Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



De Covilhã, por Valverde del Fresno...

Sexta-feira, 29.05.09

Hoje a nossa mítica vuelta. Saímos  do Refugio às 6h 55m, e do Restaurante Arcos às 7h.

À ultima  hora, Alberto não pode estar presente por questões de trabalho, mesmo assim Cavaca, Nuno, Gabriel, David e (Zé Carlos nos ultimos 30 km), pedalaram por terras espanholas, por vezes com temperaturas acima dos 40º, não é exajero, o meu termómetro e do Nuno marcaram em simultâneo na subida para a Sra do Carmo 42º, o máximo atingido hoje. Uma volta que ficará na memória de Gabriel e David, primeiro porque bateram record pessoal em quilómetros, 185, depois foi a 1ª volta internacional,  por fim, chegaram muito bem fisicamente,,,  posso afirmar, brincaram com a velhice, mas para mim foi um prazer,,, e como diz o provérbio,,,"bom professor, melhor aluno"

 

A sempre boa disposição pela manhã, David, Gabriel e Nuno, eu estou do lado de cá.

 

Muito perto de entrar em Espanha, faltavam neste local, 6 km.

 

 

Entrada em Espanha, para Gabriel e David foi batismo, e bem regados.

 

Entrada em Valverde del Fresno, foto de Gabriel.

 

Depois de Valverde del Fresno, a aprazível subida da Serra de Gata, pessoalmente o mais bonito desta mítica volta, há cerca de 20 anos que a escalo.

 

A boa condição fisica de Gabi, deu para tudo...

 

Uma foto bem ilustrativa tirada por Nuno, eu quase no alto da Serra de Gata, ainda se vê Valverde del Fresno,,,lembrar que neste momento os termómetros marcavam 35º a uma altitude de 950 metros.

 

...a fome era tanta, não fosse o Nuno,  era uma vez uma luva.

 

,,,e não fose o Nuno, David pensativo em como chegar à Covilhã.

 

Gabriel, incontestável o esforço, bem gerido até final.

 

Yo estaba casi en la cumbre, quedaba  nesta carretera el deseo de volver.

 

 

Uma foto já no alto da Serra, ainda se vê David a comandar, logo Nuno e Gabriel,,,eu tentava esquecer a dura Gripe que me acompanhou, mas em casa é que não fiquei.

 

 

Aqui o momento em que deixavamos o País contíguo, uma nota para a estrada que liga Navasfrias à fronteira, está nova e um mimo, fica assim para a história o mau piso antigo que fizemos muita vez.

 

Entrada no Sabugal, Nuno tenta descolar Gabi,,,

 

Ultimo reforço do dia, restavam 32 km de muito calor.

Muito mais fotos poderia colocar, mas tornaria o post muito longo. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por José Cavaca às 12:39


7 comentários

De Alberto a 30.05.2009 às 19:54

Que vontade enorme de poder ter partilhado essa mítica Vuelta convosco. Fica para a próxima que espero e desejo que seja ainda este ano. Aquele abraço a todos!

De Anónimo a 30.05.2009 às 22:13

Comentário apagado.

De José Cavaca a 30.05.2009 às 23:36

Gabi, decerto já ouviste falar que, quando um amigo nos acompanha nenhum caminho é longo,,,hoje acompanharam-me vários, imagina até onde poderia ir. Eu é que me orgulho de vos ter como companheiros. Grande abraço para os que nos acompanham.

De Gabriel a 30.05.2009 às 23:57

Amigo Alberto, só fez falta quem lá esteve e tu estavas lá, por isso fizeste falta... Mas por certo iremos dar esta volta outra vez ainda este ano e contigo claro.
De enaltecer ainda a força de vontade de Cavaca que estando doente há vários dias e sem melhoras, nos levou para esta volta fantástica. Obrigado.

De José Cavaca a 31.05.2009 às 00:03

Gabriel, decerto ja ouviste dizer que, quando um amigo nos acompanha, nenhum caminho é longo,,,hoje vários me acompanharam, imagina até onde poderia ir, mas orgulho é, ter companheiros como vós.

De David Fernandes a 31.05.2009 às 03:09

amigos grande volta a nossa!!cavaca doente mesmo assim veio(não é para todos), dois furos, muito calor...muito muito calor, serra da gata que diga-se bonita subida!!o companheirismos do melhor que pode existir de fazer inveja, que com a presença de Alberto inda melhor ficava. Por fim queria agradecer-vos pelo excelente dia que me proporcionaram, pena os dois furos. Grande abraço(as melhoras cavaca)

De Nuno Marques a 31.05.2009 às 13:53

Não podia deixar de dizer umas palavritas... Fiz esta volta a primeira vez em 2007 (24 de Junho), e na altura além de não estar em forma não treinava há 15 dias. Lembro-me de muita coisa que se passou nesse dia mas o maior orgulho que sinto foi ter conseguido chegar a casa (de gatas e arrastar-me) sem ter parado (aqui o parar entenda-se por "por o pé no chão por não aguentar mais) acompanhado sempre do amigo Zé que me incentivou muito. Ontem cheguei "castigado"... mas as paisagens, o companheirismo e outras coisas acabadas em "ismo", tal como amizade proporcionaram com que ainda fizesse companhia ao Cavaca e ao Gabriel até casa.
Faço minhas as palavras do Alberto... ainda lá vamos este ano. Não sei é se vamos ter sorte com o vento e com o calor... mas se a não tivermos pode ser que a coca-cola no Sabugal saiba melhor e as "chicas" do abastecimento em Navas Frias apareçam.

De jmedeiros a 05.12.2010 às 16:51

Ainda hei-de fazer esta volta com vocês!
Mais uma vez obrigado por tudo amigo Cavaca.
Um abraço do sempre seu amgigo Medeiros.

Comentar post