímos às 8h 30m da Rotunda do Operário, para mais uma volta majestosa, era essa a nossa expectativa, que foi de longe perceptível, quer pela quantidade de povoações que contemplamos, quer pelo percurso e pela austeridade da volta. Passamos por Peraboa, Monte do Bispo, Escarigo, Terreiro das Bruxas, Sabugal, Roque Amador, Vale das Éguas, Bismula, Vilar Maior, Malhada Sorda, Freineda, ALDEIA S. SEBASTIÃO, Castelo Mendo, Ade, Parade, Rochoso, Vila Fernando, Adão, Pega, Posafoles do Bispo, Pena Lobo, Bendada, Inguias, Belmonte, Caria e Covilhã, (curioso o nome de algumas terras), totalizando 191 km e uma altimetria de 2810 metros.

 Brevemente, fotos deste dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 07:28

Covilhã,,,Almeida, volta sublime.

Sábado, 15.11.08

 

Almeida

Almeida tem uma gloriosa história. O nome da antiga “cabeça militar de toda a província da Beira”, de origem árabe, filia-se na situação planáltica que tem. Terá tido o nome de Talmeida e de Alameda. Talmeida ficaria no lugar conhecido por Enchido da Sarça.

 

Hoje, eu Rogério e Gabriel, que nos acompanhou até à Guarda, saímos da Covilhã com os pedais postos nesta linda Vila, é daquelas voltas que por várias razões se recordarão mais tarde, um dia agradável, boa disposição e terras que nunca visitaria se não fosse a BICI.

Saída da Rotunda do Operário(Covilhã), seguiu-se  Belmonte, Guarda, Gonçalo Bocas, Almeidinha, Granja, Cheiras, Safurdão, Atalaia, Peva, ALMEIDA, Vilar Formoso, Nave de Haver, Aldeia da Ponte, Rendo, Sabugal, Caria e Covilhã, totalizando 201 km, altimetria de 2500 metros e convicção de voltar a esta zona.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 07:31

Covilhã, C. Branco,,,Covilhã.

Quarta-feira, 12.11.08

Hoje, eu e Rogério, saímos às 8h15m do Refúgio rumo a Fundão, Alpedrinha, C. Branco e loja de Bicis Santiago, o regresso foi pelo mesmo trajecto, curiosa e agradável a surpresa de Gabriel, que ainda nos fez companhia até ao alto da Gardunha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 06:54

Covilhã, Piodão, Covilhã.

Sábado, 08.11.08

 

 

 PIODÃO é a freguesiaportuguesa mais longínqua do concelho de Arganil, com 36,36 km² de

área e 224 habitantes (2001). Densidade: 6,2 hab/km². A freguesia inclui as seguintes aldeias e quintas: Piódão, Malhada Chã, Chãs d'Égua, Tojo, Fórnea, Foz d`Égua, Barreiros, Covita, Torno, Casal Cimeiro e Casal Fundeiro.

Hoje, eu e Rogério, pelas 8h 30m pedalamos uma vez mais até esta bonita aldeia. Depois de estar 15 dias parado, antevia algumas dificuldades, 140 km de extenção e 2300 metros de altimetria acomulada não era pedal  doce, mas o dia ajudou, e não só, nesta época do ano, as imagens paisagísticas desta região, coloridas com o doirado das arvores, foram um doping natural para tão nobre volta. Passamos por Unhais da Serra, Teixeira, Barriosa, Vide, Sarnadinha, Abitureira, PIODÃO, Chas de Égua, Moinhos- Fóz de Égua, Vide, Teixeira e Covilhã, valeu a imolação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 16:11